Feno da rama de mandioca para suínos em terminação

Cassava foliage hay for swine in finishing phase

A pesquisa foi desenvolvida para avaliar a digestibilidade e metabolizabilidade aparente da matéria seca, da proteína bruta, da energia bruta e a disponibilidade de cálcio e de fósforo do feno da rama de mandioca em suínos na fase de terminação. Também avaliaram-se o desempenho, as características da carcaça e a viabilidade econômica das dietas compostas de diferentes níveis de inclusão do feno da rama de mandioca. No ensaio de metabolismo, quatro leitões foram alimentados com uma ração-referência e outros quatro receberam a ração-teste, com 30% de substituição da ração-referência pelo feno da rama de mandioca. No ensaio de desempenho, utilizaram-se quarenta animais, vinte machos e vinte fêmeas, dispostos em blocos ao acaso, com cinco tratamentos, quatro repetições. Os tratamentos consistiram dos níveis de 0; 5; 10; 15 e 20% de inclusão do feno da rama de mandioca. Os valores digestíveis e metabolizáveis da matéria seca, da proteína bruta e da energia do feno da rama de mandioca para suínos na fase de terminação são: 33,24 e 29,86%; 3,98 e 2,97%; 1.386,2 e 1.196,6kcal/kg, respectivamente, e a disponibilidade de cálcio e do fósforo, de 0,30 e 0,21%. Observou-se que o consumo de ração, ganho de peso, conversão alimentar, rendimento de carcaça e o peso dos principais cortes de suínos não foram influenciados pela inclusão do feno da rama de mandioca nas dietas de suíno na fase de terminação até o nível de 20%. Constatou-se que, no entanto, a inclusão de 10% de feno da rama de mandioca em dietas de suínos em terminação melhorou o rendimento financeiro da produção.

alimentos alternativos; avaliação de carcaça; avaliação econômica; Manihot esculenta; Crantz suinocultura


UFBA - Universidade Federal da Bahia Avenida Adhemar de Barros nº 500 - Ondina , CEP 41170-110 Salvador-BA Brasil, Tel. 55 71 32836725, Fax. 55 71 32836718 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: rbspa@ufba.br