Nutrientes afetando as mudas de alecrim-pimenta (Lippia sidoides Cham.) e seus artrópodes

Nutrients affecting "alecrim-pimenta" (Lippia sidoides Cham.) seedlings and their arthropods

F.W.S. Silva G.L.D. Leite R.E.M. Guanabens E.R. Martins A.L. Matioli L.A. Fernandes Sobre os autores

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da omissão de nutrientes nas mudas de Lippia sidoides Cham. (Verbenaceae) e seu possível efeito sobre os seus artrópodes, sendo os tratamentos: 1) testemunha; 2) completo 1 adubado com N, P, K, S, B, Cu, e Zn + calagem (C1); 3) completo 2: C1 sem calagem + Ca e Mg como sulfato (C2); 4) C1 sem calagem; 5) C1 sem N; 6) C1 sem P; 7) C1 sem K; 8) C1 sem S; 9) C1 sem B; 10) C1 sem Cu; 11) C1 sem Zn; 12) C2 sem Ca e 13) C2 sem Mg. O delineamento foi inteiramente casualizado com quatro repetições. O Tetranychus sp. (Acari: Tetranychidae) atacou mais os tratamentos 3, 6, 9 e 13 e os maiores danos nos tratamentos 6 e 13. A maior população de Aphis gossypii Glover (Homoptera: Aphididae) foi encontrada nos tratamentos 5, 6, 7, 8, 11 e 13, colonizando preferencialmente o tratamento 4. O Phenacoccus sp. (Hemiptera: Pseudococcidae) foi encontrado em maior número nos tratamentos 4 e 9 e Insignorthezia insignis (Browne) (Hemiptera: Ortheziidae) em 13. Foram mais notados adultos de Bemisa tabaci (Genn.) (Hemiptera: Aleyrodidae) nos tratamentos 5, 7, 8 e 13 e ninfas nos três últimos tratamentos. Em geral, os tratamentos 1, 5 e 10 são os menos atacados por artrópodes. Dirigir a pulverização, quando necessário, sempre para a face inferior da folha.

plantas medicinais; adubação; insetos; ácaros


Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais CPQBA - UNICAMP, Divisão de Agrotecnologia - CPQBA, 13148-218 Paulínia- SP-Brasil, Tel. (55 19) 2139-2891, Fax: (55 19) 2139-2852 - Botucatu - SP - Brazil
E-mail: rbpm.sbpm@gmail.com