Struthiolipeurus rheae Harrison, 1916 (Phthiraptera: Philopteridae) infestando avestruzes (Struthio camelus) em uma criação no Município de Três Rios, RJ

Struthiolipeurus rheae Harrison, 1916 (Phthiraptera: Philopteridae) infesting ostriches (Struthio camelus) in one farming in the Municipality of Três Rios, RJ

Thais F. Fagundes Carla A. Soleiro Rita de Cássia A. A. de Menezes Sobre os autores

No Brasil, a criação de avestruzes foi iniciada no final do Século XX, para suprir o mercado internacional de carne, plumas e couro. As plumas têm importância econômica nos setores industrial e artesanal. Os piolhos podem causar prurido intenso, que, dependendo da intensidade de infestação, pode levar à depreciação das plumas. No Estado do Rio de Janeiro, são desconhecidas as espécies de piolhos que infestam avestruzes. Assim, o objetivo deste trabalho foi identificar os piolhos que ocorrem nas aves pertencentes a um criatório comercial no Município de Três Rios. Nos anos de 2003 a 2006, mensalmente, as avestruzes foram examinadas, para verificar a presença de ectoparasitos. Quando constatada a infestação, algumas plumas foram retiradas, colocadas em sacos plásticos e enviadas ao laboratório para exame. Após serem coletados das plumas, os ectoparasitos foram examinados ao microscópio estereoscópio, clarificados em hidróxido de potássio a 10%, desidratados em álcool etílico e montados em lâmina com balsamo do Canadá natural, para observação em microscópio óptico. Baseando-se na observação das características, foi possível determinar os espécimes coletados como pertencentes à espécie Struthiolipeurus rheae.

Avestruzes; Philopteridae; Struthiolipeurus rheae; Brasil


Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária FCAV/UNESP - Departamento de Patologia Veterinária, Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Zona Rural, , 14884-900 Jaboticabal - SP, Brasil, Fone: (16) 3209-7100 RAMAL 7934 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: cbpv_rbpv.fcav@unesp.br