Degradabilidade ruminal e balanço energético em vacas leiteiras a pasto suplementadas com torta de dendê

Ruminal degradability and energy balance in dairy cows on pasture supplemented with palm kernel cake

Com o objetivo de verificar o nível mais adequado de inclusão da torta de dendê no concentrado de vacas em lactação a pasto, utilizaram-se 16 vacas multíparas leiteiras cruzadas das raças Gir e Holandês, com peso médio de 436,6kg (±59,7) em delineamento experimental quadrado latino, com as vacas distribuídas em quatro quadrados latinos, 4x4 simultâneos (quatro tratamentos x quatro períodos x quatro animais em cada tratamento). Foram avaliados a degradabilidade ruminal e o balanço energético em condições de pastejo, suplementado com concentrado, que continham os níveis de 0; 25; 50 e 75% de torta de dendê. Os valores das frações A, B e c na MS da torta de dendê foram 2,41, 66,65 e 0,0272% respectivamente. As degradabilidades potencial (DP) e efetiva (DE) da MS da torta de dendê foram: DP (69,06%), DE 2%/h (40,84%); 5%/h (25,91%) e 8%/h (19,34%), as frações B e I, 66,65% e 30,94% respectivamente. A disponibilidade energética para lactação e o consumo líquido de energia diminuíram linearmente com a inclusão de torta de dendê. O balanço energético, embora positivo, correlacionou-se negativamente com os todos os níveis inclusão de torta de dendê. O melhor nível de inclusão da torta de dendê é o zero. Contudo, na prática pode-se indicar o nível de 25% de torta de dendê no suplemento concentrado para vacas em lactação a pasto pela proximidade dos valores de disponibilidade energética com o nível mais adequado (0% torta de dendê).

coprodutos; estimativa energética; nutrição de ruminantes


UFBA - Universidade Federal da Bahia Avenida Adhemar de Barros nº 500 - Ondina , CEP 41170-110 Salvador-BA Brasil, Tel. 55 71 32836725, Fax. 55 71 32836718 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: rbspa@ufba.br