A formação profissional e a perceção de saúde mental dos trabalhadores: estudo comparativo em situação de (des)emprego* * Optou-se por manter a grafia original de Portugal apresentada pelos autores.

Vocational training and workers' mental health awareness: a comparative study in an (un)employment situation

Joaquim Eurico Valentim Oliveira José Fernando Vasconcelos Cabral Pinto Rita Manuela de Almeida Barros Sobre os autores

Introdução:

a atual reconfiguração do mercado de trabalho surge no contexto da emergência de novas realidades económicas, históricas e sociais, pautadas pela complexidade, incerteza, aceleração e imprevisibilidade.

Objetivo:

face às exigências de adaptação psicossocial implícitas nesse contexto, o presente estudo pretendeu diferenciar a auto perceção dos trabalhadores no que concerne à sua saúde mental, em função da frequência em programas de formação profissional, quer se trate de trabalhadores em situação de emprego ou de desemprego.

Métodos:

Para o efeito, foram inquiridos 210 sujeitos. Na avaliação da autoperceção de saúde mental foi utilizada a adaptação portuguesa do General Health Questionnaire (G.H.Q.- 28).

Resultados:

os resultados evidenciaram diferenças significativas no que concerne à autoperceção de saúde mental dos trabalhadores em função da sua frequência em programas de formação profissional, mostrando melhor situação entre os que frequentam cursos, sejam homens ou mulheres (t=-4,503; p<0,001 e t=-4,737; p<0,001), empregados ou desempregados (t=-5,551; p<0,001 e t= -2,458; p<0,05). Verificou-se ainda que os trabalhadores empregados que continuaram a aderir a ofertas de formação profissional, apresentam uma auto perceção de saúde mental significativamente mais favorável (t=-5,138; p<0,001).

Conclusão:

os resultados permitem supor que o envolvimento dos trabalhadores em acções de formação profissional funciona como elemento protetor da sua saúde mental.

mercado trabalho; formação profissional; saúde mental


Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Rua Capote Valente, 710 , 05409 002 São Paulo/SP Brasil, Tel: (55 11) 3066-6076 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: rbso@fundacentro.gov.br