• A saúde do trabalhador e o enfrentamento da COVID-19 Editorial

    Fiho, José Marçal Jackson; Assunção, Ada Ávila; Algranti, Eduardo; Garcia, Eduardo Garcia; Saito, Cézar Akiyoshi; Maeno, Maria
  • Challenges and paradoxes of the return to work amidst the COVID-19 pandemic Editorial

    Jackson, José Marçal; Algranti, Eduardo
  • Distúrbio de voz: reconhecimento revogado junto com a nova lista de doenças relacionadas ao trabalho Editorial

    Masson, Maria Lúcia Vaz; Ferreira, Léslie Piccolotto; Giannini, Susana Pimentel Pinto; Souza, Márcia Tiveron de; Maeno, Maria; Gândara, Mara Edwirges Rocha; Sousa, Flávia Nogueira e Ferreira de
  • Oficinas em saúde do trabalhador: ação educativa e produção dialógica de conhecimento sobre trabalho docente em universidade pública Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador/Artigo

    Souza, Kátia Reis de; Rodrigues, Andréa Maria dos Santos; Santos, Maria Blandina Marques dos; Felix, Eliana Guimarães; Barbosa, Regina Helena Simões; Fernandez, Verônica Silva; Barros, Walcyr de Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: analisar a abordagem metodológica “Oficinas em saúde do trabalhador” e seus resultados acerca das relações entre trabalho docente e saúde em universidade pública. Métodos: pesquisa social de caráter qualitativo e de natureza pedagógica e participativa. “Oficinas em saúde do trabalhador” são espaços onde trabalhadores e pesquisadores discutem temas de trabalho relacionados à saúde, pautados em investigação participativa e pedagogia freireana e em fundamentos do campo da Saúde do Trabalhador, principalmente o modelo operário de conhecimento e a teoria de Gramsci. Foram realizadas quatro reuniões com oito docentes pertencentes ao mesmo instituto de uma universidade federal localizada no estado do Rio de Janeiro. Resultados: no plano epistemológico, analisaram-se importantes temas acerca do trabalho e da saúde docentes, sendo eles: precarização da infraestrutura universitária e as condições de trabalho docente; relações coletivas e conflitos; sentidos e ambivalência do trabalho docente; queixas de saúde e intensificação do trabalho. Conclusão: este estudo possibilitou o desenvolvimento de abordagem metodológica de caráter dialógico e participativo. Embora o estudo esteja circunscrito a um pequeno grupo, o método propiciou identificar e analisar importantes aspectos do trabalho e da saúde docente que constatam transformações no trabalho em universidade, apontando para a necessidade de estudos de maior alcance.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to analyze the methodological approach “Workshops on workers’ health” and its results regarding the relationship between health and teaching in public universities. Methods: social study of qualitative, pedagogical and participatory approach. “Workshops on workers’ health” are spaces where workers and researchers discuss the work and health relation in accordance with participative research, Freire’s pedagogy and Workers’ Health concepts, especially the Workers’ Model of Knowledge and Gramsci’s theory. Four meetings were held with eight professors of the same institute in a federal university situated in the state of Rio de Janeiro, Brazil. Results: epistemologically, important subjects concerning the work and health of teachers were analyzed, namely: university infrastructure precarization and teaching work conditions; collective relations and conflicts; teacher work meanings and ambivalence; health complaints and work intensification. Conclusion: this study enabled the development of a dialogical and participatory methodological approach. Although this study was limited to a small group, the method enabled the identification and analysis of important aspects of work and health of teaching at the university, showing the transformations in university work and indicating the need for studies of larger scope.
  • Apoio matricial na saúde do trabalhador no Paraná: potencialidades e desafios Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador/Artigo

    Navarro, Amanda de Paula Boni; Signorelli, Marcos Claudio; Albuquerque, Guilherme Souza Cavalcanti de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: as atribuições dos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) estão em discussão em âmbito nacional quanto aos processos de apoio de implementação das ações de Saúde do Trabalhador no Sistema Único de Saúde (SUS). Por meio do Apoio Matricial (AM), aponta-se uma nova competência a estes equipamentos, com vistas a superar a fragmentação da Rede Nacional de Atenção Integral a Saúde do Trabalhador (Renast). Objetivo: analisar as ações de AM em Saúde do Trabalhador (ST) desenvolvidas no âmbito da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná por meio dos Cerest. Métodos: estudo descritivo-exploratório, com abordagem qualitativa, realizado em 2016. Utilizou-se formulário eletrônico para entrevistas semiestruturadas com 35 participantes das atividades de AM em ST do estado e análise de conteúdo das informações levantadas. Resultados: verificou-se que o AM apresenta potencialidades evidenciadas pelo incremento da relação dialógica entre matriciadores e matriciados, proporcionando maior vínculo e apropriação das características dos territórios no estado. Discussão: as dificuldades identificadas consistiram na quantidade e formação das equipes, que limitam a apropriação dos pressupostos teóricos da Saúde do Trabalhador e a efetiva instituição do AM.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: the duties of the Occupational Health Reference Centers (Cerest) are under discussion in Brazil regarding the support processes for the implementation of Occupational Health actions in the Unified Health System (SUS). The Matrix Support (MS) project provides a new competence to these units in order to overcome the fragmentation of the Brazilian Network of Integral Care to Workers’ Health (Renast). Objective: to analyze the MS actions in Occupational Health (OH) developed by Cerest units within the scope of the Health Department of the state of Paraná, Brazil. Methods: a descriptive, exploratory, and qualitative approach was conducted in 2016. The study applied an electronic form for semi-structured interviews with 35 participants of MS activities in OH and content analysis of the information collected. Results: the improved dialogical relationship between matrix-assistants and matrix-assisted evidenced the MS potentiality providing a greater bond and appropriation of the characteristics of the state territories. Discussion: the difficulties identified consisted of the number and constitution of the teams, which limits the appropriation of theoretical assumptions of OH and the effective MS implementation.
  • Uso de redes sociais virtuais na vigilância da violência no trabalho sofrida por agentes comunitários de saúde Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador/Artigo

    Medeiros, Alba Regina Silva; Arruda, Simone Cristina de; Pignatti, Marta Gislene; Leão, Luís Henrique da Costa; Minayo, Maria Cecilia de Souza

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: os agentes comunitários de saúde (ACS) são duplamente expostos à violência no trabalho por desenvolverem suas atividades na rua e dentro do domicílio dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Objetivos: identificar casos de violência no trabalho de ACS expressos em uma rede social de convivência virtual, e analisar o uso dessa mídia como fonte estratégica para a vigilância em saúde do trabalhador. Métodos: foram levantadas informações nos sistemas oficiais do Ministério da Saúde e em jornais on-line, postados na fanpage específica da categoria no Facebook, de 2013 a meados de 2017. Resultados: não foram encontrados casos oficialmente notificados pelo Ministério da Saúde (MS), porém encontramos nove registros de violência na fanpage: tentativa de estupro, homicídio, agressão física, assalto, discriminação, ameaça de morte e agressão com arma de fogo. Conclusão: verificou-se o registro de ocorrências de violência no trabalho dos ACS na rede social virtual, indicando novas possibilidades e contextos de expressão de demandas e de comunicação de riscos e agravos à saúde do trabalhador. A fonte mostrou bom potencial para ser utilizada como mecanismo de vigilância à saúde do trabalhador, com ênfase às atitudes desses profissionais frente às violências sofridas e estratégias para seu enfrentamento.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: community health workers (CHW) are exposed to violence at work twice as much since they work on the streets and visit households in the communities served by the Brazilian Unified Health System. Objectives: to identify cases of violence at work experienced by CHW and revealed in a social network, as well as analyze the use of this media as a strategic source for worker’s health surveillance. Methods: information from the official systems of the Brazilian Health Ministry (HM) and from news posted on the CHW’s Facebook fanpage from 2013 to mid-2017. Results: we found no cases officially reported by the HM. However, nine records of violence were found on the fanpage: rape attempt, murder, physical violence, robbery, discrimination, death threat and firearm assault. Conclusion: using the social network as a source of information on the violence at work experienced by CHW shows a new context and possibility to identify demands and communicate injuries and occupational hazards. This source showed good potential to be used in worker’s health surveillance with emphasis on CHW’s attitudes towards the violence they experience and the strategies they adopt to face it.
  • Intervenção integrada em saúde mental do trabalhador em uma corporação policial de Campo Grande (MS) Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador/Artigo

    Guimarães, Liliana Andolpho Magalhães; Laudelino, Alessandra; Massuda, João

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: transtornos mentais relacionados ao trabalho têm gerado crescente impacto econômico e social. A Organização Mundial da Saúde recomenda intervenções integradas no local de trabalho para lidar com os fatores que repercutem na saúde mental, visando a proposição de medidas preventivas mais efetivas. Objetivos: descrever e analisar uma intervenção integrada em saúde mental do trabalhador. Métodos: estudo descritivo-analítico de experiência profissional de atendimento psicológico em programa integrado de saúde mental do trabalhador em uma corporação de policiais rodoviários federais, em Campo Grande (MS). Resultados: o trabalho desenvolvido pode ter contribuído para reduzir o número de afastamentos por transtorno mental e os dias de afastamento do trabalho. Conclusão: a atuação integrada do serviço de atendimento ao trabalhador propiciou um momento de escuta, aprendizado e pertencimento que possivelmente repercutiu na redução do absenteísmo por doença.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: work-related mental illnesses have increasingly caused social and economical impact. The World Health Organization recommends integrated intervention aiming at implementig more effective prevention measures at workplace. Objective: to describe and analyze an integrated intervention in workers’ mental health. Methods: descriptive/analytical study on an experience of psychological treatment administered in a workers’ mental health integrated program held within a federal highway police corporation, in Campo Grande, MS, Brazil. Results: the measures adopted contributed to reduce sick leaves due to mental/behavioral disorders as well as the number of lost work days. Conclusion: the integrated measures offered to the workers a chance to learn, to be involved and listened, which possibly led to reduction in sick leaves.
  • Desafios e oportunidades para a formação em Saúde do Trabalhador na Atenção Básica à Saúde: subsídios para estratégias de intervenção Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador/Artigo

    Camara, Erika Amorim Raposo da; Belo, Mariana Soares da Silva Peixoto; Peres, Frederico

