Fenos de capim-buffel amonizados com ureia

Buffel grass hays ammoniated with urea

Higor Fábio Carvalho Bezerra Edson Mauro Santos Juliana Silva de Oliveira Ricardo Martins Araujo Pinho Alexandre Fernandes Perazzo Ana Paula Gomes da Silva João Paulo de Farias Ramo Gildenia Araújo Pereira Sobre os autores

Resumos

Objetivou-se quantificar a população de mofos e leveduras, avaliar as perdas de matéria seca e a composição bromatológica de fenos de capim-buffel amonizados com ureia. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e cinco repetições. Os tratamentos compreenderam aos níveis de ureia (0; 0,5; 1,0; 2,0; 4,0%), que foram adicionados aos fardos de feno com base na matéria seca. A inclusão de 1,0% de ureia elevou a recuperação de matéria seca (93,21%) em relação ao feno não amonizado. Observou-se efeito quadrático para o pH, com o maior valor observado no nível de 0,5% de ureia (8,88), reduzindo nos demais níveis de ureia. A adição de níveis de ureia foi eficiente em reduzir a população de mofos e leveduras, reduzindo de 6,50 log UFC/g no feno sem tratamento com ureia para 3,65 log UFC/g quando adicionados 4% de ureia no feno. A adição de ureia proporcionou aumento nos teores de matéria orgânica e proteína bruta dos fenos de capim-buffel, atingindo os maiores valores com a utilização de 4,0% de ureia, com 90,96% e 14,03% para matéria orgânica e proteína bruta, respectivamente. A aplicação de ureia não proporciona diminuição em relação às perdas de matéria seca, exceto na dose de 1,0%, no entanto, é eficiente em reduzir a população de mofos e leveduras e elevar os teores de proteína bruta de fenos de capim-buffel.

aditivos; amonização; cenchrus ciliaris; conservação de forragens; mofos e leveduras


The objective of this study was to quantify the population of molds and yeasts, evaluate losses dry matter and chemical composition of buffelgrass hay ammoniated with urea. We used a completely randomized design with five treatments and five replicates. The treatments consisted the urea levels (0, 0.5, 1.0, 2.0, and 4.0%) that were added to the hay bales based on dry matter. The inclusion of 1.0% of urea increased dry matter recovery (93.21%) compared to non-ammoniated hay. There was quadratic effect for the pH with highest value observed at the level of 0.5% of urea (8.88), reducing the other levels of urea. The addition of urea levels was efficient to reduce the population of molds and yeasts, reducing from 6.50 log CFU/g in untreated hay with urea to 3.65 log CFU/g when added 4% of urea in the hay. The addition of urea resulted in increased contents of organic matter and crude protein hay buffelgrass, reaching the highest values with the use de 4.0% of urea, with 90.96% and 14.03%, respectively. The application of urea does not provide decreased in respect losses of dry matter, except at a level of 1.0%, however it is efficient in to reduce the population of molds and yeasts and elevate the crude protein of buffel grass hay.

additivies; ammoniation; cenchrus ciliares; forage conservation; molds and yeasts


  • ALMEIDA, J.C.C.; PÁDUA, F.T.; NEPOMUCENO, D.D.; ROCHA, N.S.; SILVA, T.O.da; ZANINE, A.de M. Ocorrência de fungos no feno de grama-batatais (Paspalum notatum) em função da dose de ureia, período de tratamento e do teor de umidade. Livestock Research for Rural Development, v.18, n.80, 2006.
  • ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS – AOAC. Official Methods of Analysis Washington, 1975.1094p.
  • BOLSEN, K.K.; LIN, C.; BRENT, C.R.; FEYERHERM, A.M.; URBAN, J.E.; AIMUTIS, W.R. Effects silage additives on the microbial succession and fermentation process of alfalfa and corn silages. Journal of Dairy Science, v.75, n.11, p.3066-83, 1992.
  • CARVALHO, G.G.P.; PIRES, A.J.; VELOSO, C.M.; MAGALHÃES, A.F.; FREIRE, M.A.L.; SILVA, F.F. da; SILVA, R.R.; CARVALHO, B.M.A.de. Valor nutritivo do bagaço de cana-de-açúcar amonizado com quatro doses de uréia. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.41, n.1, p.125-132, 2006.
  • CORSATO, C.E.; SCARPARE FILHO, J.A.; SALES, E.C.J. Teores de carboidratos em órgãos lenhosos do caquizeiro em clima tropical. Revista Brasileira de Fruticultura, v.30, n.2, p.414-418, 2008.
  • GOBBI, K.F.; GARCIA, R.; GARCEZ NETO, A.F.; PEREIRA, O.G.; BERNARDINO, F.S.; ROCHA, F.C. Composição química e digestibilidade In Vitro do feno de Brachiaria decumbens Stapf. tratado com ureia. Revista Brasileira de Zootecnia, v.34, n.3, p.720-725, 2005.
  • MEDEIROS, H.R.; DUBEUX JUNIOR, J.C.B. Efeitos da fertilização com nitrogênio sobre a produção e eficiência do uso da água em capim buffel. Revista Caatinga, v.21, n.3, p.13-15, 2008.
  • PADUA, F.T.; ALMEIDA, J.C.C.; NEPOMUCENO, D.D.; CABRAL NETO, O.; DEMINICIS, B.B. Efeito da dose de uréia e período de tratamento sobre a composição do feno de paspalum notatum Archivos de Zootecnia, v.60, n.29, p. 57-62, 2011.
  • REIS Jr, L.C.V.; ALMEIDA, J.C.C.; ARAÚJO, R.P.; LISTA, F.N.; RIBEIRO, E.T.; MENDONÇA, D.C.de; ABREU, J.B.R.de; ARAÚJO, S.A.do C.; RIBEIRO, T.P. Qualidade do Feno de Capim Coast-Cross sob Níveis de ureia e Períodos de Amonização. Revista de Ciências da Vida, v.31, n.1, p.71-80, 2011.
  • SCHMIDT, P.; WECHSLER, F.S.; VARGAS JUNIOR, F.M.V.; ROSSI, P. Valor Nutritivo do Feno de Braquiária Amonizado com Uréia ou Inoculado com Pleurotus ostreatus. Revista Brasileira de Zootecnia, v.32, n.6, p.2040-2049, 2003.
  • SILVA, D.J.; QUEIROZ, A.C. de. Análises de alimentos: métodos químicos e biológicos 3. ed. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2002. 235p.
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA-UFV. SAEG. Sistema para Análises Estatísticas Versão 9.1. Viçosa, 2007.
  • VAN SOEST, P.J. Development of a comprehensive system of feed analysis and its application to forage. Journal of Animal Science, v.26, n.1, p.119-120, 1967.
  • VAN SOEST, P.J. Nutritional ecology of the ruminant 2nd ed. Ithaca: Cornell University Press, 1994. 476p.
  • ZANINE, A.M.; SANTOS, E.M.; FERREIRA, D.J.; PEREIRA, O.G. Efeito dos níveis deuréia sobre o valor nutricional do feno de capim-Tanzânia. Semina: Ciências Agrárias, v.28, n.2, p.333-340, 2007.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    03 Nov 2014
  • Data do Fascículo
    Set 2014

Histórico

  • Recebido
    02 Dez 2013
  • Aceito
    08 Set 2014
UFBA - Universidade Federal da Bahia Avenida Adhemar de Barros nº 500 - Ondina , CEP 41170-110 Salvador-BA Brasil, Tel. 55 71 32836725, Fax. 55 71 32836718 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: rbspa@ufba.br