Avaliação da atividade antibacteriana de extratos etanólico e de ciclohexano a partir das flores de camomila (Matricaria chamomilla L.)

Evaluation of the antibacterial activity of ethanolic and cyclohexane extracts of chamomile flowers (Matricaria chamomilla L.)

Devido à crescente seleção de microrganismos resistentes aos antimicrobianos atuais, tem-se valorizado a busca por alternativas naturais. O presente estudo teve por objetivo avaliar a atividade antibacteriana de extratos etanólico e de ciclohexano de flores de camomila, espécie vegetal de uso antigo pela medicina tradicional, frente às bactérias ATCC Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa, Escherichia coli e Salmonella enterica subsp. enterica sorovar Typhimurium pelas técnicas de difusão em ágar e diluição em caldo. Foi observada inibição do crescimento de P. aeruginosa frente ao extrato etanólico bruto (1g/mL) na técnica de diluição em caldo, e confirmada pela técnica de difusão em ágar (halo de inibição de 10 mm de diâmetro). Para as demais bactérias testadas, os extratos e suas diluições não apresentaram efeito bacteriostático em nenhuma das técnicas. Pode-se concluir que o extrato etanólico bruto da camomila apresentou atividade antibacteriana frente à P. aeruginosa, porém não foi eficaz frente à S. aureus, E. coli e Salmonella enterica subsp. enterica sorovar Typhimurium. Portanto, são necessários novos estudos com diferentes linhagens de microrganismos, com o intuito de corroborar e assegurar os resultados apresentados, para definir o potencial antimicrobiano do extrato da camomila.

extrato de camomila; atividade biológica; Pseudomonas aeruginosa


Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais CPQBA - UNICAMP, Divisão de Agrotecnologia - CPQBA, 13148-218 Paulínia- SP-Brasil, Tel. (55 19) 2139-2891, Fax: (55 19) 2139-2852 - Botucatu - SP - Brazil
E-mail: rbpm.sbpm@gmail.com