Infecção autóctone de búfalos e bovinos por Fasciola hepatica em Minas Gerais, Brasil

Ruth Massote Dracz Walter dos Santos Lima Sobre os autores

Fasciola hepatica é um trematódeo digenético que parasita os ductos hepáticos de diferentes espécies de hospedeiros vertebrados. No Brasil, essa parasitose encontra-se em expansão e a sua ocorrência tem sido descrita nas regiões Sul, Sudeste, Centro-oeste e Nordeste. Esse trabalho objetivou relatar o primeiro caso de búfalos naturalmente infectados no estado de Minas Gerais. Um total de 250 amostras de fezes, sendo 176 de bovinos e 74 de búfalos, provenientes dos municípios de São José da Lapa e Pedro Leopoldo foram examinadas. Também foram coletados 402 moluscos do gênero Lymnaea nas propriedades estudadas e a viabilidade dos ovos oriundos dos búfalos e bovinos naturalmente infectados e a susceptibilidade do molusco a infecção foi testada. Um total de 54 animais apresentavam-se positivos sendo 33 bovinos (18,75%) e 21 bubalinos (28,37%) e dois moluscos apresentaram formas imaturas de F. hepatica. Na infecção experimental dos exemplares de Lymanea, foram obtidas cercarias eliminadas espontaneamente a partir do 57° dia pós infecção. Ressalta-se a importância desse primeiro relato de caso, pois certifica a dispersão do parasito em municípios antes considerados indenes no Estado.

Fasciola hepatica ; búfalos; epidemiologia; gado


Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária FCAV/UNESP - Departamento de Patologia Veterinária, Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Zona Rural, , 14884-900 Jaboticabal - SP, Brasil, Fone: (16) 3209-7100 RAMAL 7934 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: cbpv_rbpv.fcav@unesp.br