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: identificar e analisar os principais desafios e oportunidades relacionados à formação de trabalhadores e profissionais da saúde, no que tange a perspectiva de incorporação das ações de saúde do trabalhador no âmbito da Atenção Básica. Métodos: estudo exploratório-descritivo, baseado na revisão de artigos e documentos de acesso público que subsidiaram a construção de matrizes SWOT (do inglês strengths, weaknesses, opportunities e threats) para as interfaces entre os campos da Saúde do Trabalhador, Atenção Básica e Gestão de Serviços e Programas de Saúde. Resultados: a análise dos dados evidenciou desafios e oportunidades para a formação de trabalhadores em quatro áreas de interface dos referidos campos, cada qual com demandas específicas, desde a formação acadêmica (ênfase nos mestrados acadêmicos e doutorados) até a formação em serviços (ênfase nas residências multiprofissionais e mestrados profissionais). Discussão: a partir da análise dos campos de interface evidenciados, espera-se contribuir para o desenvolvimento de programas que considerem a centralidade dos determinantes sociais e ambientais das relações saúde-trabalho e que contemple a diversidade de modalidades formativas adequadas para o fortalecimento das estratégias de intervenção em Saúde do Trabalhador no SUS.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to identify and analyze the main challenges and opportunities for health workers’ training, regarding the inclusion of occupational health policies within the scope of Primary Health Care. Methods: exploratory-descriptive study, based on a review of public documents and scientific articles that supported the construction of SWOT matrices, aiming at highlighting the interfaces between the fields of Occupational Health, Primary Health Care, Management of Health Services and Health Programs. Results: data analysis evinced challenges and opportunities for health workers’ training in the four fields interface, each of them with specific demands, from academic education (emphasis on masters and doctorate degrees) to Services training (emphasis on multi-professional residences and professional masters programs). Discussion: based on the fields interface analysis, this study may contribute to the design of intervention strategies that take into account the centrality of the health-work relations social and environmental determinants, as well as to focus on appropriated training approaches for strengthening occupational health intervention strategies in the Brazilian Public Health System (SUS).
  • Avaliação da implantação do Protocolo de Vigilância e Atenção à Saúde de ex-trabalhadores e da população expostos a chumbo, cádmio, cobre e zinco em Santo Amaro, Bahia, Brasil Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador/Artigo

    Machado, Louise Oliveira Ramos; Rego, Rita Franco; Silva, Gerluce Alves; Müller, Juliana dos Santos; Falcão, Ila Rocha

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: aferir o grau de implantação do Protocolo de Vigilância e Atenção à Saúde de ex-trabalhadores e da população expostos a chumbo, cádmio, cobre e zinco em Santo Amaro, Bahia, no período de 2010 a 2015. Métodos: foram elaborados modelo lógico de avaliação e instrumentos de coleta de dados a fim de avaliar a estrutura, o processo e o resultado da implantação do Protocolo. O método Delphi adaptado foi utilizado como técnica de consenso para garantir a validade do conteúdo e da matriz de julgamento. Resultados: o escore final da avaliação foi de 22,3%, considerado insatisfatório, segundo a escala adotada. A “estrutura” obteve 38 pontos do total de 100; o “processo”, baseado na dimensão “organização e execução das atividades previstas no Protocolo”, obteve 25 pontos de 100; e a abordagem “resultados” alcançou 4 pontos de 100. Apenas 2,5% da população prevista pelo Protocolo teve as fichas de atendimento preenchidas, porém com falhas no atendimento, na realização de exames e nas notificações ao Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Conclusão: o processo de implantação do Protocolo necessita de maior empenho da gestão pública de saúde, e de melhoria na infraestrutura, nas estratégias de orientação das equipes de saúde e na participação do usuário.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to assess the implementation of the Surveillance and Health Care Protocol for former workers and population exposed to lead, cadmium, copper and zinc in Santo Amaro, Bahia, between 2010 and 2015. Methods: we designed a logical evaluation model and data collection instruments to assess the structure, process and results of the protocol implementation. We used the adapted Delphi method as a consensus technique to ensure the validity of content and the judgment matrix. Results: the evaluation final score was 22.3%, considered not satisfactory according to the adopted scale. The “structure” rendered 38 points out of 100; the “process” (related to the dimension “organization and execution of the activities foreseen by the protocol”) rendered 25 points out of 100; and “results” rendered 4 points out of 100. Only 2.5% of the Protocol covered population had assistance forms filled. Moreover, there were failures in attendance, exams and notifications to the Sistema de Informação de Agravos de Notificação [National Disease Notification System]. Conclusion: the protocol implementation process needs greater commitment from the public health management, improved infrastructure, and better strategies for health care teams and for the population participation.
  • O olhar da equipe de enfermagem sobre o trabalho em uma unidade neonatal: uma intervenção com foco na atividade Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador/Artigo

    Pontes, Karla de Araújo do Espírito Santo; Oliveira, Simone Santos; Gomes, Luciana; Rotenberg, Lúcia

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: analisar as relações entre trabalho e saúde em equipe de enfermagem de uma unidade neonatal, numa perspectiva de compreender para transformar. Métodos: pesquisa-intervenção utilizando princípios da Ergologia e da Psicodinâmica do Trabalho para compreender e analisar a atividade de trabalho. Resultados: as adversidades relacionadas às condições de trabalho na unidade neonatal envolviam questões ambientais, relacionais e organizacionais incluindo a superlotação, o cuidado da criança com doenças crônicas, dificuldades no trabalho em equipe, ausência de reconhecimento profissional e ambiente de trabalho inadequado. Contudo, os trabalhadores de enfermagem conseguem estabelecer estratégias para lidar com as adversidades e desenvolver suas atividades de modo a produzir o cuidado com os pacientes. Discussão: a pesquisa-intervenção permitiu identificar os limites impostos pelas condições de trabalho e conhecer as estratégias utilizadas para a realização da atividade. A compreensão da história e do saber de cada trabalhador, no desenvolvimento da atividade, favorece tanto o reconhecimento do próprio trabalhador no investimento que faz para desenvolver a sua atividade de trabalho, quanto fortalece sua identidade pessoal, profissional e social, possibilitando, assim, a construção do sentido do trabalho.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to analyze the work and health relations in the nursing team of a neonatal unit aiming at understanding and improving these relationships. Methods: intervention research following principles of Ergology and Psychodynamics of Work to understand and analyze the work activity. Results: the adversities associated with working conditions in the neonatal unit involved environmental, relational and organizational matters, including overcrowding, healthcare of children with chronic diseases, difficulties to work as a team, lack of professional acknowledgement and inappropriate workplace. Nevertheless, the nursing professionals managed to adopt strategies to endure such adversities and go on caring for their patients. Discussion: the intervention research made it possible to identify the limits imposed by such working conditions, as well as the strategies adopted to overcome them. Understanding the history and knowledge of each worker, that makes the activity feasible, favors the recognition of the workers themselves in their efforts to be engaged, and strengthens their personal, professional and social identity, which enables constructing the meaning of work.
  • A negociação coletiva e as possibilidades de intervenção nas situações de risco à saúde no trabalho Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador/Ensaio

    Cardoso, Ana Claudia Moreira; Lima, Claudia Rejane de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: neste ensaio, a negociação coletiva é vista como um processo político no qual os diferentes e desiguais atores sociais definem parâmetros para as relações de trabalho. Objetivo: discutir possibilidades e limites da negociação coletiva para modificar as situações de riscos à saúde dos trabalhadores, considerando aspectos sociais, políticos e econômicos. Métodos: analisamos a negociação coletiva no Brasil sobre a temática da saúde do trabalhador, incluindo temas como inovação tecnológica, intensidade, assédio moral organizacional e teletrabalho. Foram estudados acordos e convenções coletivas negociados entre os anos de 2010 e 2014, registrados no Sistema de Acompanhamento de Contratações Coletivas do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Sacc-Dieese). Entre 2010 e 2012, tomamos por base estudos já realizados, a partir dessa mesma fonte, e para anos de 2013 e 2014, analisamos a partir de acesso direto a esse sistema. Resultados: embora tenham sido identificadas cláusulas inovadoras, grande parte das outras reproduz parâmetros previstos na legislação, com alcance limitado para modificar as condições adoecedoras. Conclusão: a aprovação da Lei nº 13.467/2017, aa chamada “reforma trabalhista”, sob a premissa de uma relação entre “iguais”, poderá resultar na desconstrução da proteção social do trabalho e na subestimação dos riscos e do sofrimento humano.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: this paper accounts for collective bargaining as a political process in which differing and unequal social actors define parameters for work relations. Objective: to discuss the possibilities and limits of collective bargaining for modifying situations of workers’ health risks, considering its social, political and economical aspects. Methods: we analyze collective bargaining related to workers’ health in Brazil, including subjects like tecnological innovation, intensity, moral organizational harassment, and home office. We verified collective agreements negotiated between 2010 and 2014 recorded on the Sistema de Acompanhamento de Contratações Coletivas do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socio-econômicos (Sacc-Dieese). Analysis of studies based on Sacc-Dieese were conducted between 2010 and 2012, whereas direct access to this system was used for the period between 2013 and 2014. Results: although innovative clauses have been found, most clauses reproduce parameters established by law, which are limited in modifying conditions that lead to sickness. Conclusion: the approval of Law No. 13.467/2017, called “Brazil Labor Reform”, under the false premise of agreements between “equals”, can result in the deconstruction of social protection laws and the underestimation of health risks and human suffering.
  • Ação interinstitucional e participação social na atuação da Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora: relato de caso Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador/Relato de Experiência

    Steffani, Jovani Antônio; Wames, Marisa Magali Maieski; Eichwald, Tuany; Dallacosta, Fabiana Meneghetti; Rossoni, Carina; Cetolin, Sirlei Favero

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: socializar as estratégias desenvolvidas pela Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (CISTT) do município de Joaçaba/SC, Brasil, entre os anos de 2012 e 2017. Métodos: relato de experiência com base em levantamento e análise documental de atas e relatórios da CISTT, matérias jornalísticas e sites de instituições públicas e de sindicatos. Resultados: diálogos e interação com a comunidade a respeito do tema de saúde do trabalhador (ST) por meio de promoção de seminários temáticos sobre trabalho e saúde, concurso e exposição de fotografias, concurso de redação e desenhos, publicação de livro, criação de lei municipal, implantação do sistema de Vigilância em Saúde do Trabalhador e discussão, proposição e acompanhamento de políticas públicas na área de ST. Conclusão: apesar das dificuldades e facilidades institucionais características de um município de pequeno porte, as atividades adotadas na implementação da CISTT se configuram como uma estratégia importante para a promoção da saúde no campo da ST.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to socialize the strategies developed by the Intersectoral Commission on Worker’s Health (CISTT) of the municipality of Joaçaba/SC, Brazil, from 2012 to 2017. Methods: experience report based on documentary survey and analysis of CISTT’s minutes and reports, newspaper articles and websites of public institutions and trade unions. Results: dialogues and interaction with the community through the promotion of thematic seminars on work and health; photo contest and exhibition; writing and drawing contest; book publishing; municipal law proposal and approval; implementation of the Occupational Health Surveillance System; discussion, proposition and monitoring of occupational health policies. Conclusion: despite the institutional difficulties and simplicities that are characteristic of small municipalities in Brazil, the activities adopted in CISTT implementation constitute an important strategy for worker´s health promotion.
  • Reflexões sobre a relação trabalho-saúde de crianças e adolescentes: um espaço de intervenção na formação em Saúde do Trabalhador Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador/Relato de Experiência

