Sort publications by
Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, Volume: 42, Published: 2017
  • Psychometric properties of the Negative Acts Questionnaire for the detection of workplace bullying: an evaluation of the instrument with a sample of state health care workers ARTIGO

    Silva, Iracema Viterbo; Aquino, Estela M. L. de; Pinto, Isabela Cardoso de Matos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: avaliar as propriedades psicométricas do Negative Acts Questionnaire - Revised (NAQ-R), instrumento para detecção do assédio moral, e investigar a correlação entre as dimensões do assédio moral e as variáveis satisfação no trabalho e saúde autorreferida de acordo com o sexo. Métodos: estudo transversal com análise fatorial de uma amostra de 677 servidores estaduais da saúde. Os dados foram coletados por entrevista individual com o auxílio de um questionário contendo as características sociodemográficas e ocupacionais, além das 22 questões do NAQ-R. Resultados: duas dimensões, ou variáveis latentes, foram identificadas: assédio moral pessoal e assédio moral relacionado ao trabalho. A dimensão assédio moral relacionado ao trabalho esteve correlacionada, entre os homens, com saúde autorreferida (rho=0,33; p=0,02). A mesma situação com o assédio moral pessoal, que apresentou correlação com saúde autorreferida entre os homens (rho=0,39; p<0,01) e satisfação no trabalho (rho=0,28; p=0,05). Entre as mulheres, a única dimensão encontrada compatível com assédio moral pessoal correlacionou-se com satisfação no trabalho (rho=0,37; p<0,01) e saúde autorreferida (rho=0,19; p<0,01). Conclusão: o NAQ-R possui um desempenho aceitável para detectar o assédio moral no trabalho, demonstrando habilidade em identificar os atos negativos que caracterizam esse tipo de abuso.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to evaluate psychometric properties of the Negative Acts Questionnaire - Revised (NAQ-R), an instrument for detecting bullying, and to investigate the correlation between bullying dimensions and the variables job satisfaction and self-reported health according to sex. Methods: cross-sectional study with factor analysis of a sample of 677 workers from state healthcare units. Data were collected at face-to-face interviews using a questionnaire predominantly focused on the respondents’ sociodemographic and employment-related characteristics as well as the 22 NAQ-R questions. Results: two dimensions, or latent variables, were identified, namely personal bullying and work-related bullying. The work-related bullying dimension was associated with self-reported health in men (rho=0.33; p=0.02). Likewise, personal bullying was also found to be associated with self-reported health in men (rho=0.39; p<0.01) and with job satisfaction (rho=0.28; p=0.05). Among women, the only dimension found, compatible with personal bullying, was correlated with job satisfaction (rho=0.37; p<0.01) and self-reported health (rho=0.19; p<0.01). Conclusion: NAQ-R has an acceptable performance for detecting workplace bullying, proving itself capable of identifying the negative acts that characterize this type of abuse.
  • Musculoskeletal disorders in distal upper extremities among women and men: results of a study in the industry sector Artigo

    Almeida, Carolina Gomes da Silva Tolentino Gonçalves de; Fernandes, Rita de Cássia Pereira

