Accessibility / Report Error

Diferentes suplementos associados à palma forrageira em dietas para ovinos: consumo, digestibilidade aparente e parâmetros ruminais

Different supplements associated to spineless cactus in diets for sheep: intake, apparent digestibility and ruminal parameters

Objetivou-se avaliar o consumo, a digestibilidade aparente dos nutrientes e os parâmetros ruminais de ovinos alimentados com dietas à base de palma forrageira, bagaço de cana-de-açúcar e ureia associados a diferentes suplementos. Foram utilizados cinco ovinos sem padrão racial definido, machos, não-castrados, fistulados no rúmen. Os animais foram distribuídos aleatoriamente em quadrado latino 5 x 5, com cinco animais (linhas) e cinco períodos (colunas). Cada período teve duração de 13 dias. A ração sem suplemento foi composta de 67,6% de palma forrageira, 27,7% de bagaço de cana-de-açúcar in natura, 2,7% de mistura ureia:sulfato de amônio (9:1) e 2,0% de mistura mineral, em base da matéria seca (MS). Os demais tratamentos consistiram na adição de um suplemento à ração ao nível de 0,4% do peso corporal, composta por: farelo de trigo, farelo de soja, farelo de algodão ou caroço de algodão. Não foram observados efeitos da associação dos suplementos sobre os parâmetros avaliados, sendo: 3,29%, 60,61%, 76,37%, 6,51 e 11,85mg/100mL os valores médios observados para o consumo de MS em função do peso corporal, digestibilidades da MS e da PB, pH e amônia ruminal, respectivamente. A escolha do suplemento deve estar associada à disponibilidade e ao custo.

amônia; Opuntia ficus indica Mill; pH; suplementação


UFBA - Universidade Federal da Bahia Avenida Adhemar de Barros nº 500 - Ondina , CEP 41170-110 Salvador-BA Brasil, Tel. 55 71 32836725, Fax. 55 71 32836718 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: rbspa@ufba.br