    Aguiar, Valdinei Santos de; Vasconcellos, Luiz Carlos Fadel de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: o trabalho infantil é um problema mundial de enormes proporções e com graves consequências sociais. Objetivos: refletir sobre limites e possibilidades do campo da Saúde do Trabalhador (ST) no combate ao trabalho infantil. Métodos: realização de oficina em seminário de formação continuada de multiplicadores de Vigilância em Saúde do Trabalhador (Visat) em 2017, na cidade do Rio de Janeiro, com 25 profissionais de ST de vários estados do Brasil. Resultados: o estudo evidenciou a complexidade do tema e a dificuldade para identificar casos de trabalho infantil, assim como dúvidas quanto a encaminhamentos e procedimentos a serem adotados. Diante disso, constatou-se a necessidade de ampliação da atuação da ST junto às equipes de Atenção Básica em Saúde e de Saúde da Família. Conclusão: intervenções abordando a relação infância/trabalho/saúde nos espaços de formação de profissionais de vigilância, educação e atenção à saúde são potencialmente enriquecedoras. O campo da ST pode trazer à luz aspectos não considerados das situações de trabalho infantil. É, portanto, potencialmente apto a ampliar as possibilidades de atenção à saúde de crianças e adolescentes em situação de trabalho e, consequentemente, contribuir com o combate à exploração do trabalho infantil.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: child labor is a worldwide problem of enormous proportions and with serious social consequences. Objectives: to reflect about limits and possibilities of the Worker’s Health field in the struggle against child labor. Methods: workshop conducted in a training seminar for Worker’s Health Surveillance multipliers in 2017, in the city of Rio de Janeiro, with 25 professionals from many states of Brazil. Results: the study showed the theme complexity and the difficulty in identifying child labor cases, as well as doubts regarding referrals and procedures to be adopted. It was also noted the need to improve the performance of the Worker’s Health actions together with the teams of Primary Health Care and Family Health. Conclusion: interventions addressing the childhood / work / health relationship during professional training activities in health education, surveillance, and health care are potentially enriching. The field of Worker’s Health can elucidate some aspects not considered in child labor situations. Therefore, it is potentially able to expand the possibilities of health care for children and adolescents in work situations and, consequently, contribute to the struggle against the exploitation of child labor.
  • Implantação de ações de reabilitação funcional em uma instituição federal de ensino superior Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador/Relato de Experiência

    Macedo, Danielle Constância Felício; Martins-Silva, Priscilla de Oliveira; Fantini, Adriana Judith Esteves; Machado, Cíntia Yuri Soga Bomfim; Lima, Fabíola de Oliveira; Lacerda, Geraldo Alves; Souza, Mariana Angélica Peixoto de; Toledo, Patrícia de Rizzo; Ribeiro, Suzan Caroline Such

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: a reabilitação funcional (RF) se apresenta como um elo entre os cuidados de saúde e as demandas do contexto laboral e envolve, necessariamente, intervenções no contexto de trabalho. Objetivo: apresentar a implantação de ações de RF em uma instituição federal de ensino superior (Ifes) da região Sudeste. Métodos: são descritos o processo de definição teórico-metodológico, a problematização dos princípios versados na legislação vigente, os critérios e procedimentos aplicados na RF, as possibilidades e os limites do contexto institucional. São analisados os resultados do programa no primeiro ano de implantação da RF, por meio de avaliação de casos de trabalhadores reinseridos. Resultados: as ações de RF foram oferecidas para nove casos-piloto direcionados para a equipe e distribuídas entre seus membros. No primeiro ano do programa, 2016, após a implantação de ações de RF, foi observada redução de 37% no percentual médio do número de dias de afastamento do trabalho, comparada aos afastamentos do ano anterior. Conclusão: é importante elaborar diretrizes políticas que melhor definam o escopo conceitual e epistemológico da RF, refletidas na legislação, e que apresentem possibilidades teórico-metodológicas para viabilizar a implantação de serviços de RF nas Ifes.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: functional rehabilitation (FR) is a link between healthcare and work demands, and necessarily leads to intervention in the working context. Objective: to present the implementation of FR measures in a federal university from the Southeast region of Brazil. Methods: we described the FR theoretical-methodological definition, the principles included in the current legislation, the criteria and procedures applied to FR as well as its institutional possibilities and limitations. We evaluated the results of the first year of FR implementation, 2016, by analyzing cases of returning to work. Results: FR measures were provided to nine pilot cases. After the first year, there was a reduction of 37% in sick leave, compared to the previous year. Conclusion: it is important to formulate policies and legislation that better define the FR conceptual/epistemological scope and present theoretical/methodological framework for enabling the implementation of FR services in federal universities.
  • Frontline losses: absenteeism among firefighters during the fight against the COVID-19 pandemic Dossiê COVID-19 e Saúde do Trabalhador/Artigo

    Lima, Eduardo de Paula; Vasconcelos, Alina Gomide; Corrêa, Luciane Rugani Teles; Batista, Andréia Geraldo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivos: descrever o absenteísmo relacionado a casos suspeitos (com infecção respiratória aguda) e confirmados da COVID-19 e a outros diagnósticos entre bombeiros de Minas Gerais, Brasil. Métodos: foram analisados os registros oficiais sobre afastamento do trabalho por problemas de saúde (licença-saúde). A análise foi organizada em: 1) gráficos estratificados por grupo de diagnóstico; 2) análises descritivas da proporção de licenças-saúde e do percentual de dias de trabalho perdidos por infecção respiratória aguda; 3) comparação (qui-quadrado) da proporção de licenças-saúde e do percentual de dias de trabalho perdidos por infecção respiratória aguda e por outros diagnósticos entre 2019 e 2020. Resultados: a análise gráfica mostrou um padrão regular de licenças-saúde antes do início da pandemia, um pico de licenças-saúde por infecção respiratória aguda após o início da pandemia e um novo padrão de licenças-saúde após o período de pico. A proporção de licenças-saúde e o percentual de dias de trabalho perdidos por infecção respiratória aguda aumentaram, respectivamente, 312% e 580% em 2020. Em contraste, o percentual de dias de trabalho perdidos por outros diagnósticos diminuiu 16%. Conclusão: a mudança no perfil de absenteísmo entre bombeiros reflete o vínculo formal de emprego, as políticas institucionais e a percepção de risco sobre a COVID-19.

    Abstract in English:

    Abstract Objectives: to describe absenteeism related to suspected (acute respiratory infection cases) and confirmed cases of COVID-19 and other diagnoses among firefighters in Minas Gerais, Brazil. Methods: we analyzed official records of sick leave due to health problems. The analysis was organized into: 1) graphs stratified by diagnostic group; 2) descriptive analyses of proportion of sick leave and percentage of working days lost due to acute respiratory infection; Chi-squared comparison of proportion of sick leave and percentage of working days lost due to acute respiratory infection, and other diagnoses, between 2019 and 2020. Results: the graphical analysis showed a regular sick leave pattern before the onset of the pandemic, a peak in sick leave due to acute respiratory infection after the onset of the pandemic, and a new sick leave pattern after the peak period. The proportion of sick leave and the percentage of working days lost due to acute respiratory infection increased by 312% and 580% in 2020, respectively. In contrast, the percentage of working days lost due to other diagnoses decreased by 16%. Conclusion: the change in the absenteeism profile among firefighters reflects formal employment contract, institutional policies and risk perception about COVID-19.
  • A justiça não pode parar?! Os impactos da COVID-19 na trajetória da política de teletrabalho do Judiciário Federal Dossiê COVID-19 e Saúde do Trabalhador/Artigo

    Antunes, Evelise Dias; Fischer, Frida Marina

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: o teletrabalho tornou-se um recurso necessário diante da crise de emergência em saúde pública causada pelo novo Coronavírus (Sars-CoV-2). Objetivo: analisar a trajetória da regulamentação do teletrabalho no Setor Judiciário Federal e como foi impactada pela pandemia da COVID-19. Métodos: estudo descritivo com base em resoluções que regulamentaram o teletrabalho na Justiça Federal. Resultados: o teletrabalho foi iniciado no Judiciário Federal em 2013, quando o Tribunal da 4ª Região publicou a primeira resolução a respeito. Em 2016, o Conselho Nacional de Justiça o regulamentou nacionalmente e cada Tribunal emitiu normativas complementares. Diante da pandemia, para não paralisar suas atividades devido ao isolamento e ao distanciamento social, o Judiciário Federal rapidamente estabeleceu o teletrabalho integral e compulsório a todos os magistrados, servidores e estagiários, porém com a adoção de diferentes metas e ações pelos tribunais. Aspectos ambientais, individuais e familiares, da organização e da natureza do trabalho devem ser observados na implementação do teletrabalho. Conclusão: os resultados sugerem que os desafios da realização do teletrabalho durante a crise devem contribuir para análise e aperfeiçoamento das normas, metas e políticas públicas vigentes em teletrabalho no Judiciário e nos demais setores, assim como para o entendimento e prevenção dos seus impactos à saúde dos trabalhadores e trabalhadoras.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: working remotely has become a necessary resource in face of the public health emergency crisis caused by the new Coronavirus (Sars-CoV-2). Objective: to analyze the trajectory of remote working regulation in the Brazilian Federal Judiciary and how the COVID-19 pandemic outbreak affected that process. Methods: descriptive study based on the federal judiciary teleworking regulations. Results: the federal judicial system started to adopt teleworking in 2013, when the Forth Region Court published the first resolution on this topic. In 2016, the National Council of Justice regulated it nationally and each Court issued additional regulations. Due to the pandemic and aiming at keeping its activities during lockdown and social distancing measures, the Federal Judiciary quickly established full and compulsory remote working to all magistrates, civil workers and trainees. However, each court adopted different goals and took distinct actions. Individual and family aspects, as well as work environment, organization and nature were considered for the teleworking implementation. Conclusion: the results suggest that the challenges of remote working during the pandemic crisis should contribute to the analysis and improvement of current regulations, goals and public policies, whether in the Judiciary or in all other sectors, as well as to understand and prevent their impacts on workers’ health.
  • Proteção da saúde dos trabalhadores da saúde em tempos de COVID-19 e respostas à pandemia Dossiê COVID-19 e Saúde do Trabalhador/Ensaio

    Almeida, Ildeberto Muniz de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: discutir desafios para a elaboração e implementação de planos de resposta e prontidão estratégica contra a COVID-19. Métodos: partindo de recomendações da Organização Mundial da Saúde, que enfatiza três grupos de objetivos a serem buscados nesses planos, defende-se a inclusão do tema da proteção à saúde dos trabalhadores da Saúde no âmbito de seu terceiro objetivo: “Minimizar o impacto da epidemia sobre sistemas de saúde”. Discussão: a ênfase dada ao uso de EPI, medidas de etiqueta social e higiene é discutida como potencialmente minimizadora da importância de medidas de controle de engenharia e de controles administrativos para a prevenção da doença. Destaque é dado à necessidade de treinamentos que formem trabalhadores para o reconhecimento de situações de risco associadas às dificuldades das novas atividades surgidas na pandemia, com ênfase em novas interações entre colegas e entre trabalhadores, assim como em novos instrumentos e contextos dela decorrentes. Os custos a serem pagos na forma de impactos na saúde dos trabalhadores tendem a crescer em contextos de degradação de situações de trabalho associados à rápida evolução da doença. Um dos desafios dos programas de resposta é o de reconhecer e responder com rapidez às mudanças que criam novos riscos.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to discuss challenges for developing and implementing response and strategic readiness plans against COVID-19. Methods: based on the World Health Organization recommendations, which emphasizes three groups of objectives to be pursued, we advocate including the topic of health protection for health workers within the scope of its third objective: “Minimize the impact of the epidemic on health systems.” Discussion: the central argument adopted is that the emphasis on the use of PPE, social etiquette and hygiene measures can potentially minimize the importance of the engineering and administrative controls measures in preventing the disease. We highlight the need of training workers to recognize risk situations associated with the difficulties of the new activities that emerged during the pandemic, with emphasis on new interactions between healthcare professionals and also between other workers, as well as on new instruments and contexts related to the epidemic situation. The costs of the impacts on workers’ health tend to increase due to degradation of work conditions and the fast evolution of the disease. One of the response programs challenges is how to recognize and respond quickly to the changes that lead to new risks.
  • Saúde do trabalhador e o aprofundamento da uberização do trabalho em tempos de pandemia Dossiê COVID-19 e Saúde do Trabalhador/Ensaio

