Desempenho produtivo e concentrações de N-ureico em ovinos alimentados com parte aérea da mandioca ensilada com aditivos alternativos

Performance and urea-n concentrations in sheep fed ensiled cassava foliage with alternative additives

Jucimara Queiroz de Oliveira Daniele Rebouças Santana Loures Adriana Regina Bagaldo Fabiana Lana de Araujo Sabrina Luzia Gregio de Sousa Marilice Alves de Andrade Mailin Vasconcelos dos Santos Lima Bruna de Jesus Almeida Sobre os autores

Objetivou-se avaliar a parte aérea da mandioca ensilada in natura, sem e com adição de 10% de farinha de varredura, farelo de jaca ou bagaço de laranja, na alimentação de ovinos confinados. Avaliou-se o desempenho produtivo e parâmetro sanguíneo, de 28 cordeiros não castrados, mestiços da raça Santa Inês, pesando inicialmente em média 22,0kg. Foram 14 dias de adaptação dos animais às dietas e às instalações e 56 de coleta de dados. Os consumos (g/animal/dia) de matéria seca, matéria orgânica, proteína bruta, extrato etéreo, fibra insolúvel em detergente neutro (FDN), carboidratos não fibrosos e FDN corrigido para cinzas e proteína, não diferiram e apresentaram as seguintes médias: 1466,7; 1448,5; 253,4; 69,8; 498,7; 662,0 e 410,8 respectivamente. A concentração média (24,8mg/dL) de nitrogênio ureico plasmático, não diferiu, mas, o efeito de tempo após alimentação apresentou comportamento quadrático, com pico de concentração, aproximadamente, às 3 horas. O ganho de peso médio (207,5g/dia), a média de peso final (30,1kg PC), o ganho de peso médio total (11,6kg) e a conversão alimentar (7,3kg MS/kg peso ganho) não foram influenciados pelas dietas. Conclui-se que as silagens de parte aérea da mandioca com ou sem os aditivos alternativos podem ser utilizadas na alimentação de ovinos.

conservação; nutrição; ruminantes; subproduto


UFBA - Universidade Federal da Bahia Avenida Adhemar de Barros nº 500 - Ondina , CEP 41170-110 Salvador-BA Brasil, Tel. 55 71 32836725, Fax. 55 71 32836718 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: rbspa@ufba.br