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: estudar a associação entre distúrbios musculoesqueléticos em extremidades superiores distais (DMED) e a variável sexo na indústria de plástico. Método: estudo transversal com 577 trabalhadores. O DMED foi definido pela presença de dor nos últimos doze meses, com duração maior que uma semana ou frequência mensal, causando restrição ao trabalho ou busca por assistência médica, ou gravidade ≥ 3 (de 0 a 5), em pelo menos uma das regiões: dedos, punhos, mãos, antebraços e cotovelos. Covariáveis de interesse foram demandas físicas e psicossociais no trabalho, variáveis sociodemográficas e de estilo de vida, condicionamento físico e trabalho doméstico. Regressão logística múltipla analisou interação estatística e confundimento. Resultados: a ocorrência de DMED foi maior entre as mulheres, de forma independente das demandas ocupacionais e extralaborais testadas. Condicionamento físico foi variável de interação e demandas psicossociais, confundidora. Homens que referiram bom condicionamento físico apresentaram prevalência menor do que aqueles com mau condicionamento. Nas mulheres, estar bem condicionada fisicamente foi insuficiente para alterar substancialmente sua alta morbidade musculoesquelética. Conclusão: diferenças na exposição ocupacional são insuficientes para explicar a maior morbidade em mulheres. É necessário considerar a diversidade entre os sexos, seja socialmente determinada ou relativa à natureza biomecânica do corpo, com diferentes respostas frente às demandas do trabalho.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to study the association between musculoskeletal disorders in distal upper extremities (MSDUE) and the variable sex in the plastic industry. Method: cross-sectional study with 577 workers. The MSDUE was defined by the presence of pain in the previous twelve months, lasting for more than one week or having a monthly frequency, causing work restrictions or search for medical care, or severity ≥ 3 (from 0 to 5), in at least one of these regions: fingers, wrists, hands, forearms or elbows. Covariates of interest were: physical and psychosocial demands at work, sociodemographic and lifestyle-related variables, physical fitness and household work. Multiple logistic regression was used in order to investigate statistical interaction and presence of confounding variables. Results: MSDUE occurrence was higher among women, independently of the tested work-related and outside of work demands. Physical fitness was the interaction variable, and psychosocial demands was the confounding variable. Men who referred good physical fitness presented lower prevalence compared with those with poor physical fitness. Among women, good physical fitness was not enough to significantly reduce their high musculoskeletal morbidity. Conclusion: differences in work-related exposure do not explain the higher morbidity among women. It is necessary to consider sex differences, either socially determined or related to biomechanics, resulting in distinct responses to work demands.
  • Agentes de limpeza terceirizados: entre o ressentimento e o reconhecimento Artigo

    Gemma, Sandra Francisca Bezerra; Fuentes-Rojas, Marta; Soares, Maurílio José Barbosa

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: analisar a percepção sobre a atividade de trabalho dos agentes de limpeza terceirizados de uma faculdade pública e determinar seu índice de capacidade para o trabalho. Métodos: foram utilizadas três ferramentas - Análise Coletiva do Trabalho (ACT); Questionário Sociodemográfico de trabalho e de estilo de vida (QSD) e o Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT). Resultados/discussão: das 22 agentes de limpeza, seis apresentaram ICT Baixo e Mode­rado, o que as coloca em posição de vulnerabilidade. Para além das demandas físicas de trabalho, as queixas das agentes de limpeza se concentraram nos riscos psicossociais, especialmente relacionados ao estresse e ao assédio moral. As trabalhadoras acreditam no valor de suas atividades, mas manifestaram ressentimento pela falta de reconhecimento por parte dos gestores e usuários da instituição. Conclusão: Fica evidente a necessidade de intervir nesse contexto para a manutenção da capacidade de trabalho e das condições para viver bem destes agentes de limpeza terceirizados.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to analyze the perception of the outsourced cleaning workers from a public university on their work activity and to determine their work ability index. Method: three tools were used - Collective Work Analysis; a social-demographic, occupational and lifestyle questionnaire; and Work Ability Index (WAI). Results/discussion: from the 22 cleaning workers, six presented low and moderated WAI, which shows that they are in a vulnerable position. Besides the physical demands, the workers’ complaints were about psychosocial risks, specially related to stress and workplace bullying. Discussion: The cleaning workers believe in the quality value that their activities add to the university and expressed resentment by the lack of recognition from the managers and users of the institution. It is clear that the university needs to intervene in those work conditions so that workers can maintain their work capacity and well being.
  • Percepção dos usuários a respeito de um serviço de reabilitação profissional Artigo

    Vargas, Alessandra Carvalho; Santos, Ana Cristina Trento dos; Souza, Ruan Maicon; Silveira-Monteiro, Cristiane Aparecida

