Complexo enzimático e “Saccharomyces cerevisiae ” em dietas para frangos de corte na fase inicial

Regina Fialho de Sousa Leilane Rocha Barros Dourado Edna Teles dos Santos Daniel Biagiotti Leonardo Atta Farias Francisca das Chagas Fontenele de Albuquerque Maria Letícia Araújo Marques de Carvalho Guilherme José Bolzani de Campos Ferreira João Batista Lopes Sobre os autores

RESUMO

Objetivou-se avaliar o uso de enzimas exógenas em dietas com Saccharomyces cerevisiae sobre o desempenho zootécnico, rendimento de carcaça e histomorfometria intestinal de frangos de corte na fase inicial. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2×3+1, sendo dois níveis de complexo enzimático (CE), (0 e 200g/ton), três níveis de levedura (0, 6 e 12%) e uma dieta controle, perfazendo sete tratamentos, cinco repetições de 20 aves por unidade experimental. Foram avaliados o desempenho (consumo de ração, ganho de peso e conversão alimentar), rendimento de carcaça e cortes e a histomorfometria do intestino delgado (altura, perímetro e largura de vilo, altura e largura de cripta, espessura da parede muscular intestinal e relação vilo/cripta). Na fase de 1 a 7 e de 1 a 21 dias, a inclusão de levedura na dieta promoveu redução no desempenho dos frangos. Aos 21 dias a adição de CE resultou em aumento (p<0,05) da espessura da parede muscular do duodeno, e reduziu a largura da cripta no íleo. O nível de 12% de levedura sem o CE proporcionou parede muscular intestinal do jejuno mais espessa quando comparada ao controle positivo. Não houve efeito significativo para rendimento de carcaça e cortes entre os tratamentos. Conclui-se que, a inclusão de levedura reduz o desempenho de 1 a 21 dias. A adição de complexo enzimático e levedura em dietas para frangos de corte não melhora o desempenho e rendimento de carcaça, todavia, beneficia à mucosa intestinal.

Palavras-chave:
glucanase; mananase; levedura; vilo

UFBA - Universidade Federal da Bahia Avenida Adhemar de Barros nº 500 - Ondina , CEP 41170-110 Salvador-BA Brasil, Tel. 55 71 32836725, Fax. 55 71 32836718 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: rbspa@ufba.br