Helmintos do cachorro do campo, Pseudalopex gymnocercus (Fischer, 1814) e do cachorro do mato, Cerdocyon thous (Linnaeus, 1766) no sul do estado do Rio Grande do Sul, Brasil

Helminths of Pampas fox Pseudalopex gymnocercus (Fischer, 1814) and of Crab-eating fox Cerdocyon thous (Linnaeus, 1766) in the Southern of the State of Rio Grande do Sul, Brazil

Jerônimo L. Ruas Gertrud Muller Nara Amélia R. Farias Tiago Gallina Andreia S. Lucas Felipe G. Pappen Afonso L. Sinkoc João Guilherme W. Brum Sobre os autores

Quarenta canídeos selvagens foram capturados por "live trap" nos municípios de Pedro Osório e Pelotas, sul do estado do Rio Grande do Sul e transportados para o Laboratório de Parasitologia da Universidade Federal de Pelotas. Após serem necropsiados, segmentos do intestino, respiratório, urinário e fígado foram separados e examinados. Os crânios dos animais foram usados para identificação taxonômica. Dos 40 animais capturados, 22 (55%) foram Pseudalopex gymnocercus e 18 (45%) Cerdocyon thous. Os nematóides mais prevalentes foram: Ancylostoma caninum (45,4 em P. gymnocercus e 22,2% em C. thous), Molineus felineus (9,9 em P. gymnocercus e 5,6% em C. thous), Strongyloides sp. (22,7 em P. gymnocercus e 16,7% em C. thous), Trichuris sp. (13,6 em P. gymnocercus e 11,1% em C. thous), e Capillaria hepatica (13,6 em P. gymnocercus e 5,5 % em C. thous). Os trematódeos observados foram: Alaria alata (50,0% em C. thous e 36,4 em P. gymnocercus), e Asthemia heterolecithodes em 5,6% dos C. thous. Cestóides foram identificados como Spirometra sp. (61,1% em C. thous e 54,5 em P. gymnocercus), Diphyllobothriidae (81,8 em P. gymnocercus e 77,8% em C. thous), e Acantocephala do gênero Centrorhynchus foi observado somente em 5,6% dos C. thous. Estes resultados indicaram a helmintofauna de canídeos selvagens nas áreas estudadas.

canídeos selvagens; helmintofauna; nematóides; trematódeos; cestóides


Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária FCAV/UNESP - Departamento de Patologia Veterinária, Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Zona Rural, , 14884-900 Jaboticabal - SP, Brasil, Fone: (16) 3209-7100 RAMAL 7934 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: cbpv_rbpv.fcav@unesp.br