    Uchôa-de-Oliveira, Flávia Manuella

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: este ensaio é um esforço de compreensão do nosso presente, no qual emerge uma crise sanitária sem precedentes, ocasionada pelo surgimento do novo coronavírus, levando grande parte dos trabalhadores uberizados a realizar suas atividades como prestadores de “serviços essenciais” para a manutenção das regras de distanciamento social. Objetivo: estabelecer uma perspectiva sobre os possíveis aprofundamentos da uberização do trabalho durante e após a pandemia. Métodos: para estabelecer essa perspectiva, partimos da psicologia social do trabalho e da noção de polimorfia do trabalho, isto é, das várias e diferentes formas de trabalho que se apresentam em nosso contexto. Discussão: apresentamos a caracterização e definição da uberização do trabalho como uma nova maneira de gerir, organizar e controlar o trabalho, focalizando especialmente o Brasil e a América Latina. Indicamos que, entre os possíveis aprofundamentos da uberização do trabalho no contexto pós-pandemia, está a desregulação das relações de trabalho em nosso país, com a regressão da legislação trabalhista tendo por justificativa o liberalismo econômico. Conclusão: dentre os aspectos a serem considerados para pensarmos a saúde dos trabalhadores uberizados no pós-pandemia, está o exacerbado controle do trabalho e a necessidade de aproximação daqueles que estudam a saúde do trabalhador dos movimentos coletivos de trabalhadores uberizados.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: the emergence of an unprecedented health crisis, caused by the New Coronavirus, leads “uberized” workers to become “essential service providers” helping the population comply with the social distancing rules. Objective: to verify the potential consequences of work uberization during and after the pandemic. Methods: we used social psychology of work and the notion of “work polymorphism”, that is, the various forms that working assumes in our current context. Discussion: we characterize work uberization as a new way of managing, organizing and controlling work, focused on the Brazilian and Latin American scenarios. We argue that the precariousness of labor relations, arising from economic liberalism, could deepen the uberization of work in the post-pandemic context. Conclusion: among the aspects to be considered when pondering about workers’ health in pandemic and post-pandemic is the excessive control of work and the need to shorten the distance between those who study workers’ health and the collective movements of uberized workers.
  • Condições de trabalho e falta de informações sobre o impacto da COVID-19 entre trabalhadores da saúde Dossiê COVID-19 e Saúde do Trabalhador/Ensaio

    Silva, Luiz Sérgio; Machado, Elaine Leandro; Oliveira, Helian Nunes de; Ribeiro, Adalgisa Peixoto

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: diante da pandemia da COVID-19, torna-se importante rever questões de proteção da saúde dos trabalhadores. Objetivo: discutir as condições de saúde e segurança dos trabalhadores que cuidam de pacientes com COVID-19, sob a perspectiva das informações levantadas por seus representantes de classe profissional e de recomendações institucionais. Métodos: levantamento de informações na literatura científica, em documentos e orientações de entidades oficiais de saúde, em fontes de entidades sindicais e de representação de classes de profissionais de saúde. Discussão: começamos pela descrição das características da infecção pelo SARS-CoV-2 no processo de trabalho em saúde; exemplificamos as iniciativas de organizações representativas dos trabalhadores para o enfrentamento da COVID-19; descrevemos o cenário do trabalho em saúde na pandemia no Brasil; apresentamos o relato das medidas de proteção e de enfrentamento da doença orientadas por entidades e organismos nacionais e internacionais. Finalizamos discutindo que a exposição desses trabalhadores pode levar a outros eventos em saúde, necessitando medidas de adequação em relação a número de profissionais, melhoria na organização e nas condições de trabalho, fornecimento de equipamentos de proteção individual em quantidade e qualidade adequadas e implantação de medidas que propiciem o fortalecimento das equipes para o enfrentamento da COVID-19.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: the Covid-19 pandemic has made it more relevant to review workers’ health protection matters. Objective: to discuss the health and safety conditions of the health workers who care for COVID-19 patients, from the perspective of the information gathered by their professional class representatives and from institutional recommendations. Methods: we searched the academic literature, documents and guidelines provided by official health institutions and health workers’ unions. Discussion: we described the characteristics of the infection by SARS-CoV-2 in health care work, presented initiatives taken by health workers’ unions against the disease, outlined the health care working conditions during the pandemic in Brazil, and approached the protection measures recommended by national and international entities. We end by discussing how the exposure to these working conditions may lead the health workers to experience other clinical events that require compliance measures concerning the amount of professionals, improvement in organization and in working conditions, provision of adequate personal protective equipment, and implementation of measures to strengthen health teams to face COVID-19.
  • Saúde e segurança de profissionais de saúde no atendimento a pacientes no contexto da pandemia de Covid-19: revisão de literatura Dossiê COVID-19 e Saúde do Trabalhador/Revisão

    Ribeiro, Adalgisa Peixoto; Oliveira, Graziella Lage; Silva, Luiz Sergio; Souza, Edinilsa Ramos de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: analisar a produção científica sobre a saúde dos trabalhadores da Saúde que atendem pacientes no contexto da pandemia de COVID-19. Métodos: realizou-se revisão de literatura que incluiu artigos publicados em 2020, indexados nas bases PubMed, Web of Science e na Biblioteca Virtual em Saúde (Medline e Lilacs). Resultados: foram analisados 52 artigos, segundo grupo profissional estudado, país onde a pesquisa foi realizada, tipo de estudo e tema abordado. Os conhecimentos e questões mais atuais e relevantes e as lacunas existentes sobre o tema foram evidenciados e discutidos do ponto de vista da Saúde Coletiva, particularmente da Saúde do Trabalhador. Mais da metade dos documentos foi produzida na China (55,7%) e focalizou as diferentes categorias profissionais de saúde em conjunto (57,7%). Estudos do tipo ensaio/opinião (46,1%) e estudos transversais (30,8%) foram os mais frequentes. Os temas destacados foram o conhecimento dos profissionais sobre a doença, os casos de COVID-19 entre os profissionais, a saúde mental dos trabalhadores da saúde e a segurança no trabalho. Conclusão: os estudos publicados no início da pandemia destacam a insuficiência de conhecimentos atualizados e falhas na proteção da saúde dos trabalhadores e recomendam o gerenciamento dos processos e locais de trabalho, dos casos de COVID-19, das políticas públicas e dos direitos dos trabalhadores.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to analyze the academic production on the occupational health of health workers serving patients during the COVID-19 pandemic. Methods: a literature review including articles from 2020 indexed in PubMed, Web of Science and Biblioteca Virtual em Saúde (Medline and Lilacs). Results: we analyzed 52 articles according to professional group studied, country were the research was conducted, type of study design and research theme. We emphasized and discussed the most updated and relevant knowledge, questions and issues from the point of view of Collective Health, and Worker’s Health. Over half of the papers were from China (55.7%) and studied different health professionals categories grouped (57.7%). The most frequent studies types were essays (46.1%) and cross-sectional studies (30.8%). The highlighted themes were the workers’ knowledge about the disease, Covid-19 cases among health workers, mental health, and occupational safety. Conclusion: the studies published at the beginning of the pandemic highlight lack of updated knowledge and failures in protecting workers’ health, and recommend the management of work processes, workplaces, COVID-19 cases, public policies and workers’ rights.
  • Análise de casos e óbitos pela COVID-19 em profissionais de enfermagem no Brasil Dossiê COVID-19 e Saúde do Trabalhador/Comunicação Breve

    Duprat, Irena Penha; Melo, Géssyca Cavalcante de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: analisar casos confirmados e de óbitos por COVID-19 entre profissionais de enfermagem no Brasil. Métodos: estudo epidemiológico com uso de técnicas de geoprocessamento. Dados referentes ao período de 20 de março a 28 de maio de 2020 foram coletados do Conselho Federal de Enfermagem. Foram utilizados testes G, qui-quadrado e Mantel-Haenszel para associação entre óbitos e faixa etária, sexo e região geográfica de trabalho. Resultados: 17.414 casos suspeitos, 5.732 confirmados e 134 óbitos ocorreram no período. A região Sudeste apresentou o maior número de casos (46,35%) e de óbitos (44,78%). A faixa etária mais afetada para casos foi de 31-40 anos (n = 2.515) e para óbitos foi de 41-50 anos (n = 38). A taxa de letalidade foi maior nos homens. As variáveis “faixa etária”, “sexo” e “região geográfica de trabalho” estiveram significativamente associadas aos óbitos por COVID-19 (p < 0,05). Os estados do Amapá, Roraima e Bahia apresentaram a maior taxa de casos por 1.000 profissionais inscritos no conselho da categoria (6,28, 6,10 e 5,99, respectivamente). Conclusão: Os dados indicam a necessidade de um olhar crítico sobre o campo de trabalho de enfermagem como estratégia de enfrentamento da COVID-19.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to analyze confirmed cases and deaths by COVID-19 among nursing professionals in Brazil. Methods: epidemiological study using geoprocessing techniques. Data from March 20 until May 28 2020 were collected from the Conselho Federal de Enfermagem [Brazilian Federal Nursing Council]. We used Chi-squared, Mantel-Haenszel, and G test for analysing the association between deaths and age group, sex, geographical region of work. Results: 17,414 suspicious cases, 5,732 confirmed cases and 134 deaths occurred in the period. The Southeast region showed the highest number of cases (46.35%) and deaths (44.78%). The most affected age group regarding cases was 31-40 years (n = 2,515), and regarding deaths, 41-50 (n = 38). The death rate was higher in men. The variables “age group”, “sex” and “geographical region of work” were significantly correlated to deaths by COVID-19 (p < 0.05). The states Amapá, Roraima and Bahia presented the highest rate of cases per 1,000 officially acknowledged nursing professionals (6.28, 6.10 and 5.99, respectively). Conclusion: the data indicate the need for a critical perspective on the nursing field in order to combat COVID-19.
  • Presenteeism and associated factors in industry workers Tema Livre/Artigo

    Pie, Ana Clara Souza; Fernandes, Rita de Cássia Pereira; Carvalho, Fernando Martins; Porto, Lauro Antônio

