Ritmo de queda de Rhipicephalus sanguineus (Acari: Ixodidae) de cães artificialmente infestados

Drop off rhythm of Rhipicephalus sanguineus (Acari: Ixodidae) of artificially infested dogs

Gustavo F. Paz Marcelo B. Labruna Romário C. Leite Sobre os autores

O ritmo de queda de Rhipicephalus sanguineus (Latreille) foi avaliado para duas populações do Brasil; uma de Monte Negro, Estado de Rondônia, e outra de Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais. Infestações artificiais com carrapatos das duas populações foram realizadas em cães domésticos mantidos em laboratório, sob o regime de luz: escotofase de 12:12 h. O padrão de queda de larvas ingurgitadas do hospedeiro se caracterizou pelo desprendimento de quantidades semelhantes de carrapatos em períodos de luz e de escotofase ou com um predomínio de queda durante o período de luz. No caso de ninfas e fêmeas ingurgitadas, a maioria dos carrapatos se desprendeu dos cães durante o período de escotofase, em todos os casos observados. Desta forma, é possível que em condições naturais, a maioria das ninfas e fêmeas adultas de R. sanguineus tendem a se desprender dos cães durante o período noturno, ao passo que larvas ingurgitadas se desprendem em proporções maiores durante o período diurno. Com base nestes dados, sugere-se que os locais onde os cães freqüentam durante a noite (onde possivelmente estará a maior parte da população de vida livre de R. sanguineus) sejam priorizados com os tratamentos ambientais utilizando-se produtos carrapaticidas.

Infestação artificial; carrapato; cão; Brasil


Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária FCAV/UNESP - Departamento de Patologia Veterinária, Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Zona Rural, , 14884-900 Jaboticabal - SP, Brasil, Fone: (16) 3209-7100 RAMAL 7934 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: cbpv_rbpv.fcav@unesp.br
Accessibility / Report Error