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: a Reabilitação Profissional (RP) é um programa de intervenção estruturado para desenvolver atividades terapêuticas e de profissionalização, buscando a recuperação do potencial laborativo. Objetivo: identificar a percepção e os sentimentos de trabalhadores reabilitados ou em reabilitação a respeito do processo de RP, bem como descrever o perfil de saúde e afastamento desses trabalhadores. Métodos: estudo qualitativo, descritivo, realizado em uma autarquia municipal de saneamento básico com os funcionários participantes do Programa de Reabilitação Profissional (PRP). Foram realizadas onze entrevistas utilizando um instrumento semiestruturado. Para o tratamento dos dados utilizou-se a técnica de análise temática ou categorial. Resultados: identificaram-se nas entrevistas núcleos de sentido que, ao serem agrupados por suas similaridades, permitiram a formação de quatro categorias de análise: Impacto da doença e do afastamento do trabalho; Inefetividade do Programa de Reabilitação Profissional; Percepção quanto ao retorno ao trabalho; e Relacionamento com chefias e colegas. Conclusão: na perspectiva dos participantes, o processo de reabilitação evidencia os impactos da doença e do afastamento do trabalho, e revela a inefetividade do PRP. As dificuldades no retorno ao trabalho e no relacionamento com chefias e colegas foram apontados como fatores que influenciam a readaptação laboral.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Vocational Rehabilitation (VR) is an intervention program structured to develop therapeutic and professionalization activities aiming at recoverying work ability. Objective: to identify the perceptions and feelings of rehabilitated or in rehabilitation workers about the VR process, as well as to describe their health and sick leave profiles. Methods: qualitative and descriptive study carried out with workers of a municipal basic sanitation public service, who had taken part in the Vocational Rehabilitation Program (VRP). Eleven interviews were conducted using a semi-structured instrument. The thematic or categorical analysis technique was used for data treatment. Results: we identified 4 categories of analysis: Disease and sick leave impact; Ineffectiveness of the Vocational Rehabilitation Program; Workers’ perception regarding return to work; Relationship with heads and co-workers. Conclusion: in the participants’ perspective, the rehabilitation process highlights the disease and sick leave impacts, and disclose the VRP ineffectiveness. Difficulties in returning to work and in the relationship with heads and co-workers were pointed out as factors that influence work rehabilitation.
  • Agressão física contra técnicos de enfermagem em hospitais psiquiátricos Artigo

    Vieira, Gisele Lacerda Chave

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: caracterizar os casos de agressão física contra técnicos de enfermagem em dois hospitais psiquiátricos e analisar os fatores relacionados à ocorrência desses eventos. Métodos: estudo transversal realizado com 125 técnicos de enfermagem. Foi utilizado questionário autoaplicável e pesquisa documental. Foram analisados os registros de ocorrências de agressões físicas junto ao serviço de saúde e segurança do trabalho dos hospitais. Foram calculadas frequências, médias, desvios-padrões e percentis. A associação entre a ocorrência de agressão física e as variáveis pesquisadas foi verificada por meio de regressão logística. Resultados: 96 (76,8%) participantes relataram ter passado pela experiência de agressão física. Entre estes, 94,3% referiram consequências psicológicas, 28,4% relataram lesão física. Apenas 30,3% dos respondentes afirmaram ter recebido suporte da instituição após a ocorrência. Foi identificada associação estatística significante entre agressão física e percepção de insegurança, sexo feminino e maior tempo de trabalho em instituições psiquiátricas. Também foi observado subnotificação de casos. Conclusão: a agressão física é vivenciada com alta frequência entre os técnicos de enfermagem, que relatam pouco suporte institucional e sentimentos de insegurança no ambiente de trabalho, mostrando a necessidade de instituir medidas que melhorem as condições de trabalho e previnam a violência.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to characterize cases of physical aggression against nursing technicians in two psychiatric hospitals and to analyze the factors related to the occurrence of these events. Methods: cross-sectional study, using self-administered questionnaire and documentary research involving 125 nursing technicians. We analyzed records of physical aggression occurrences from the occupational health and safety units of the hospitals and calculated variables frequencies, averages, standard deviation, and percentiles. The association between the occurrence of physical aggression and the variables studied was verified using logistic regression. Results: 96 (76.8%) participants reported having experienced physical aggression. Among those, 94.3% referenced psychological consequences and 28.4% reported physical injuries. Only 30.3% of the participants stated to have received support from the hospital after the occurrence. There was a significant statistic association between physical aggression and perception of insecurity, female gender, and longer time working in psychiatric institutions. Underreporting of cases was also observed. Conclusion: physical assault is experienced with high frequency among nursing technicians, who report little institutional support and feelings of insecurity in the workplace, showing the need to introduce measures to improve working conditions and prevent violence.
  • Occupational risks and adherence to standard precautions in intensive care nursing work: workers’ perceptions Artigo

