Identificação dos preditores de preferência pelo feno de alfafa por equinos

Kátia de Oliveira Janaína Carolina de Sá Ciniro Costa Paulo Roberto de Lima Meirelles Daniele Floriano Fachiolli Amanda Mantovani Pereira Sobre os autores

RESUMO

O objetivo com este estudo foi identificar preditores de preferência pelo feno de alfafa pelos cavalos. Foram utilizados 15 cavalos da raça quarto de milha, com idade média e peso corporal de 10 anos e 500 kg, respectivamente. Foi realizada uma avaliação para identificar a preferência pelo feno de alfafa por cavalos em testes de curto período de 10 min. Esta avaliação foi realizada em pares para cada teste de feno (1-30) em relação a cada padrão (A, B, C), até a conclusão de todas as combinações resultantes. As variáveis avaliadas foram constituídas por análises etológicas, morfológicas, microbiológicas, bromatológicas e biológicas. Os cavalos mostraram preferência pelo tipo A de feno de alfafa, seguido do tipo B e C. A preferência pelo tipo A do feno de alfafa pode ser predita pela equação: Pref.A=98.19+1,61 (ADF)+1,53 (IVDMD)+18,54 (ST)0,03 (ADFxIVDMD)0,02(ADFxST)0,28 (IVDMDxST),r2=0,31, P=0,0044. Concluiu- se que os cavalos mostraram preferência ao feno de alfafa, em que os melhores fardos do tipo A podem ser identificados selecionando-os porque eles contêm baixas quantidades de espessura do caule e fibra de detergente ácido, bem como altos níveis de digestibilidade da matéria seca in vitro.

Palavras-chave:
forragem conservada; cavalos; Medicago sativa; palatabilidade

UFBA - Universidade Federal da Bahia Avenida Adhemar de Barros nº 500 - Ondina , CEP 41170-110 Salvador-BA Brasil, Tel. 55 71 32836725, Fax. 55 71 32836718 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: rbspa@ufba.br