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: o presenteísmo pode ser definido como estar no trabalho mesmo percebendo limitações, físicas ou psíquicas, que podem reduzir a capacidade laborativa. Objetivos: estimar a prevalência do presenteísmo e sua associação com características sociodemográficas, estilos de vida, aspectos relacionais no trabalho e interpessoais e condições gerais de saúde em trabalhadores da indústria na Bahia. Métodos: o presenteísmo foi medido pelo somatório das respostas positivas às questões sobre falta de vontade, falta de concentração e indisposição ou desânimo para o trabalho, em conjunto com o absenteísmo negativo. Utilizou-se na análise multivariada o modelo de Poisson com variância robusta para estimar a magnitude das associações por meio da razão de prevalências. Resultados: entre os dados analisados de 2.093 trabalhadores, ter menos de 30 anos, ter maior escolaridade, apresentar dor, dormir mal, sentir-se estressado e experimentar sentimentos negativos em relação à vida associaram-se a maiores prevalências de presenteísmo. Conclusão: o presenteísmo pode evoluir para piora progressiva da saúde do trabalhador. Portanto, identificá-lo precocemente e promover intervenções para reduzir seus determinantes é um desafio para as organizações.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: presenteeism can be defined as being at work despite perceiving limitations, physical or psychological, which can reduce the work ability. Objectives: to estimate presenteeism prevalence and its association with socio-demographic characteristics, life styles, work and interpersonal relational aspects and general health conditions in industry workers in Bahia, Brazil. Methods: presenteeism was measured by the sum of positive responses to questions about lack of motivation, lack of concentration, and indisposition or discouragement to work, along with negative absenteeism. In the multivariate analysis, we used the Poisson model with robust variance to estimate the associations magnitude by means of the prevalence ratio. Results: among the 2,093 workers whose data were analyzed, be under 30 years of age, having higher education, feel pain, having poor sleep quality, feeling stressed and experiencing negative feelings about life were associated with higher prevalence of presenteeism. Conclusion: presenteeism can lead to a progressive worsening of the worker’s health, so early identification and promoting interventions to reduce its determinants is a challenge for organizations.
  • Trabalho e saúde: a perspectiva dos agentes de combate a endemias do município de Belo Horizonte, MG Tema livre/Artigo

    Matos, Geraldina da Costa Ribeiro; Silva, Jandira Maciel da; Silveira, Andréa Maria

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: a incidência de zoonoses é alta no Brasil. O agente de combate a endemias (ACE) é um dos principais atores no enfrentamento destas doenças. Objetivo: Identificar e compreender a percepção do ACE sobre o seu trabalho, com enfoque na relação entre trabalho e saúde. Métodos: estudo transversal, qualitativo, sob o aporte teórico das clínicas do trabalho. Utilizou-se pesquisa bibliográfica e documental, grupo focal e análise de conteúdo. O trabalho foi realizado em Belo Horizonte (MG), no período de março de 2016 a abril de 2017. Resultados: o serviço de zoonoses é percebido pelos profissionais como não integrado à área da saúde, e essa seria uma das causas da precariedade das condições de trabalho, do sentimento de invisibilidade e da marginalização simbólica e concreta vivenciada. Os trabalhadores reconhecem os riscos à saúde a que estão expostos, com destaque para a violência, falta de equipamentos de segurança adequados e riscos psicossociais. Conclusão: a pesquisa revela a invisibilidade e o sofrimento vivenciado pelos ACE e a necessidade de mudanças na organização do trabalho visando à proteção da saúde desses trabalhadores.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: there is a high incidence of zoonoses in Brazil. Endemic diseases control agents (ECA) are one of the main actors in the fight against these diseases. Objective: to identify and understand the ECA’s perception of their work, focusing on work-health relations. Methods: qualitative cross-sectional study based on the Clinic of Activity theory. We used bibliographical and documentary research as well as focal groups and content analysis. This study was conducted in Belo Horizonte (Minas Gerais) from March 2016 to April 2017. Results: ECA do not perceive the activities of zoonoses’ control as integrated with the health service, and consider this as one of the causes of the precariousness in their work conditions, of their feeling of being invisible, and of the symbolic and concrete marginalization they experience. The workers recognize the health hazards they are exposed to, especially regarding violence, lack of suitable protection equipment and psychosocial risks. Conclusion: ECA experienced suffering and invisibility. Changes in work organization are required to protect workers’ health.
  • Occupational health in Ecuador: a comparison with Latin-American surveys on working conditions Tema Livre/Artigo

    Silva-Peñaherrera, Michael; Merino-Salazar, Pamela; Benavides, Fernando G.; López-Ruiz, María; Gómez-García, Antonio Ramón

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: o Equador realizou recentemente seu primeiro inquérito sobre condições de trabalho. Objetivo: descrever as condições de trabalho e emprego e o estado de saúde dos trabalhadores equatorianos em uma amostra que permita comparação com inquéritos latino-americanos anteriores. Métodos: uma amostra de 1.713 trabalhadores foi selecionada do primeiro inquérito sobre condições de trabalho no Equador. Prevalências e intervalos de confiança de 95% (IC95%) foram calculados e comparados com inquéritos anteriores na Colômbia, Argentina, Chile, América Central e Uruguai. Resultados: homens foram frequentemente mais expostos a trabalho em condições perigosas, sendo as mais relatadas trabalho com ruído (81% dos homens e 69% das mulheres) e com movimentos repetitivos (56% dos homens e 48% das mulheres). Cerca de 31% dos homens e 19% das mulheres trabalhavam mais de 40 horas por semana. Quase 11% das mulheres e dos homens relataram uma autopercepção de saúde ruim. A prevalência de agravos ocupacionais foi a mais alta da região: 15% para homens e 8,4% para mulheres. Conclusão: este é um primeiro levantamento das condições de trabalho e emprego e do estado de saúde de trabalhadores no Equador. Harmonizar e aperfeiçoar os Inquéritos sobre Condições de Trabalho na América Latina deve ser uma meta prioritária para melhorar a vigilância em saúde do trabalhador na região.

    Abstract in Spanish:

    Resumen Introducción: Ecuador ha realizado recientemente su primera encuesta sobre las condiciones de trabajo. Objetivo: describir las condiciones de trabajo y empleo y el estado de salud de los trabajadores en Ecuador en una muestra que permita la comparación con encuestas anteriores en América Latina. Métodos: se seleccionó una muestra de 1.713 trabajadores de la Primera Encuesta de Condiciones de Trabajo en el Ecuador. Se calculó la prevalencia y el intervalo de confianza del 95% (IC95%) y se comparó con las encuestas anteriores realizadas en América Latina - Colombia, Argentina, Chile, América Central y Uruguay. Resultados: hombres se exponen con mayor frecuencia a condiciones de trabajo peligrosas, siendo las más frecuentes el ruido (81% de los hombres y 69% de las mujeres) y los movimientos repetitivos (56% y 48%, respectivamente). Alrededor del 31% de los hombres y el 19% de las mujeres trabajan más de 40 horas por semana. Casi el 11% de las mujeres y de los hombres reportaron mala salud autopercibida. La prevalencia de lesiones ocupacionales fue la más alta de la región: el 15% para los hombres y el 8,4% para las mujeres. Conclusiones: este es un primer acercamiento a las condiciones de trabajo y empleo y al estado de salud de los trabajadores en el Ecuador. Armonizar y mejorar las Encuestas de Condiciones de Trabajo en América Latina debería ser un objetivo prioritario para mejorar la vigilancia de la salud ocupacional en esta región.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: Ecuador has recently implemented its First Working Conditions Survey. Objective: to describe working and employment conditions and workers’ health status in Ecuador in a sample that allows comparison with previous Latin American surveys. Methods: a sample of 1,713 workers was drawn from the First Working Conditions Survey in Ecuador. Prevalence and a 95% confidence Interval (95%CI) were calculated and compared with previous Latin American surveys in Colombia, Argentina, Chile, Central America, and Uruguay. Results: men were more often exposed to hazardous working conditions, with noise (81% of men and 69% of women), and repetitive movements (56% and 48%, respectively) being the most frequently reported. About 31% of men and 19% of women worked more than 40 hours per week. Almost 11% of both women and men reported poor self-perceived health status. The prevalence of occupational injury was the highest in the region: 15% for men and 8.4% for women. Conclusions: this is a first approach to the working and employment conditions and workers’ health status in Ecuador. To harmonize and improve Working Conditions Surveys in Latin America should be a priority goal for enhancing regional occupational health surveillance.
  • Insatisfação com o trabalho em saúde: fatores associados e diferenciais de gênero Tema Livre/Artigo

    Sousa, Camila Carvalho de; Araújo, Tânia Maria de; Pinho, Paloma de Sousa; Freitas, Aline Macedo Carvalho

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: avaliar fatores associados à insatisfação com o trabalho em Saúde, segundo gênero. Métodos: estudo transversal, exploratório, conduzido entre 2011-2012, na Bahia, com 3.084 trabalhadores/as da saúde. A insatisfação com o trabalho foi avaliada segundo características sociodemográficas e laborais por meio de análises bivariadas e multivariadas, estratificadas por sexo. Resultados: a insatisfação com o trabalho entre homens foi de 27,4%, entre mulheres, 25,6%. Nas mulheres, mostraram-se associadas à insatisfação: idade até 40 anos (razão de prevalência - RP: 1,36; intervalo de confiança de 95% - IC 95%: 1,17-1,58), nível de escolaridade técnico (RP: 0,70; IC 95%: 0,58-0,86), e médio/fundamental (RP: 0,66; IC 95%: 0,57-0,77), vínculo de trabalho temporário (RP: 0,66; IC 95%: 0,56-0,77) e exercer atividades não compatíveis com o cargo (RP: 2,17; IC 95%: 1,81-2,60). Para os homens: idade até 40 anos (RP: 2,09; IC 95%: 1,56-2,81), exercer atividades não compatíveis com o cargo (RP:1,74; IC 95%: 1,30-2,34) e vínculo de trabalho temporário (RP:0,57; IC 95%: 0,44 - 0,74). Discussão: homens e mulheres vivenciam elevados níveis de insatisfação com o trabalho, com características sociodemográficas e laborais associadas. A escolaridade se mostrou inversa entre os estratos, revelando desigualdades de gênero. Conclusão: diferenças de gênero impactam os níveis de insatisfação com o trabalho e é relevante considerá-las para elevar os níveis de satisfação no trabalho.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to evaluate factors associated with job dissatisfaction among health workers, according to gender. Methods: we conducted a cross-sectional, exploratory study, from 2011 to 2012, in Bahia State, Brazil, including 3,084 health workers. We evaluated job dissatisfaction according to sociodemographic and labor characteristics through bivariate and multivariate analyses, stratified by gender. Results: the dissatisfaction rate was 27.4% among men, and 25.6% among women. The following were shown as being associated with dissatisfaction among women: age up to 40 years (prevalence ratio - PR: 1.36; confidence interval - 95% CI: 1.17-1.58), technical (PR: 0.70; 95%CI: 0.58-0.86) and elementary/high school educational level (PR: 0.66; 95%CI: 0.57-0.77), temporary employment contracts (PR: 0.66; 95%CI: 0.56-0.77) and being engaged in activities not compatible with their position (PR: 2.17; 95%CI: 1.81-2.60). For men: age up to 40 years (PR: 2.09; 95%CI: 1.56-2.81), being engaged in activities not compatible with their position (PR: 1.74; 95%CI: 1.30-2.34) and temporary employment contract (PR: 0.57; 95%CI: 0.44-0.74). Discussion: men and women experience high levels of job dissatisfaction, which were associated with sociodemographic and work characteristics. Educational level was the opposite between gender strata, revealing the persistence of gender inequalities. Conclusion: gender differences affect job dissatisfaction levels, and it becomes relevant to take them into consideration to raise the levels of job satisfaction.
  • Danos morais por distúrbio de voz relacionado ao trabalho: levantamento de julgados do Tribunal Superior do Trabalho Tema Livre/Artigo

