Infecções por Toxoplasma gondii e Neospora caninum e fatores associados em caprinos no estado do Paraná, Sul do Brasil

Paulo Roberto Romanelli Andressa Maria Rorato Nascimento de Matos Fernanda Pinto-Ferreira Eloiza Teles Caldart Juliana Silva de Oliveira Gabriela Anteveli Brenda Caroline dos Santos Jeanfelice Rafael Luiz Stolf Tainá Favoreto Sanches Mariana Kassab e Silva Alessandro Pelegrine Minho Antônio Cezar Rocha Cavalcante Roberta Lemos Freire Regina Mitsuka-Breganó Italmar Teodorico Navarro Sobre os autores

Resumo

O objetivo desse estudo foi avaliar a ocorrência de anticorpos anti-Toxoplasma gondii e anti-Neospora caninum e seus fatores associados em caprinos de propriedades do Estado do Paraná, Sul do Brasil. A análise sorológica foi realizada, utilizando-se ELISA indireto em 629 amostras de soro caprino, coletadas em 32 propriedades distribuídas em cinco mesorregiões do Estado. A soropositividade foi observada em 30,7% dos animais para T. gondii, 6,3% para N. caninum e 3,0% para ambos. Os modelos finais de regressão múltipla mostraram que o uso de reprodução assistida reduziu a chance de soropositividade para T. gondii (PR=0,70), enquanto a presença no local de abate na fazenda (PR=2,03) aumentou. Para N. caninum, o fornecimento de ração concentrada (OR=4,80) e a morte dos animais no pré-desmame (OR=9,96) aumentaram a chance de soropositividade. O estudo das variáveis associadas às soropositividades sugere deficiências no saneamento e no manejo reprodutivo dos Animais. Além disso, reconhece pontos críticos para a infecção no manejo da produção animal.

Palavras-chave:
Soroprevalência; Toxoplasma gondii; Neospora caninum; caprinos; Brasil

Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária FCAV/UNESP - Departamento de Patologia Veterinária, Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Zona Rural, , 14884-900 Jaboticabal - SP, Brasil, Fone: (16) 3209-7100 RAMAL 7934 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: cbpv_rbpv.fcav@unesp.br