Atividade antioxidante de extratos de Spathodea campanulata (Bignoneaceae)

S.C Heim F.A Guarnier D.T Ferreira R Braz-Filho R Cecchini A.L. Cecchini Sobre os autores

Spathodea campanulata é usada na medicina popular na África como diurético e antiinflamatório. Embora poucos estudos relatem o mecanismo de ação antioxidante, neste trabalho foi evidenciado a atividade antioxidante dos extratos da casca e da flor da S. campanulata e o possível mecanismo de ação. Os extratos etanólicos da casca e da flor da S. campanulata mostrou possuir atividade antioxidante sobre a lipoperoxidação de microssoma hepático induzida por Fe3+-ácido ascórbico. O extrato da casca foi 5 vezes mais eficiente que da flor. O extrato da flor foi previamente complexado com concentrações crescentes de Fe3+ (20 - 100 μM) o qual resultou na perda da atividade antioxidante, demonstrando que esta está relacionada com a formação de complexo com o ferro. Por outro lado, a atividade antioxidante do extrato da casca não foi inibida pela prévia incubação com o ferro, embora haja a formação do complexo evidenciado pela análise espectral da solução. Estes resultados sugerem que o mecanismo antioxidante seja outro que não a complexação com o Fe3+. Portanto, o mecanismo antioxidante dos extratos da flor e da casca da S. campanulata é distinto entre si o que reflete a composição heterogênica do extrato e o mecanismo de ação.

Spathodea campanulata; antioxidante; lipoperoxidação; extrato da casca; extrato da flor


Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais CPQBA - UNICAMP, Divisão de Agrotecnologia - CPQBA, 13148-218 Paulínia- SP-Brasil, Tel. (55 19) 2139-2891, Fax: (55 19) 2139-2852 - Botucatu - SP - Brazil
E-mail: rbpm.sbpm@gmail.com