Accessibility / Report Error

Ocorrência de anticorpos e fatores de risco para infecção por Toxoplasma gondii em cães, nas cidades de Lages e Balneário Camboriú, Santa Catarina, Brasil

Occurrence of antibodies and risk factors for infection for Toxoplasma gondii in dogs in the cities of Lages and Balneário Camboriú, Santa Catarina State, Brazil

Anderson B. de Moura Antonio P. de Souza Amélia A. Sartor Valdomiro Bellato Everton B. Teixeira Greise M. Pisetta Afonso Heusser Junior Sobre os autores

Com os objetivos de conhecer a ocorrência de anticorpos e identificar fatores de risco para a infecção por Toxoplasmagondii em cães, nas cidades de Lages e Balneário Camboriú, SC, amostras de sangue de 400 cães domiciliados foram processadas para a detecção de anticorpos contra T. gondii pela técnica da imunofluorescência indireta (RIFI). Dados referentes à raça, idade, sexo, tipo de dieta, ambiente, presença de gatos e acesso à rua foram obtidos por meio de questionário. Análise estatística foi realizada (teste de χ²). Dos 400 cães, 89 (22,3%) apresentaram anticorpos contra T. gondii. Dos cães de Lages, 52 (26%) foram positivos para T. gondii, enquanto os de Balneário Camboriú, 37 (18,5%)foram sororreagentes. Não foram observadas diferenças estatísticas entre as prevalências de T. gondii nos dois municípios. Maior ocorrência de sororreagentes para toxoplasmose foi verificada entre os cães sem raça definida (P = 0,002), que tinham acesso à rua (P = 0,003) e que recebiam dieta caseira (P = 0,028). Forte tendência para reagentes ao T. gondii foi observada entre os animais adultos, indicando exposição pós-natal ao agente, e entre os cães em contato com felinos.

Toxoplasma gondii; Canis familiaris; fatores de risco


Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária FCAV/UNESP - Departamento de Patologia Veterinária, Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Zona Rural, , 14884-900 Jaboticabal - SP, Brasil, Fone: (16) 3209-7100 RAMAL 7934 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: cbpv_rbpv.fcav@unesp.br