Relação entre altura da patela e amplitude de movimentos após a artroplastia total do joelho

Lúcio Honório de Carvalho Júnior Luiz Fernando Machado Soares Matheus Braga Jacques Gonçalves Marcelo Lobo Pereira Rodrigo Rosa Lessa Lincoln Paiva Costa Sobre os autores

OBJETIVO: Avaliar se após a artroplastia total do joelho existe correlação entre a altura da patela e a amplitude de movimento (ADM) alcançada pelo paciente após seis meses de pós-operatório. MÉTODOS: Foram avaliados 45 pacientes submetidos a artroplastia total do joelho, todos com, no mínimo, 12 meses de pós-operatório, totalizando 54 joelhos. Sob fluoroscopia, todos os joelhos tiveram suas amplitudes de movimentos (ADM) máximas e mínimas registradas, bem como a altura da patela pelo índice de Blackburne e Peel. Foram avaliadas as duas correlações possíveis: relação entre altura da patela e ADM e altura da patela e a variação de ADM entre o pré e o pós-operatório. RESULTADOS: Foi observada correlação entre altura da patela e ADM no pós-operatório (p = 0,04). Não foi observada correlação entre altura da patela e variação de ADM (p = 0,182). CONCLUSÃO: No pós-operatório da artroplastia total do joelho, quanto mais baixa a patela, pior a ADM.

Artroplastia do Joelho; Patela; Amplitude de Movimento Articular


Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Al. Lorena, 427 14º andar, 01424-000 São Paulo - SP - Brasil, Tel.: 55 11 2137-5400 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: rbo@sbot.org.br