Soroprevalência de infecção por Toxoplasma gondii em matrizes suínas em Nova Mutum e Diamantino, Mato Grosso, Brasil

Lívia Saab Muraro João Garcia Caramori Júnior Maria Regina Reis Amendoeira Joyce Alves Pereira João Xavier de Oliveira Filho Regiane Trigueiro Vicente Leandro Batista Neves José Leonardo Nicolau Michelle Igarashi Saulo Teixeira Moura Sobre os autores

No presente trabalho, objetivou-se avaliar a soroprevalência da infecção por Toxoplasma gondii, em 708 matrizes suínas dos municípios de Nova Mutum e Diamantino do Estado de Mato Grosso, Brasil. As amostras de soro foram examinadas por meio da reação de imunofluorescência indireta (RIFI). Foi encontrada a frequência de 12,8% de soros positivos, com diluições iguais ou superiores a 64. Portanto, os dados obtidos reforçam a necessidade de um manejo de criação adequado, visando à minimização do risco de infecção de suínos por T. gondii.

Toxoplasma gondii; suínos; sorologia


Colégio Brasileiro de Parasitologia Veterinária FCAV/UNESP - Departamento de Patologia Veterinária, Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Zona Rural, , 14884-900 Jaboticabal - SP, Brasil, Fone: (16) 3209-7100 RAMAL 7934 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: cbpv_rbpv.fcav@unesp.br