Eficácia e toxicidade do pó comercial de Hoodia gordonii (Masson) swet ex decne utilizado no tratamento da obesidade

Efficacy and toxicity of Hoodia gordonii commercial powder used to combat obesity

C.A. Pereira L.L.S. Pereira A.D. Corrêa N.R.B. Raposo S.B.R. Castro Sobre os autores

A obesidade é atualmente o principal problema de saúde em países desenvolvidos e em desenvolvimento. Diversos recursos terapêuticos têm sido empregados para o tratamento da obesidade destacando-se os fitoterápicos, consagrados pelo conhecimento popular. Nesse contexto, a planta Hoodia gordonii tem despertado atualmente grande interesse mundial, principalmente pelas recentes descobertas e comprovações científicas da inibição do apetite e da sede pelo glicosídeo ativo P57 isolado de espécies da planta. Apesar disso, tais efeitos ainda não foram avaliados e comprovados em amostras comerciais do pó de H. gordonii (PHG), não existindo evidências científicas que garantam a sua eficácia e segurança. Portanto, o objetivo deste trabalho foi realizar ensaios biológicos com ratos para avaliar a atividade farmacológica e a toxicidade de amostras comerciais do pó de H. gordonii. As amostras foram administradas por gavagem em doses equivalentes a 20 vezes as recomendadas para humanos em ratas Wistar durante 4 semanas sendo avaliados os parâmetros indicadores do efeito terapêutico. Após as 4 semanas, os animais foram sacrificados, e amostras de sangue e órgãos foram coletados e submetidos à avaliação dos indicadores metabólicos, endócrinos, hematológicos e histopatológicos. Os resultados demonstraram que para todos os parâmetros avaliados não houve diferenças significativas entre o grupo controle que recebeu somente solução salina estéril e os grupos tratados com PHG indicando que os mesmos, apesar de não apresentarem quaisquer indícios de toxicidade, são incapazes de produzir os supostos efeitos de inibição de apetite e consequente tratamento da obesidade.

Hoodia; eficácia; toxicidade; obesidade


Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais CPQBA - UNICAMP, Divisão de Agrotecnologia - CPQBA, 13148-218 Paulínia- SP-Brasil, Tel. (55 19) 2139-2891, Fax: (55 19) 2139-2852 - Botucatu - SP - Brazil
E-mail: rbpm.sbpm@gmail.com