    Lins, Mariana Nascimento Barbosa; Pereira, Luiz Marcello de Almeida; Masson, Maria Lúcia Vaz

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: trabalhadores expostos a condições ocupacionais inadequadas podem ser acometidos por distúrbio de voz relacionado ao trabalho (DVRT). Enquanto o DVRT não é legalmente reconhecido, há uma fragilização no estabelecimento do nexo causal entre trabalho e agravo vocal. Objetivo: analisar as decisões do Tribunal Superior do Trabalho (TST) nas ações movidas por trabalhadores que alegaram DVRT na Justiça. Método: estudo quantitativo, exploratório e descritivo. Para o levantamento dos acórdãos, utilizou-se o termo de busca “disfonia” no portal do TST. Resultados: identificaram-se 87 acórdãos proferidos entre os anos de 1999 a 2016, impetrados sobretudo por mulheres (88,5%), do setor de Teleatendimento (59,8%). Em 39,1% das ações, houve reconhecimento do nexo causal entre o trabalho e a doença, ganho de causa parcial (42,5%), indenização por danos morais (50,6%), indenização por danos materiais (8,0%), e multa (5,7%). Conclusão: os acórdãos mostraram a relação entre distúrbio de voz e trabalho. O reconhecimento legal do DVRT poderá contribuir para a redução do sofrimento e do tempo de espera do trabalhador pela compensação por seu adoecimento. Também poderá auxiliar na construção de políticas públicas que visem a promoção, proteção, recuperação e, sobretudo, vigilância em saúde, de modo a garantir condições de trabalho adequadas para o uso da voz no trabalho.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: workers exposed to inadequate occupational conditions may be affected by work-related voice disorder (WRVD). While WRVD is not legally acknowledged, there is a weak causal association between work and voice disorders. Objective: to analyze the decisions of the Brazilia Superior Labor Court (TST) regarding actions taken by workers claiming WRVD. Method: quantitative, exploratory and descriptive study. We searched for the term “disfonia” (dysphonia) in the TST database. Results: 87 judgment records were identified between 1999 and 2016, requested mainly by women (88.5%); the most frequent sector was telemarketing (59.8%). In 39.1% of the actions, the causal association between work and the disease was acknowledged determining partial compensation (42.5%), compensation for moral damages (50.6%), compensation for material damage (8.0%) and fines (5.7%). Conclusion: the court judgments established the relationship between voice disorder and work. WRVD legal acknowledgment may contribute to the reduction of the workers’ suffering and waiting time for their compensation claims. It can also help to develop public policies focused on the promotion, protection, recovery and, mainly, health surveillance, in order to ensure adequate working conditions for the use of voice at work.
  • Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus entre trabalhadores da saúde: associação com hábitos de vida e estressores ocupacionais Tema Livre/Artigo

    Novaes, Eduardo Moreira; Araújo, Tania Maria de; Sousa, Camila Carvalho

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: avaliar a associação entre hábitos de vida e aspectos psicossociais do trabalho com a ocorrência de Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) e Diabetes Mellitus (DM), entre os trabalhadores da saúde. Métodos: estudo epidemiológico de corte transversal. Selecionamos os participantes por amostragem aleatória e estratificada. Foram estudados 3.084 trabalhadores da Atenção Básica e dos serviços da Média Complexidade atuantes em cinco municípios da Bahia. As variáveis de desfecho foram definidas segundo a morbidade autorreferida. Os hábitos de vida estudados foram: prática de atividade física, ingestão de bebida alcoólica, tabagismo e prática de atividades de lazer. Para a avaliação dos aspectos psicossociais do trabalho, utilizou-se o Job Content Questionnaire. Resultados: a prevalência de HAS e DM entre os trabalhadores foi de 18,0% e 4,0%, respectivamente. Após o ajuste por sexo e idade, o trabalho passivo associou-se à HAS e ao DM, e o tabagismo associou-se apenas ao DM. Conclusão: o hábito de fumar e o trabalho realizado sob condições psicossociais desfavoráveis (trabalho passivo) devem receber atenção especial na prevenção de HAS e DM. É necessário estimular a adoção de hábitos de vida saudáveis e de condições de trabalho adequadas para prevenir o adoecimento crônico e proteger a saúde dos trabalhadores.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to evaluate the association between life habits and psychosocial factors at work with the presence of hypertension and diabetes mellitus in healthcare workers. Methods: in this cross-sectional study, we used randomized and stratified sampling to select the participants. A total of 3,804 individuals working in Primary Healthcare and medium-complexity services of five municipalities in the State of Bahia, Brazil, participated. The outcome variables were defined according to self-reported morbidity. We analyzed the following life habits: physical activities practice, alcoholic drinks ingestion, smoking and engagement in leisure activities. We used the Job Content Questionnaire to evaluate psychosocial factors at work. Results: the prevalence of hypertension and diabetes was 18% and 4%, respectively. After age and sex adjustments, passive labor was associated to both illnesses, and smoking only with diabetes. Conclusion: smoking and working under unfavorable psychosocial conditions (passive labor) must be the target of hypertension and diabetes prevention. Healthy life habits and proper working conditions must be stimulated to prevent chronic diseases and to protect the workers’ health.
  • Perfil dos acidentes de trabalho fatais em empresa de petróleo no período de 2001 a 2016 Tema Livre/Artigo

    Guida, Hilka Flávia Saldanha; Figueiredo, Marcelo Gonçalves; Hennington, Élida Azevedo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: analisar fatalidades por acidente de trabalho ocorridas no período de 2001 a 2016 em empresa brasileira de petróleo e gás. Métodos: os dados foram extraídos dos relatórios de sustentabilidade social publicados pela empresa. As informações foram complementadas a partir de documentos disponíveis na biblioteca da empresa, documentos sindicais e notícias da mídia. Resultados: há predominância de fatalidades na área de exploração e produção (55,0%), área de refino (15,0%) e engenharia/obras (13,0%). As plataformas apresentaram o maior número de óbitos (19,4%), seguida das refinarias (14,4%) e poços de petróleo (8,1%); veículos automotores causaram 15,8% dos acidentes fatais. As ocupações com mais acidentes fatais foram motorista ou ajudante de motorista (14,4%), técnico de manutenção (9,9%), técnico de operação (9,5%), ajudante (6,8%), auxiliar técnico (5,9%) e operador de equipamento (4,5%). Conclusão: as mortes na indústria de petróleo e gás atingiram principalmente trabalhadores terceirizados da área de exploração e produção, sobretudo em atividades relacionadas com o trabalho em plataformas, corroborando estatísticas internacionais sobre o alto risco do trabalho offshore.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to analyze fatalities due to occupational accidents occurred from 2001 to 2016 in a Brazilian oil and gas company. Methods: data were collected from the social sustainability reports published by the company and supplemented by information available at the company library, in union documents, and in the media news. Results: fatalities predominantly occurred in the exploration and production activities (55.0%), refining (15.0%), and engineering/construction (13.0%). The highest number of deaths occurred on offshore platforms (19.4%), followed by refineries (14.4%) and oil wells (8.1%); motor vehicles caused 15.8% of the fatal injuries. Occupations with the most fatal accidents were drivers or drivers’ assistants (14.4%), maintenance technicians (9.9%), operation technicians (9.5%), assistants (6.8%), technician assistants (5,9%) and equipment operators (4.5%). Conclusion: deaths in the oil and gas industry struck mainly outsourced workers engaged in exploration and production activities, especially on the platforms, corroborating the international statistics on the high risk in offshore work.
  • Thoracic spine pain and associated factors among tobacco farmers Tema livre/Artigo

    Carvalho, Maitê Peres de; Fiori, Nadia Spada; Meucci, Rodrigo Dalke; Faria, Neice Muller Xavier; Fassa, Anaclaudia Gastal

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: dor na coluna torácica diz respeito a traumas cumulativos envolvendo má postura, movimentos repetitivos e longos períodos na mesma posição. Objetivo: avaliar a prevalência de dor na coluna torácica e fatores associados em fumicultores no sul do Brasil. Métodos: estudo transversal cuja associação entre o desfecho e os fatores sociodemográficos e comportamentais, atividades laborais, cargas de trabalho e comorbidades foram examinadas pelo teste de Wald para heterogeneidade e tendência linear. A análise multivariável foi realizada utilizando modelo hierárquico e regressão de Poisson com variância robusta. Resultados: o estudo envolveu 2.469 indivíduos de ambos os sexos. A prevalência de dor na coluna torácica foi de 21,2%. Limpar equipamento para aplicação de agrotóxico, número de episódios de Doença da Folha Verde, sintomas respiratórios e transtornos psiquiátricos menores foram positivamente associados ao desfecho em ambos os sexos. Tabagismo e intoxicação por agrotóxicos foram associados ao desfecho entre as mulheres, enquanto escolaridade e passar varas com folhas de tabaco foram associados aos homens. Conclusões: reestruturação ergonômica, redução das cargas de trabalho, trocas de posição durante o turno de trabalho e mecanização do processo de trabalho são estratégias importantes para reduzir a exposição à nicotina, agrotóxicos e carga de trabalho ergonômica.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: thoracic spine pain concerns cumulative trauma involving poor posture, repetitive motion, and long periods of time in the same position. Objective: to assess the prevalence of thoracic spine pain and associated factors in tobacco tobacco farmers in southern Brazil. Methods: cross-sectional study whose association between the outcome and the sociodemographic and behavioural factors, work activities, workloads and comorbidities were examined using the Wald heterogeneity and linear trend tests. Multivariate analysis was performed using a hierarchical model and Poisson regression with robust variance. Results: the study comprised 2,469 individuals of both genders. Prevalence of thoracic spine pain was 21.2%. Cleaning equipments used to apply pesticides, number of episodes of green tobacco sickness, respiratory symptoms and minor psychiatric disorders were positively associated with the outcome in both genders. Smoking and pesticide poisoning were associated factors with the outcome in women, whilst schooling and lifting sticks with tobacco leaves for curing were associated with men. Conclusions: ergonomic restructuring, reduction of workload, position switches during work shift and mechanization of work process are important strategies to reduce exposure to nicotine, pesticides, and ergonomic workload.
  • Acidente de trabalho ampliado: o rompimento da barragem de Fundão nos jornais impressos do Espírito Santo Tema Livre/Artigo

