Um Índice de Susceptibilidade ao Fenômeno da Seca (ISFS) para o Semiárido Nordestino

Josemir Araujo Neves Silvio de Barros Melo Everardo Valadares de Sá Barreto Sampaio Sobre os autores

Resumo

Esse trabalho teve como objetivo o desenvolvimento de um Índice de Susceptibilidade ao Fenômeno da Seca (ISFS) para o semiárido nordestino brasileiro, que considera além da climatologia, aspectos da natureza física e uso dos solos, aspectos econômicos, sociais e os riscos de perda da safra agrícola e de falta de água para consumo humano e animal. O índice foi desenvolvido tendo como base o Índice FUNCEME de Severidade de seca (IFS) e foi elaborado usando ferramentas propostas pelo Joint Research Centre/Organization for Economic Co-operation and Development (JRC/OECD), e usando também técnicas de preenchimento de dados com falhas e winsorização. Ele foi testado e validado com os dados reais do Estado do Rio Grande do Norte em três cenários climatológicos (ano seco, normal e chuvoso). Foram realizados também um teste de análise multivariada e uma simulação de Monte Carlo para a análise de sensibilidade e robustez do modelo desenvolvido, cujos resultados validaram a sua composição e os resultados obtidos com dados reais. O ISFS pode ser utilizado como uma ferramenta de auxílio aos decisores, em vários níveis governamentais, para orientar as ações de socorro às áreas atingidas pela seca.

Palavras-chave:
índice de seca; indicadores compostos; Semiárido Nordestino

Sociedade Brasileira de Meteorologia Av. dos Astronautas, 1758 - Jardim Granja, 12227-010 - São José dos Campos - SP - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: rbmet@rbmet.org.br