    Nazario, Elisa Gomes; Camponogara, Silviamar; Dias, Gisele Loise

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: o trabalho em unidades de terapia intensiva proporciona grande exposição a riscos ocupacionais. Objetivos: conhecer a percepção de trabalhadores de enfermagem de terapia intensiva sobre os riscos ocupacionais a que estão expostos e sobre as Precauções-Padrão (PP) e descrever os fatores que interferem, ou não, na adesão às PP recomendadas. Método: estudo de abordagem qualitativa, descritivo exploratório, com doze trabalhadores de enfermagem de duas unidades de terapia intensiva, realizado entre julho e setembro de 2015. Foi utilizada entrevista semiestruturada e análise de conteúdo temática. Resultados: os riscos psicológicos ou emocionais, químicos, biológicos e ergonômicos foram os mais percebidos. Em relação às PP, os trabalhadores indicam que existe adesão, mas não integralmente, principalmente no uso de EPIs. Identificaram-se como fatores favoráveis à adesão das PP a disponibilização de materiais de proteção e a conscientização e, como desfavoráveis, sentimento de autoconfiança, estrutura das unidades e organização do trabalho, quantitativo de funcionários, carga de trabalho, pressa, intercorrências e tempo prolongado para diagnóstico de pacientes com doenças infectocontagiosas. Conclusão: apesar das questões pessoais envolvidas na percepção dos riscos ocupacionais e na decisão de utilizar ou não as PP, as autoras entendem que é possível potencializar os fatores que favorecem a adesão.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: working at intensive care units leads to great exposure to occupational hazards. Objectives: to know how intensive care nursing workers perceive occupational hazards and Standard Precautions (SP), as well as to describe factors that may interfere with the adherence to the recommended SP. Method: qualitative, descriptive, and exploratory study conducted between July and September 2015 involving twelve nursing workers from two intensive care units. Semi-structured interviews and thematic content analysis were used. Results: the most perceived hazards were psychological or emotional, chemical, biological, and ergonomic. Regarding SP, workers indicated that there was partial adherence, mainly when it concerned the use of PPE. We identified the availability of protective materials and the awareness as factors favoring the adhesion to SP. As unfavorable factors, feeling of self-assurance, work organization and structure of units, number of employees, workload, haste, unforeseen circumstances, and prolonged time for diagnosing patients with infectious diseases. Conclusion: despite the personal issues involved in the perception of occupational hazards and in deciding whether or not using SP, the authors understand that it is possible to enhance the factors favoring adherence.
  • Tendência na incidência de acidentes e doenças de trabalho no Brasil: aplicação do filtro Hodrick-Prescott Artigo