    Ramos, Mariela Pitanga; Oliveira, Adauto Emmerich; Antunes, Michele Nacif

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: o rompimento da barragem de Fundão (RBF), ocorrido em Minas Gerais, no ano de 2015, se caracteriza como acidente de trabalho ampliado (ATA). Objetivo: elaborar um protocolo e verificar sua aplicabilidade para coleta, classificação e análise de notícias relacionadas a ATA em jornais impressos. Método: estudo descritivo com abordagem qualitativa e quantitativa. A proposta do protocolo foi baseada em informações de literatura científica e em protocolos de análise de notícias utilizados por observatórios de mídia em Saúde. A sua validação foi realizada por meio da sua aplicação na análise da cobertura do RBF efetuada pelos dois principais jornais do Espírito Santo. Resultados: verificou-se ampla cobertura pela mídia, mas com narrativa superficial. O desastre foi naturalizado como ocasionado por intempéries, o sofrimento da população é enfatizado pela diminuição da renda, sendo os aspectos de saúde pouco abordados. Os acidentes e doenças do trabalho não foram retratados como um grave problema de Saúde Pública. Foi constatado que os meios de comunicação destacam mais a cobertura das fases de respostas e reconstrução do que as causas do ATA. Conclusão: o protocolo possibilitou classificar e analisar a abordagem dos jornais, com potencial para ser aplicado em outros casos de ATA de diferentes magnitudes.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: the Fundão Dam failure (FDF), which occurred in Minas Gerais, Brazil, in 2015, is characterized as a major work accident (MWA). Objective: to develop a protocol and verify its applicability for collecting, classifying and analysing news related to MWA in print newspapers. Method: descriptive study with a qualitative and quantitative approach. The protocol proposal was based on information from scientific literature and on protocols used by observatories on health media. Its validation was analyzed by the investigation of the FDF coverage carried out by the two main newspapers of the Espírito Santo State, in Brazil. Results: the accident was widely covered by the media, however, the narratives were superficial. Nature (inclement weather) was commonly mentioned as the main cause of the disaster, the suffering of the population is emphasized by the decrease in income, with health aspects scarcely addressed. Accidents and occupational diseases were not portrayed as a serious public health problem. We found that the media highlighted the coverage of the response and reconstruction phases instead of the real cause of the MWA. Conclusion: the protocol enabled us to classify and analyze the newspapers approach, and showed potentiality to be applied in other MWA cases of different magnitudes.
  • Fatores de riscos psicossociais no trabalho: limitações para uma abordagem integral da saúde mental relacionada ao trabalho Tema Livre/Ensaio

    Pereira, Ana Carolina Lemos; Souza, Heloisa Aparecida; Lucca, Sergio Roberto de; Iguti, Aparecida Mari

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: os riscos psicossociais são apontados como fatores que podem contribuir ou mesmo desencadear estresse, adoecimento físico e mental nos trabalhadores. Objetivo: contribuir com o debate a respeito das limitações dos fatores de riscos psicossociais no trabalho e refletir sobre a necessidade de uma abordagem ampliada e integral na atenção à saúde mental dos trabalhadores. Métodos: estudo qualitativo baseado em levantamento bibliográfico e análise documental. Realiza-se uma breve contextualização do mundo do trabalho, apresentam-se dados sobre o adoecimento mental dos trabalhadores e as diversas concepções dos fatores de riscos psicossociais presentes na literatura internacional, bem como as orientações fornecidas pela legislação brasileira. Discussão: problematizam-se as avaliações psicossociais na forma como têm sido realizadas no Brasil e as limitações do uso de instrumentos quantitativos. Apresenta-se uma abordagem ampliada e integral para a compreensão do adoecimento dos trabalhadores, apontando para a necessidade de se considerar os diversos elementos políticos, econômicos, sociais, culturais, ambientais e intrapsíquicos no processo de desgaste mental da classe trabalhadora.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: psychosocial risks are identified as factors that can contribute or even trigger stress, physical and mental illness in workers. Objective: to contribute to the debate about the limitations of psychosocial risk factors at work and reflect upon the need for an expanded and comprehensive approach to the workers’ mental health care. Methods: a qualitative study based on literature review and document analysis. We carried out a brief contextualization of the world of work, presented data on the workers’ mental illness and approached the different conceptions of the psychosocial risk factors found in the international literature, as well as the guidelines provided by the Brazilian legislation. Discussion: we discussed the way psychosocial assessments have been carried out in Brazil and the limitations of making use of quantitative tools. We presented an expanded and comprehensive approach to understand the workers’ illness process, pointing at the need to consider the various political, economic, social, cultural, environmental and intrapsychic elements in the mental strain of the working class.
  • Exposicao ocupacional à hepatite C: saber operário e rotas inexploradas de propagação do vírus Tema Livre/Ensaio

    Gaze, Rosangela; Vasconcellos, Luiz Carlos Fadel de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: lacuna de 50% na identificação de fontes de transmissão do vírus da hepatite C (HCV) torna plausível suspeitar da existência de elos epidemiológicos desconsiderados entre a infecção e acidentes de trabalho. Objetivo: apresentar e fundamentar hipótese de existência de rotas inexploradas de transmissão ocupacional do HCV por exposição a sangue/fluidos humanos em processos e ambientes de trabalho de qualquer setor produtivo. Métodos: análise baseada em revisão bibliográfica e documental em busca de evidências que possam relacionar a infecção pelo HCV a acidentes de trabalho e acerca da importância da articulação entre conhecimento acadêmico e saber dos trabalhadores na sua identificação e controle. Discussão: dados de acidentes com exposição a agente biológico destacam ocupações não comumente consideradas em estudos do HCV. Magnitude, infecção silenciosa e de longo curso e viabilidade ambiental do HCV por 16-23 horas conferem plausibilidade à hipótese de sua propagação em acidentes com ruptura de barreira cutânea, pelo contato direto entre trabalhadores e, indireto, no compartilhamento de instrumentos/ferramentas/robôs. Análises epidemiológicas que considerem o processo de trabalho podem contribuir para melhor compreensão da transmissão ocupacional do HCV. Os trabalhadores também devem protagonizar posição estratégica no desenvolvimento de investigações, indicadores e intervenções em todos os setores produtivos.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: a 50% gap in identifying sources of the hepatitis C virus (HCV) transmission suggests the existence of disregarded epidemiological associations between this infection and work accidents. Objective: to present and support the hypothesis of unexploited routes of HCV occupational transmission in any productive sectors due to their own work processes and environments. Methods: bibliographic and documentary review searching evidence of the association between HCV infection and work accidents as well as verifying the importance of the articulation between academic knowledge and worker’s knowledge regarding the disease identification and control. Discussion: data from accidents involving exposure to biological agents highlight occupations not typically considered in HCV studies. Magnitude, silent and long-term infections as well as environmental susceptibility to HCV for 16-23 hours make the hypothesis of propagation in accidents with skin rupture plausible when there is direct contact between workers and indirectly through the sharing of instruments/tools/robots. Epidemiological analyses considering the work process may contribute to a better understanding of HCV occupational transmission. Workers must also play a strategic role in research activities, indicators definition and intervention actions in all productive sectors.
  • Falta de efetivos e insegurança em refinarias de petróleo Tema Livre/Ensaio

    Ferreira, Leda Leal

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: refinarias de petróleo são indústrias perigosas. Uma das causas importantes de acidentes constantemente apontada pelos trabalhadores é a falta de pessoal. No entanto, em geral as investigações se limitam às suas causas imediatas e, muitas vezes, atribuem culpa aos operadores, mesmo quando decorrentes de processos operacionais inseguros e da organização inadequada do trabalho. Objetivo: levantar questões sobre as relações entre falta de pessoal e segurança em refinarias. Métodos: as reflexões e questionamentos levantados se baseiam em relatórios oficiais sobre o acidente da refinaria de petróleo BP Texas City, ocorrido nos Estados Unidos em 2005, e em documentos de organizações sindicais, da mídia investigativa e da literatura científica. Discussão: a análise dos documentos mostrou de forma categórica que a falta de operadores contribui para acidentes e que seus efeitos debilitam a segurança, podendo se manifestar até muito tempo após a redução de pessoal. Embora essa situação seja continua e objetivamente denunciada pelos operadores e suas representações, raramente seus argumentos são considerados com a mesma seriedade com que se analisam as causas diretas e materiais de acidentes. Pelo alto grau de consciência sobre os riscos a que estão expostos e a responsabilidade de enfrentá-los, os trabalhadores devem ser ouvidos.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: oil refineries are dangerous industries. One of the most common causes of accidents as reported by workers is lack of personnel. Yet, investigations are generally limited to their immediate causes and the blame is often put onto workers even when accidents are caused by unsafe operational procedures or inadequate work organization. Objective: to raise questions about the relationship between understaffing and safety in refineries. Methods: the discussion was based on official reports over the oil refinery accident of BP Texas City in 2005 in the USA, as well as on documents from labor unions, investigative media and academic literature. Discussion: the documentary analysis categorically demonstrated that understaffing contributes to accidents and weakens safety, producing effects even long after staff cutting. Although operators and their representatives continuously and objectively report this situation, their arguments are often not considered as seriously as the analysis of the accidents direct causes. Given the workers’ high degree of awareness about the risks they are exposed and their responsibility in facing them, they must be listened to.
  • O retorno ao trabalho de mulheres após a experiência do câncer de mama: uma metassíntese Tema Livre / Revisão

    Costa, Jamille Baultar; Lima, Mônica Angelim Gomes de; Neves, Robson da Fonseca

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: o câncer de mama (CM) é a neoplasia mais comum em mulheres no mundo e o número de casos vem aumentando na população economicamente ativa. Por isso, o retorno ao trabalho após CM tem despertado interesse da comunidade científica. Objetivo: sistematizar e sintetizar os estudos qualitativos que abordam a experiência do retorno ao trabalho após o CM. Métodos: metassíntese qualitativa com busca dos estudos primários nas bases ASSIA, BIREME, CINAHL, Embase, PsycInfo, SciELO, Scopus e Web of Science. Foram localizados 779 artigos, dos quais, nove atenderam aos critérios de seleção. Resultados: seis conceitos de segunda ordem foram gerados: os efeitos da doença na reabilitação; questões financeiras; medo de recidivas; apoio da família, amigos e profissionais de saúde; e mudanças do significado do trabalho após CM. Conclusão: o retorno ao trabalho não deve se limitar aos aspectos relacionados aos obstáculos e facilitadores da reabilitação Os “mundos da vida” evidenciados nos fatores contextuais mais abrangentes revelam que o enfrentamento do retorno ao trabalho implica no aprimoramento do suporte às trabalhadoras no ambiente de trabalho, na vida familiar, na relação com os sistemas de saúde e seguridade social e na esfera individual, a fim de prevenir aposentadorias precoces e incapacidade prolongada.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: breast cancer (BC) is the most common cancer in women worldwide and the number of cases has increased among the economically active population. Therefore, issues related to returning to work after BC has aroused the interest of the scientific community. Objective: To systematize and synthesize qualitative studies that address the experience of returning to work after BC. Methods: qualitative meta-synthesis with search for primary studies in ASSIA, BIREME, CINAHL, Embase, PsycInfo, SciELO, Scopus and Web of Science databases. The total of 779 articles were found, of which only nine met the inclusion criteria. Results: six second-order concepts were generated: the effects of the disease on rehabilitation; financial problems; fear of recurrences; support from family, friends and health professionals; and changes in the meaning of work after BC. Conclusion: the return to work should not be limited to aspects related to obstacles and facilitators of rehabilitation. The “worlds of life” shown in the broader contextual factors reveal that facing the return to work implies improving support for workers in the work environment, in family life, in the relationship with the health and social security systems and in the individual sphere, to prevent early retirements and prolonged disability.
  • Distúrbio de voz relacionado ao trabalho: revisão integrativa Tema Livre/Revisão

    Jesus, Mayne Thaiane Azevedo de; Ferrite, Silvia; Araújo, Tânia Maria de; Masson, Maria Lúcia Vaz

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivos: identificar e sumarizar evidências de estudos sobre a associação entre trabalho e distúrbio de voz. Métodos: revisão integrativa da literatura publicada nas bases de dados PubMed e SciELO entre 2003 e 2017. Foram elegíveis estudos observacionais, em português ou inglês, disponíveis na íntegra para consulta, que abordassem a frequência de disfonia (prevalência ou incidência). Resultados: foram analisados 47 artigos, a idade media sumarizada dos participantes era de 40,6 anos, 78,7% dos artigos estudaram ambos os sexos e 80,9% pesquisaram professores. A prevalência média de distúrbios da voz associados ao trabalho foi de 44,2% e a incidência de 17,0%. O ruído foi indicado como fator associado à disfonia em 25,5% dos estudos, seguido da carga horária de trabalho extensa (17,0%) e alergias (14,9%). Conclusão: os resultados indicam forte conexão entre distúrbio de voz e trabalho, confirmando a elevada prevalência de disfonia, especialmente em trabalhadores que utilizam a voz profissionalmente, bem como sua associação com fatores da organização e do ambiente de trabalho, contribuindo para: a) fortalecer o reconhecimento formal do distúrbio de voz relacionado ao trabalho; b) oferecer embasamento técnico à legislação; c) reforçar a premência de uma política pública para proteção vocal dos trabalhadores.

