Rinosseptoplastia em crianças

Septorhinoplasty in children

José Victor Maniglia Fernando Drimel Molina Luciano Pereira Maniglia Claudia Pereira Maniglia Sobre os autores

Introdução: desvio do septo do nariz e/ou da pirâmide nasal ocorre menos freqüentemente em crianças, podendo ser causado no período pré-natal, no parto ou durante o desenvolvimento. A deformidade septal é uma das causas principais de obstrução respiratória, podendo ser responsável por episódios de rinossinusites, otites, dificuldade alimentar e as graves seqüelas do respirador bucal. Podem ocorrer isoladas ou combinadas com desvios da pirâmide nasal. A correção cirúrgica deve ser realizada precocemente na vida. Forma de estudo: Clínico retrospectivo. Material e método: Em estudo retrospectivo foram analisados 80 pacientes, 54 do sexo masculino e 26 do feminino, com idades entre 4 a 14 anos, e submetidos à septoplastia 65 casos, rinoseptoplastia, 11 casos, rinoplastia, 4 casos e procedimentos associados como adenoidectomia, adenotonsilectomia e cauterização intra-turbinal das conchas. Resultado: Recidivas do desvio do septo acorreram em 4 casos, desvio da pirâmide nasal em 4, sinéquias em 3, perfuração do septo e infecção em 1. Conclusão: Os desvios de septo do nariz e ou da pirâmide nasal devem ser corrigidos precocemente e as cirurgias associadas podem ser realizadas no mesmo ato cirúrgico.

septoplastia; rinoseptoplastia; rinoplastia; criança


ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial Av. Indianápolis, 740, 04062-001 São Paulo SP - Brazil, Tel./Fax: (55 11) 5052-9515 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revista@aborlccf.org.br