    Pinto, Jeronymo Marcondes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: analisar a tendência temporal da incidência de acidentes do trabalho é importante para prognósticos de longo prazo. No entanto, alterações cíclicas e sazonais, como o trabalho informal e a subnotificação dos acidentes, podem influenciar e precisam ser consideradas. O método do filtro Hodrick-Prescott (HP), utilizado para avaliar a dinâmica de variáveis macroeconômicas, pode propiciar análise mais precisa da evolução de variáveis sujeitas a essas flutuações do que métodos usualmente utilizados em epidemiologia, como o de médias móveis (MM). Objetivo: testar o filtro HP como método de extração de tendência da variável “incidência de acidentes de trabalho”. Métodos: análise comparativa entre o filtro HP e o método MM para extrair a tendência de longo prazo das variáveis acidente típico, de trajeto, doença do trabalho e total de acidentes no Brasil entre 2008 e 2013. Resultados: ambas metodologias indicaram tendências semelhantes das variáveis ao longo do período. No entanto, a análise da tendência de longo prazo pelo método MM pode ser mais afetada por flutuações de curto prazo. Conclusão: o método HP permite inferir de maneira mais consistente a tendência de médio e longo prazo da variável, o que pode torná-lo mais adequado para a definição e a gestão de políticas públicas.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: analyzing the temporal trend of occupational accidents incidence is important for long-term prognostics. However, cyclical and seasonal changes, such as informal work and the underreporting of accidents, can affect it and need to be considered. The Hodrick-Prescott (HP) filter method, used to assess the dynamics of macroeconomic variables, can provide a more precise analysis of the evolution of variables subject to these fluctuations than methods commonly used in epidemiology, such as that of moving averages (MA). Objective: to test the HP filter as trend extraction method for the variable “incidence of occupational accidents”. Methods: comparative analysis between the HP filter and the MA method to extract the long-term trend of the following variables: typical accident, commuting accident, occupational disease, and total accidents in Brazil between 2008 and 2013. Results: both methodologies indicated similar trends of the variables over the period. However, the analysis of the long-term trend by the MA method may be more affected by short-term fluctuations. Conclusion: the HP method allows to more consistently infer the medium-and long-term trend of the variable “incidence of occupational accidents”, which can make it more suitable for proposing and managing public policies.
  • Critérios de decisão para a definição de exames médicos ocupacionais em atividades críticas: proposição de modelo e exemplos de aplicação no trabalho em altura Ensaio

    Hayashide, Juliana Midori; Buschinelli, José Tarcísio Penteado

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: no Brasil, tem-se observado uma grande disparidade entre os protocolos de exames médicos utilizados para avaliar trabalhadores que exercem atividades críticas. Objetivo: propor e verificar a aplicabilidade de um modelo baseado em critérios para a tomada de decisão na definição de exames médicos ocupacionais na avaliação de aptidão de trabalhadores que executam atividades críticas de trabalho. Métodos: ensaio baseado em pesquisa bibliográfica. O modelo proposto baseia-se no princípio As Low As Reasonably Practicable (ALARP), do Health and Safety Executive (HSE). O modelo foi aplicado a duas condições clínicas que podem resultar em eventos agudos de perda de consciência e levar à queda durante o trabalho em altura, caso falhem ou não tenham sido adotadas medidas de segurança: diabetes e epilepsia. Discussão: verificou-se que o modelo proposto se mostrou aplicável para os dois exemplos analisados, oferecendo subsídios para a tomada de decisão do médico do trabalho em relação à necessidade de se investigar condições clínicas que podem ocasionar acidentes fatais durante a realização de atividades críticas de trabalho.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: in Brazil, there is a considerable disparity between medical examination protocols used to evaluate workers who carry out critical activities. Objective: to propose and verify the applicability of a model based on criteria for reaching decisions on the definition of occupational medical exams that assess the capacity of workers engaged in critical activities. Methods: essay based on bibliographic research. The proposed model is based on the ALARP (As Low As Reasonably Practicable) principle of the Health and Safety Executive (HSE). The model was applied to two clinical conditions that can result in acute events of loss of consciousness and lead to falls during work at height, if no security measure was adopted: diabetes and epilepsy. Discussion: our results showed that the proposed model was applicable for both examples analyzed, offering subsidies for the occupational physician to decide on the need to investigate clinical conditions that may lead to fatal accidents during the performance of critical activities.
  • Tragédias brasileiras contemporâneas: o caso do rompimento da barragem de rejeitos de Fundão/Samarco Ensaio

    Lacaz, Francisco Antonio de Castro; Porto, Marcelo Firpo de Sousa; Pinheiro, Tarcísio Márcio Magalhães

