Frequência de Escherichia coli e sua sensibilidade aos antimicrobianos em menores de cinco anos hospitalizados por diarreia aguda

The frequency of Escherichia coli and its sensitivity to antimicrobials in children aged under five years admitted to hospital for treatment of acute diarrhea

OBJETIVOS: determinar a frequência de Escherichia coli diarreiogênica e sua sensibilidade aos antimicrobianos em menores de cinco anos hospitalizados por diarreia aguda. MÉTODOS: estudo prospectivo tipo corte transversal realizado no Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira, entre janeiro de 2010 e fevereiro de 2011. Foram excluídas as crianças com diagnóstico de imunodeficiência ou usando antimicrobianos. Para cada paciente foi feito uma única coleta de swab retal nas primeiras 24 horas de internação. Os patógenos foram identificados na coprocultura e sorotipagem. Os antibiogramas foram obtidos por disco-difusão. RESULTADOS: 140 crianças foram arroladas, em sua maioria provinham de famílias de baixa renda da Região Metropolitana do Recife. Foram isolados 99 microorganismos: 9 (6,4%) E. coli enteropatogênica (EPEC) e 4 (2,9%) E. coli enteroinvasora (EIEC) e 80 (57,1%) outras E.coli não EPEC, não EIEC, 3 (2,1%) Shigella spp e 3 (2,1%) Salmonella spp. O perfil de sensibilidade aos antimicrobianos demonstrou níveis elevados de resistência à ampicilina e sulfametoxazol-trimetoprima. CONCLUSÕES: a baixa frequência de EPEC observada pode estar associada às condições de saneamento básico favoráveis apresentadas pelos pacientes do estudo. A análise local do perfil da sensibilidade da E. coli aos antimicrobianos reforça a recomendação da Organização Mundial de Saúde para o uso racional dessas drogas visando prevenção da resistência bacteriana.

Diarreia infantil; Criança; Escherichia coli; Resistência bacteriana a antibióticos


Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira Rua dos Coelhos, 300. Boa Vista, 50070-550 Recife PE Brasil, Tel./Fax: +55 81 2122-4141 - Recife - PR - Brazil
E-mail: revista@imip.org.br