Digestibilidade aparente do trigo e co-produtos em dietas extrusadas para juvenis de tilápias do Nilo “Oreochromis niloticus”

Luiz Vítor Oliveira VIDAL Tadeu Orlandi XAVIER Lorena Batista de MOURA Mariana MICHELATO Elias Nunes MARTINS Wilson Massamitu FURUYA Sobre os autores

RESUMO

A digestibilidade do trigo e seus co-produtos foi avaliada em dietas extrusadas para juvenis de tilápia do Nilo. Foram avaliados os coeficientes de digestibilidade aparente (CDAs) de matéria seca (CDAMS), energia bruta (CDAEB), proteína bruta (CDAPB), aminoácidos essenciais (AAEs) e aminoácidos não essenciais (AANEs) do triguilho, trigo, farelo de trigo, fibra grossa de trigo e gérmen de trigo. Utilizou-se uma dieta de referência e dietas de teste, com 5,0g/kg de óxido crômico (Cr2O3) como indicador externo. O CDAMS, CDAPB e CDAEB foram maiores (P< 0,05) no triguilho, trigo e germen de trigo do que para farelo de trigo e fibra grossa de trigo. Os CDAs de todos os aminoácidos (AAs) foram maiores que 80%, exceto para treonina no farelo de trigo e fibra grossa de trigo, superior a 90% para triguilho e germen de trigo. Os valores de todos os ingredientes investigados foram elevados para CDAPB, e os CDAs de AAEs e AANEs. Uma forte correlação negativa foi detectada para fibra bruta e cinzas com os ADCs de matéria seca, energia bruta e proteína bruta. De maneira geral, os ingredientes provenientes do trigo possuem boa digestibilidade da proteína e aminoácidos, porém o alto conteúdo fibroso reduz os CDAMS e CDAEB, em dietas extrusadas para a tilápia do Nilo.

aminoácidos; cereais; composição química; valor nutricional; peixe onívoro

UFBA - Universidade Federal da Bahia Avenida Adhemar de Barros nº 500 - Ondina , CEP 41170-110 Salvador-BA Brasil, Tel. 55 71 32836725, Fax. 55 71 32836718 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: rbspa@ufba.br