Accessibility / Report Error

Desempenho de diferentes métodos de avaliação antropométrica de gestantes na predição de baixo peso ao nascer

Patricia de Carvalho Padilha Elizabeth Accioly Glória Valéria da Veiga Tereza Cristina Bessa Beatriz Della Libera Jamile Lima Nogueira Priscila Dutra Alves Paulo Roberto de Souza Junior Cláudia Saunders Sobre os autores

OBJETIVOS: avaliar o desempenho de diferentes métodos antropométricos para avaliação nutricional de gestantes para predizer o baixo peso ao nascer (BPN). MÉTODOS: estudo descritivo do tipo transversal, realizado com 433 puérperas (>20 anos) atendidas numa Maternidade Pública do Rio de Janeiro, Brasil. A adequação do ganho de peso ao final da gestação foi avaliada segundo as propostas do Institute of Medicine e do Ministério da Saúde. Calculou-se a sensibilidade, a especificidade e a acurácia das variáveis adequação do ganho de peso gestacional total ou adequação do estado nutricional materno ao final da gestação na predição do BPN. RESULTADOS: a sensibilidade dos métodos variou de 63,1% a 68,4% e a especificidade de 71,2% a 75,1%. A adaptação da proposta do Institute of Medicine elaborada pelo Ministério da Saúde, segundo a classificação do estado nutricional pré-gestacional pelos pontos de corte da Organização Mundial da Saúde apresentou maior acurácia (74,5%), sendo este último o mais adequado para triagem nutricional pela sua associação com o BPN (OR=4,10; IC95%=1,53-10,92). CONCLUSÕES: os melhores para esta população foram as propostas do Institute of Medicine e do Ministério da Saúde. Estudos visando reconhecer os métodos de avaliação antropométrica mais adequados na gestação devem ser estimulados em diferentes populações.

Gestação; Antropometria; Ganho de peso; Baixo peso ao nascer


Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira Rua dos Coelhos, 300. Boa Vista, 50070-550 Recife PE Brasil, Tel./Fax: +55 81 2122-4141 - Recife - PR - Brazil
E-mail: revista@imip.org.br