Caracterísiticas fermentativas de silagens de cana-de-açúcar com aditivos

Objetivou-se por meio deste trabalho avaliar as características fermentativas de silagens de duas variedades de cana-de-açúcar com diferentes aditivos. O experimento foi conduzido no Departamento de Ciências Agrárias da UNIMONTES, Campus de Janauba-MG. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado com esquema fatorial 2 x 5 + 2, sendo duas variedades de cana-de-açúcar (RB 86 7515 e IAC 86 2480) e cinco aditivos (ureia, NaOH, CaO, milho e Lactobacillus buchneri) com três repetições e um tratamento sem aditivo por variedade, com a abertura dos silos sendo feita aos 60 dias da ensilagem. Os aditivos NaOH e CaO propiciaram reduções nas perdas por gases e efluentes das silagens de cana-de-açúcar. A variedade IAC 86 2480 apresentou melhor índice de recuperação de matéria seca. Os aditivos NaOH e L. buchneri reduziram a atividade de água na variedade IAC 86 2480. O milho e L. buchneri propiciaram menores valores de pH. A adição de ureia elevou significativamente os valores de nitrogênio amoniacal. As silagens aditivadas com NaOH e CaO apresentaram elevados teores de ácido lático e baixos teores de etanol. Os teores de ácido acético em porcentagem da matéria seca foram elevados em todos os tratamentos. Já o ácido propiônico e o butírico encontram-se dentro da faixa ideal, para o processo fermentativo. A utilização dos aditivos NaOH e CaO resultou em uma silagem com boas características fermentativas e a melhor variedade para o processo de ensilagem foi a IAC 86 2480.

aditivo químico; ácidos graxos voláteis; etanol; fermentação; Lactobacillus buchneri


UFBA - Universidade Federal da Bahia Avenida Adhemar de Barros nº 500 - Ondina , CEP 41170-110 Salvador-BA Brasil, Tel. 55 71 32836725, Fax. 55 71 32836718 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: rbspa@ufba.br