Superação da dormência de sementes de quina (Strychnos pseudoquina A. St.-Hil.)

A quina (Strychnos pseudoquina A. St.-Hil) é espécie medicinal do Cerrado Brasileiro. As sementes apresentam dormência e, por isso, foram submetidas aos tratamentos pré-resfriamento a 5ºC durante 7 dias, pré-aquecimento a 40ºC durante 7 dias, pré-embebição em ácido sulfúrico P.A. durante 5 e 15 minutos, pré-embebição em água fervente durante 5 e 15 minutos, pré-embebição em ácido giberélico a 100 e 200 ppm, durante 48 horas, pré-embebição em água destilada durante 24 e 48 horas e escarificação mecânica, visando à superação da dormência. Foram realizadas contagens diárias entre o 2º dia após a implantação do experimento até a estabilização da germinação, que ocorreu no 65º dia. Foram avaliados o índice de velocidade de germinação (IVG) e a porcentagem de germinação. Taxas de germinação acima de 96% foram atingidas em sementes pré-embebidas em água durante 48 horas e substrato umedecido com água ou KNO3.

quina; planta medicinal; germinação; Loganiaceae; dormência de sementes


Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais CPQBA - UNICAMP, Divisão de Agrotecnologia - CPQBA, 13148-218 Paulínia- SP-Brasil, Tel. (55 19) 2139-2891, Fax: (55 19) 2139-2852 - Botucatu - SP - Brazil
E-mail: rbpm.sbpm@gmail.com