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: o rompimento da barragem de rejeitos de Fundão, da empresa Samarco, ocorrido em 2015, em Minas Gerais, é considerado uma das grandes e graves tragédias socioambientais do Brasil. Objetivo: discutir o episódio do rompimento da barragem, seus danos e repercussões sobre os trabalhadores e a população atingida, assim como o papel do Estado na defesa dos interesses dessas populações. Método: ensaio baseado em relatórios elaborados por órgãos oficiais, grupos acadêmicos e movimentos sociais e em notícias veiculadas pela imprensa. Discussão: os documentos indicam incapacidade do Estado para exercer seu papel como agente controlador e fiscalizador de maneira efetiva e revelam a vulnerabilidade da população atingida, esmagada por um modelo de desenvolvimento que fragiliza a organização coletiva, a representatividade social e a capacidade política de fazer valer seus direitos. As apurações sobre as responsabilidades, as ações de indenização e as medidas de recuperação dos danos socioambientais, ocupacionais e sanitários poderão não atender de forma justa e satisfatória os interesses coletivos dos trabalhadores e seus familiares, assim como de toda a população atingida, apontando para a necessidade de um amplo processo de mobilização social para recuperar a dignidade e os direitos violados por essa grave tragédia.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: the Fundão/Samarco tailings dam collapse, which took place in Minas Gerais in 2015, is considered one of the worst Brazilian socio-environmental tragedies. Objective: to discuss the dam collapse, its damage and repercussions on the affected workers and population, as well as the role of the State in defending the interests of these populations. Method: this article is based on reports by official organizations, academic groups and social movements, in addition to media news. Discussion: the documents indicate the State’s inability in effectively exercising its role as controller and inspector. They reveal the vulnerability of the affected population that is crushed by a development model that weakens their collective organization, social representation, and political capacity to claim for rights. The investigation on the responsibilities, indemnity actions, and measures for recovering environmental, occupational, and sanitary damages may not fairly and satisfactorily meet the collective interests of workers and their families, as well as those of the entire affected population. This situation points out to the need for a broad social mobilization process aimed at recovering the dignity and rights which were violated by this severe tragedy.
  • Experiência operária e ciência na luta pela saúde e a emancipação social Ensaio

    Stotz, Eduardo Navarro; Pina, Jose Augusto

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este ensaio desenvolve uma reflexão acerca da relação entre experiência operária e ciência na luta pela saúde e a emancipação social como contribuição para o campo da Saúde Coletiva/Saúde do Trabalhador. Partimos desta questão - pode haver compatibilidade entre produção capitalista e saúde? - para assinalar, na primeira seção, a resposta majoritária oferecida pelo movimento sindical brasileiro na atualidade. Na segunda e terceira seções analisamos algumas obras referidas à experiência histórica do enfrentamento do capital pelos trabalhadores, especialmente na Itália nos anos 1960-1970, para pensar, respectivamente, nas respostas à questão proposta e na relação entre teoria e prática. Depois, discutimos as contribuições e os limites do Modelo Operário Italiano de luta pela saúde para, em seguida, recuperarmos deste legado o sentido de classe na relação entre ciência e experiência. Na sexta seção, apresentamos experiências de resistência dos trabalhadores brasileiros à exploração capitalista relacionadas à luta pela saúde, com o que retomamos a questão inicial. Destacamos, na problemática apontada, os sentidos que o direito à saúde e da saúde entendida como luta da classe trabalhadora passam a assumir no âmbito da produção do conhecimento e das ações em saúde.

    Abstract in English:

    Abstract As a contribution for the field of Collective Health/Workers’ Health, this essay develops a reflection on the relationship between the working class experience and science in the struggle for health and social emancipation. We start with the question - Can capitalist production and health be compatible? - to point out, in the first part, the prevailing response offered nowadays by the Brazilian trade union movement. In the second and third sections, we analyze some studies referring to the historical experience of workers’ confrontation to capital, especially in Italy in the 1960s-1970s, to think about both the answers to the proposed question and the theory and practice relationship. Then, we discuss the contributions and limits of the Italian worker’s struggle for the Health Model. This legacy enables us to restore the meaning of class in the science and experience relationship. In the sixth part, we present experiences of the Brazilian workers’ health struggle as resistance to capitalist exploitation, and we return to the initial question. We highlight, in the pointed out problematic, the meanings of “right to health” and of health, understood as working class struggle, acquired within the spheres of knowledge production and health actions.
  • Fatores condicionantes de saúde relacionados ao trabalho de professores universitários da área da saúde: uma revisão integrativa Revisão

