Características anatômicas do plexo braquial de tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla Linnaeus, 1758)

Anatomical characteristics of the brachial plexus of lesser anteater ("Tamandua tetradactyla" Linnaeus, 1758)

Géssica Ariane de Melo Cruz Marta Adami Ana Elisa Fernandes de Souza Almeida Érica Augusta dos Anjos Cerqueira da Silva Márcia Maria Magalhães Dantas de Faria Maria das Graças Farias Pinto Ricardo Diniz Guerra e Silva Sobre os autores

Objetivou-se com este trabalho identificar a origem, composição e os nervos do plexo braquial de tamanduá-mirim. Dois cadáveres foram cedidos pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) Chico Mendes, Salvador, Bahia e a execução do projeto foi autorizada pelo Sistema de Autorização e Informação em Biodiversidade (SISBIO - IBAMA) n°20268-1 (29/05/2009). Os resultados foram descritos, esquematizados e fotografados, e os termos anatômicos adotados foram os preconizados pelo International Committee on Veterinary Gross Anatomical Nomenclature. O plexo braquial recebeu contribuição dos segmentos medulares C5; C6; C7; C8 e T1, com a formação de três troncos: cranial (C5 e C6), médio (C7) e caudal (C8 e T1) que originaram os nervos derivados do plexo, com exceção do nervo cutâneo medial do antebraço que teve origem unissegmentar (T1). O plexo braquial de tamanduá-mirim apresentou origem, composição e formação dos nervos periféricos semelhantes ao observado em grande parte de outros mamíferos domésticos e silvestres.

anatomia; animal silvestre; plexo braquial; sistema nervoso


UFBA - Universidade Federal da Bahia Avenida Adhemar de Barros nº 500 - Ondina , CEP 41170-110 Salvador-BA Brasil, Tel. 55 71 32836725, Fax. 55 71 32836718 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: rbspa@ufba.br