Efeitos do exercício físico sobre os níveis séricos de serotonina e seu metabólito na fibromialgia: um estudo piloto randomizado

Avaliar os efeitos do treinamento aeróbico e do alongamento sobre os níveis séricos de serotonina (5-HT) e seu principal metabólito ácido 5-hidroxiindolacético (5-HIAA). Foram randomizadas 22 mulheres com fibromialgia (FM) em uma de duas modalidades de exercício (exercício aeróbico de caminhada ou exercício de alongamento) a serem realizadas três vezes por semana, por 20 semanas. Os níveis séricos de 5-HT e 5-HIAA foram avaliados antes e após o programa de exercícios por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) com detecção colorimétrica. A análise de grupo (pré-pós) mostrou que os níveis séricos de 5-HT e 5-HIAA mudaram significativamente no grupo aeróbico durante o período de 20 semanas de terapia (5-HT: p = 0,03; 5-HIAA: p = 0,003). No grupo alongamento, contudo, não foi observada qualquer alteração estatisticamente significativa (5-HT: p = 0,491; 5-HIAA: p = 0,549). Comparações estatísticas das medidas de laboratório entre os grupos constataram que o treinamento aeróbico foi superior ao alongamento, aumentando significativamente os níveis de 5-HIAA (teste F - 6,61; p = 0,01); porém, a diferença média entre os grupos a respeito dos níveis de 5-HT não atendeu aos critérios de relevância (teste F = 3,42; p = 0,08). O treinamento aeróbico aumenta os níveis de 5-HIAA e 5-HT e poderia explicar porque o exercício aeróbico pode melhorar os sintomas de pacientes com síndrome de fibromialgia mais que o exercício de alongamento.

Fibromialgia; Exercício; Serotonina; 5HIAA; 5HT


Sociedade Brasileira de Reumatologia Av Brigadeiro Luiz Antonio, 2466 - Cj 93., 01402-000 São Paulo - SP, Tel./Fax: 55 11 3289 7165 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: sbre@terra.com.br