    Leite, Andrea Ferreira; Nogueira, Júlia Aparecida Devidé

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: sistematizar estudos que abordam o tema da saúde dos professores universitários da grande área da saúde e os fatores ocupacionais condicionantes e determinantes de saúde associados, e realizar uma reflexão sobre o tema. Métodos: revisão integrativa descritiva e analítica realizada em bases bibliográficas eletrônicas brasileiras e internacionais, baseada em estudos publicados em português e inglês entre janeiro de 2005 e março de 2016. Resultados: as buscas e as aplicações dos critérios de seleção resultaram na inclusão de vinte estudos (três teses, cinco dissertações e doze artigos). No geral, os estudos apontam que os docentes identificam como aspectos negativos à saúde as condições físicas e psicológicas de trabalho e, como aspectos promotores da saúde, a satisfação com a profissão, envolvendo a produção e o compartilhamento sistematizado de saberes, e o impacto social que suas atividades promovem dentro e fora do ambiente de trabalho. Conclusão: evidências da percepção de docentes universitários da grande área da saúde sobre os seus próprios processos de saúde e adoecimento no trabalho apontam que as esferas pessoais, sociais e institucionais devem atuar conjuntamente para atender as complexas necessidades contemporâneas em saúde.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to systematize studies that address the occupational determinants of health of university health professors. Methods: descriptive and analytical integrative review conducted in Brazilian and international electronic databases, based on studies published in Portuguese and English between January 2005 and March 2016. Results: application of the selection criteria resulted in the inclusion of twenty studies (three master dissertations, five doctoral theses and twelve articles). Predominantly, the studies pointed out that professors identify physical and psychological working conditions as negative aspects to health and, as health promoting aspects, the satisfaction with their profession - involving production and systematized sharing of knowledge - and the social impacts that their activities exert in and outside their workplace. Conclusion: evidences of health professors’ perception on their own processes of health and illness at work indicate that personal, social and institutional spheres should work together to meet the contemporary complex health needs.
  • Atividade coletiva na redução da carga de trabalho: uma articulação entre regulações quentes e frias Relato de Experiência

    Rocha, Raoni

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: a organização do trabalho não deve ser vista somente como a estrutura organizacional, mas deve considerar também a dinâmica configurada pelas interações entre os trabalhadores. Objetivo: apresentar os tipos de regulações desenvolvidas coletivamente por operadores de uma indústria de bebidas e desvelar como elas contribuem para a redução da carga de trabalho. Métodos: intervenção ergonômica realizada em ambiente industrial. Os procedimentos adotados foram qualitativos, combinando observações da atividade, entrevistas e técnicas de confrontação. Resultados: as principais estratégias dos trabalhadores para lidar com a sobrecarga de trabalho foram modificar a rotação de postos de trabalho, adotar um conjunto de regulações que buscam reduzir o tempo de trabalho nas tarefas consideradas mais penosas, cooperar com os colegas e buscar períodos de pausa na atividade. Conclusão: uma atividade coletiva pode ser considerada como uma articulação entre regulações quentes - ou as estratégias desenvolvidas pelos operadores na situação de trabalho - e regulações frias - ou a produção de regras e ferramentas de gestão pelos gestores da empresa. Por meio de um caso prático, foi possível verificar a necessidade de se partir das práticas de trabalho para estabelecer regras pertinentes, e não o inverso.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: work organization should not be seen only as the organizational structure, but it should also consider the dynamics shaped by interactions among workers. Objective: to present regulations collectively developed by workers of a beverage industry and reveal how these regulations contribute to work overload reduction. Methods: ergonomic intervention, carried out in an industrial environment. The adopted procedures were qualitative, combining work observations, interviews and confrontation techniques. Results: workers’ main strategies to deal with work overload were to change the turning of work stations, to adopt a set of regulations aimed at reducing the work time spent on tasks considered more arduous, to cooperate with co-workers and to seek break times in the activities. Conclusion: a collective activity can be considered as a link between warm regulations - or the strategies developed by operators in work situations - and cold regulations - the managerial rules and tools produced by the company’s managers. Through a practical case, it was possible to verify that it is necessary to start from working practices to establish pertinent rules, and not the other way around.
Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Rua Capote Valente, 710 , 05409 002 São Paulo/SP Brasil, Tel: (55 11) 3066-6076 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: rbso@fundacentro.gov.br