    Abstract in English:

    Abstract Objectives: to identify and summarize evidence from studies on the association between work and voice disorder. Methods: integrative review of the literature published in PubMed and SciELO between 2003 and 2017. We included open access observational studies in Portuguese or English concerning frequency of dysphonia (prevalence or incidence). Results: we analyzed 47 articles. The participants’ average age was 40.6 years, 78.7 of the articles studied both sexes and 80.9% investigated teachers. The mean prevalence of work-related voice disorder was 44.2% and the incidence of 17.0%. Noise was pointed out as an associated factor of dysphonia in 25.5% of the studies, followed by long work hours (17.0%) and allergies (14.9%). Conclusion: the results show a strong association between voice disorders and work, confirming a high prevalence of dysphonia especially in workers who use their voice professionally, as well as its association to job organization and work environment, contributing to: a) strengthen the formal acknowledgment of work-related voice disorder; b) provide technical grounds to law; c) to reinforce the urgency of public policies to protect the workers’ voice.
  • Exposição a agrotóxicos e agravos à saúde em trabalhadores agrícolas: o que revela a literatura? Tema livre/Revisão

    Nogueira, Fernanda de Albuquerque Melo; Szwarcwald, Celia Landmann; Damacena, Gisele Nogueira

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: a relação entre agrotóxicos e agravos à saúde tem sido investigada em diferentes contextos. Objetivo: reunir evidência científica relevante sobre agravos à saúde associados à exposição ocupacional aos agrotóxicos. Métodos: revisão de literatura de estudos publicados entre 2000 e 2017, nas bases PubMed, Embase e LILACS. Estabeleceu-se como critérios de elegibilidade: a) estudos observacionais; b) população de trabalhadores agrícolas; c) exposição ocupacional; d) agravos à saúde definidos como desfecho; e) comparação estatística de expostos com não expostos; f) idioma inglês, português ou espanhol. Resultados: 59 publicações foram elegíveis - 33 estudos transversais, 22 de coorte e 4 caso-controle. Discussão: os estudos indicam que trabalhadores rurais apresentam maior risco para alguns agravos crônicos (câncer, doenças mentais, neurológicas, endócrinas, renais, auditivas, respiratórias e autoimunes), efeitos subclínicos (danos genéticos e alterações bioquímicas) e sinais e sintomas clínicos de intoxicação aguda. Também foram identificadas limitações dos estudos quanto à avaliação da exposição e do desfecho, delineamento e amostragem. Conclusão: as evidências sugerem a necessidade de se complementar a avaliação da saúde dos trabalhadores expostos aos agrotóxicos utilizando biomarcadores de efeito de genotoxicidade e citotoxicidade, a fim de promover e ampliar a vigilância da exposição e das intoxicações crônicas e suas prevenções.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: the association between pesticides and health effects has been investigated in several different contexts. Objective: to gather relevant scientific evidence regarding health effects associated to occupational exposure to pesticides. Methods: literature review of studies published between 2000 and 2017 on PubMed, Embase and LILACS. We adopted the following eligibility criteria: a) observational studies; b) population of agricultural workers; c) occupational exposure to pesticides; d) health effects defined as outcome; e) statistical comparison between exposed and non-exposed subjects; f) English, Portuguese or Spanish language. Results: of 59 papers selected, 33 were cross-sectional studies, 22 cohort studies and 4 case-control studies. Discussion: the studies indicated that rural workers presented higher risk for some chronic diseases (cancer, mental, neurological, endocrine, kidney, hearing, respiratory and autoimmune), subclinical effects (genetic damages and biochemical changes) and clinical signs and symptoms of acute pesticide poisoning. We also identified study limitations concerning design and sampling, assessment of exposure and outcome. Conclusion: the evidences suggest the need to complement health evaluation of workers exposed to pesticides using effect biomarkers of genotoxicity and cytotoxicity in order to promote and expand surveillance of pesticides exposure and chronic intoxications, as well as their prevention.
  • Nível de atividade física e sobrecarga cardiovascular em bombeiros militares durante combate a incêndio florestal: um estudo exploratório Tema Livre/Comunicação Breve

    Martin, Daniel Rodrigues Ferreira Saint; Segedi, Leonardo Correa; Soares, Edgard de Melo Keene von Koenig; Nogueira, Rosenkranz Maciel; Cruz, Carlos Janssen Gomes; Fontana, Keila Elizabeth; Molina, Guilherme Eckhardt; Porto, Luiz Guilherme Grossi

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Introdução: combates a incêndios florestais expõem bombeiros a elevado risco cardiovascular. Objetivo: avaliar o nível de atividade física (ATF), o comportamento sedentário e a sobrecarga cardiovascular de bombeiros durante um combate a incêndio florestal de grande porte. Métodos: durante 9 dias de atividade, 24h/dia, avaliaram-se 7 bombeiros do sexo masculino. Os participantes tiveram a frequência cardíaca (FC) medida a cada segundo e a ATF registrada por um sensor de movimento, do tipo acelerômetro, a cada 60 segundos. Foram computadas as médias dos registros do 2º, 3º e 4º dias. A ATF e o comportamento sedentário foram avaliados pelo vetor magnitude do acelerômetro, e a sobrecarga cardiovascular, pelo comportamento da FC. Resultados: os participantes apresentaram média de 112 (DP 24) min/dia de ATF moderada/vigorosa (MV), acumularam em média 14.803 (DP 1.667) passos/dia e gasto energético de 1.860 (DP 481) kcal/dia. A sobrecarga cardiovascular permaneceu, em média, 47 (DP 42) min/dia em esforço vigoroso e 8 (DP 12) min/dia em esforço muito vigoroso. Conclusão: os bombeiros avaliados acumularam mais que o dobro da recomendação mínima de ATF-MV semanal em três dias, apresentaram mais de 50 min/dia de elevada sobrecarga cardiovascular e pouco tempo em comportamento sedentário, se comparados a outras profissões.

    Abstract in English:

    Abstract Introduction: wildland fire suppression exposes firefighters to high cardiovascular risk. Objective: to evaluate the physical activity level (PAL), sedentary behavior (SB) and cardiovascular strain of wildland firefighters during a large fire suppression. Methods: for 9 days, 24h/day, we evaluated 7 male wildland firefighters. Participants had their heart rate (HR) measured every second and physical activity recorded by an accelerometer sensor every 60 seconds. The mean records of the 2nd, 3rd and 4th days of fire suppression were computed for the analysis. PAL was evaluated by the vector magnitude and cardiovascular strain by HR intensity. Results: the volunteers spent on average 112 (SD 24) min/day in moderate to vigorous physical activity (MVPA), achieved 14,803 (SD 1,667) steps/day and spent 1,860 (SD 481) kcal/day. Cardiovascular strain remained on average at 47 (SD 42) min/day of vigorous effort and 8 (SD 12) min/day of very vigorous physical activity. Conclusion: the firefighters evaluated during a large-scale wildland fire suppression accounted for more than double of the minimum recommended MVPA/week in three days, showed more than 50 min/day of high cardiovascular strain, and little time on sedentary behavior compared to other professions.
  • Prolonged exposure to laboratory animals is associated with increasing asthma cases Tema Livre/Comunicação Breve

    Simoneti, Christian S.; Nocera, Tiago S. B.; Vianna, Elcio O.

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Objetivo: descrever o resultado do acompanhamento de trabalhadores sensibilizados a animais de laboratório que prolongaram sua exposição. Métodos: após um período de aproximadamente 7 anos, entramos em contato com todos os indivíduos com sensibilização alérgica ocupacional detectada em estudo anterior. Um questionário foi aplicado para situação ocupacional atual, relação entre alergia e a decisão de deixar o trabalho ou exposição e para asma, sibilância, rinite, sintomas cutâneos e dispneia noturna. Resultados: dos 74 indivíduos com sensibilização ocupacional, 45 responderam ao questionário na segunda avaliação e 37 ainda estavam expostos. Ao comparar os dados da primeira avaliação com os da avaliação atual, observou-se um aumento na frequência de asma. Na primeira avaliação, entre todos os sensibilizados (n = 74), 27,0% responderam sim a ambas as questões “Você tem ou já teve asma?” e “A asma foi diagnosticada por um médico?”. Na segunda avaliação, 7 anos depois, dos 37 sujeitos que ainda estavam expostos, 51,3% responderam sim a essas questões (OR: 2,80; IC95%: 1,23-6,38; p = 0,013). Não houve mudança na frequência de respostas positivas às outras perguntas. Conclusão: os dados demonstram aumento da frequência de asma entre trabalhadores com sensibilização ocupacional que prolongam a exposição a animais de laboratório.

    Abstract in English:

    Abstract Objective: to describe the follow-up evaluation of sensitized workers who prolonged their occupational exposure to laboratory animals. Methods: after a follow-up period of approximately 7 years, we contacted all individuals with occupational allergic sensitization detected in a previous study. A questionnaire was employed to assess present occupational status, relationship between allergy and decision on quitting job or exposure, and to assess asthma, wheezing, rhinitis, skin symptoms, and nocturnal dyspnea. Results: of the 74 individuals with occupational sensitization, 45 volunteers completed the questionnaire at the second evaluation and 37 were still exposed. By comparing the data from the first evaluation with data from the current evaluation, we observed an increase in asthma frequency. In the first evaluation, among all sensitized subjects (n=74), 27.0% answered yes to both questions “Do you have or have you ever had asthma?” and “Was the asthma diagnosed by a doctor?” In the second evaluation, 7 years later, among the 37 subjects who were still exposed, 51.3% answered yes to these questions (OR: 2.80; 95%CI: 1.23-6.38; p=0.013). There was no change in the frequency of positive responses to the other questions. Conclusion: data demonstrate increasing frequency of asthma among workers with occupational sensitization who prolong exposure to laboratory animal.
Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Rua Capote Valente, 710 , 05409 002 São Paulo/SP Brasil, Tel: (55 11) 3066-6076 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: rbso@fundacentro.gov.br