Deficiência visual, reabilitação e Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde

Marissa Romano da Silva Maria Inês Rubo de Souza Nobre Keila Monteiro de Carvalho Rita de Cássia Ietto Montilha Sobre os autores

Objetivo:

Descrever as características das pessoas com deficiência visual participantes de Grupos de Reabilitação Visual, segundo a CID-10 e a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF).

Métodos:

Pesquisa quantitativa de corte transversal, desenvolvida em um centro universitário de pesquisas em reabilitação entre outubro e dezembro de 2012. Usuários de Grupos de Reabilitação Visual foram convidados, sendo 13 os que aceitaram participar. Foi realizada avaliação de terapia ocupacional – com anamnese, avaliação de desempenho e avaliação funcional da visão – consulta aos prontuários e a classificação dos participantes utilizando a CIF.

Resultados:

As principais causas de deficiência visual foram retinopatia diabética, glaucoma, neurite óptica e ceratocone. Algumas funções e estruturas do corpo, desempenho e capacidades em atividades e participação, fatores ambientais facilitadores ou limitadores foram destacados neste estudo, possibilitando descrever as características de cada participante por meio de sua funcionalidade e auxiliando no planejamento terapêutico. Tecnologias assistivas, auxílios ópticos e não ópticos utilizados e seus benefícios cotidianos foram apresentados.

Conclusão:

A perda visual, em qualquer nível, levou a prejuízos funcionais, limitando e restringindo a participação e o desempenho em atividades cotidianas, interferindo na independência, autonomia e qualidade de vida dos sujeitos. Entretanto, o uso de recursos ópticos, não ópticos, auxílios e adaptações ambientais mostraram-se benéficos para a ampliação da funcionalidade, evidenciando a influência de fatores externos no desempenho do indivíduo. Conhecer e reconhecer a existência da diversidade dentro do universo da deficiência visual possibilita entender quem é o sujeito atendido, evitando a generalização pela condição visual, tendo a CIF papel fundamental nesse contexto.

Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde; Classificação Internacional de Doenças; Reabilitação; Cegueira; Baixa visão; Atividades cotidianas


Sociedade Brasileira de Oftalmologia Rua São Salvador, 107 , 22231-170 Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Tel.: (55 21) 3235-9220, Fax: (55 21) 2205-2240 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rbo@sboportal.org.br