Soroprevalência de Toxoplasma gondii e Leishmania spp. em jumentos domésticos de Portugal

Filipa Teixeira Rodrigues Catarina Pereira Jitender Prakash Dubey Miguel Nóvoa Miguel Quaresma Henk Schallig Luís Cardoso Ana Patrícia Lopes Sobre os autores

Resumo

Toxoplasma gondii e Leishmania infantum são protozoários parasitas com potencial zoonótico. Foram obtidas amostras de soro de 186 jumentos (Equus africanus asinus) e avaliadas para anticorpos anti-T. gondii pelo teste de aglutinação direta modificada (TADM), em Portugal. Para a titulação de anticorpos anti-Leishmania spp. foi usado o teste de aglutinação direta (TAD). Onze jumentos foram soropositivos para T. gondii com títulos de 20 (n = 7), 80 (n = 2), 640 (n = 1) e ≥ 2560 (n = 1). Um jumento foi soropositivo para Leishmania spp. (título de 800). Os jumentos em Portugal estão expostos e podem ser infectados com T. gondii e Leishmania spp.

Palavras-chave:
Teste de aglutinação direta; jumento; Leishmania infantum; teste de aglutinação direta modificada; Toxoplasma gondii; Portugal

Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária FCAV/UNESP - Departamento de Patologia Veterinária, Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Zona Rural, , 14884-900 Jaboticabal - SP, Brasil, Fone: (16) 3209-7100 RAMAL 7934 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: cbpv_rbpv.fcav@unesp.br