Farelo de algodão na alimentação de suínos (30 - 90 kg)

Cottonseed meal on pigs feeding (30 - 90 kg)

Diovani Paiano Ivan Moreira Paulo Levi de Oliveira Carvalho Antonio Cláudio Furlan Marcos Augusto Alves Silva Marianne Kutschenko Thomas Voorsluys Sobre os autores

Resumos

Foi conduzido um estudo com objetivo de avaliar o uso do farelo de algodão (FA42) na alimentação de suínos, nas fases de crescimento e terminação, seus efeitos sobre o desempenho zootécnico, características de carcaça e viabilidade econômica. Foram utilizados 40 suínos mestiço com peso de 29,7 ± 1,6 aos 52,2 ± 3,6kg para o crescimento e 52,7 ± 2,9 aos 86,9 ± 5,0kg para a terminação. Para cada fase foram formuladas três rações (5, 10 e 15% de FA42). Adicionalmente foi formulada uma ração sem a inclusão de FA42 (0%). Os suínos foram distribuídos em um delineamento em blocos ao acaso com quatro tratamentos e quatro blocos, com quatro repetições por tratamento. Não foram observados efeitos da inclusão de FA42 para as variáveis de desempenho na fase de crescimento, entretanto para a fase de terminação, houve efeito linear crescente dos níveis de inclusão sobre o consumo e conversão alimentar. As características de carcaça e o nitrogênio da uréia plasmática não foram influenciados. Os resultados sugerem que o FA42 pode ser utilizado nas rações de suínos em crescimento em até 15% e em até 10% na terminação ou em substituição próxima de 50% da proteína do farelo de soja, sem prejuízos ao desempenho. Entretanto, o nível de 5% de inclusão do FA42 foi o que apresentou a melhor eficiência econômica.

alimento alternativo; características de carcaça; proteica; nutrição; viabilidade econômica


One experiment was carried out to evaluate the use of cottonseed meal (CM42) on growing-finishing pigs feeding and the effect on performance, carcass traits and economic feasible. Were used 40 crossbred pigs, with body weight of 29.7 ± 1.6 to 52.2 ± 3.6kg in the growing and 52.7 ± 2.9 to 86.9 ± 5.0kg in the finishing phase. For each phase were formulated four diets, the first contain no cottonseed meal (0%) and three experimental diets with increasing levels of inclusion (5, 10 and 15%) of CM42. The pigs were allotted in a completely randomized block design with four treatments and four blocks, resulting in four replicates per treatment. No were observed effect of inclusion of CM42 for performance variables in growing phase, however for finishing phase, there were linear effect in performance of levels of inclusion on daily feed intake and feed:gain ratio. No was effect of inclusion of CM42 on carcass traits and plasma urea nitrogen. The CM42 can be used in diets pigs on growing phase in levels up to 15% and to used up to 10% on finishing phase, respectively, or in replaced next 50% in crude protein of soybean meal, without impairing for pigs. However, 5% level of inclusion showed better economic efficiency.

alternative feedstuffs; carcass traits; economic feasibility; nutrition; protein


  • ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA PRODUTORA E EXPORTADORA DE CARNE SUÍNA- ABIPECS, 2012. Produção brasileira de carne suína - 2004 a 2012 Disponível em: <http://www.abipecs.org.br/uploads/relatorios/mercado-interno/producao/Producao_2012.pdf> Acesso em: 15 jul. 2013.
  • ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES DE SUÍNOS - ABCS. Método brasileiro de classificação de carcaça Estrela – RS, 1973. 17p. (Publicação Técnica, 2).
  • ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS - AOAC. Official methods of analysis of AOAC international Virginia, 1995. v.16.
  • BRIDI, A.M., SILVA, C.A. Métodos de avaliação da carcaça e da carne suína Londrina: Midigraft, 2006. 97p.
  • CAI, Y., ZIMMERMAN, D.R., EWAN, R.C. Diurnal variation in concentrations of plasma urea nitrogen and amino acids in pigs given free access to feed or fed twice daily. Journal Nutrition, v.124, p.1088-1093, 1994.
  • CAMARA, G.; SOUZA, R.C.M.; FREITAS U.M.; GARRIDO J.; MITSUO II, F. SPRING: Integrating remote sensing and GIS by object-oriented data modelling.Computers & Graphics, v.20, n.3, p.395-403, 1996.
  • CHIBA, L.I. Protein supplement. In: LEWIS, A. I.; SOUTHERN, L. L. Swine nutrition 2.ed. Boca Roton: CRC Press, 2000. p.803-837.
  • COMA, J.; CARRION, D.; ZIMMERMAN, D.R. Use of plasma urea nitrogen as a rapid response criterion to determine the lysine requirement of pigs. Journal of Animal Science, v.73, p.472-481, 1995.
  • COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB. Indicadores da Agropecuária CONAB/MAA, Brasília-DF, ano XXII, nº 08, agosto/2013. p.8-9.
  • FOMBAD, R.B.; BRYANT, M.J. An evaluation of the use of cottonseed cake in the diet of growing pigs. Tropical animal health and production, v.36, n.3, p.295-305, 2004.
  • GOMES, M.F.M.; BARBOSA, H.P.; FIALHO, E.T.; FERREIRA, A.S.; LIMA, G.J.M.M . Análise econômica da utilização de triguilho para suínos. Concórdia: EMBRAPA-CNPSA, 1991. p.1-2. (Comunicado Técnico, 179).
  • GUIDONI, A. L. Alternativas para comparar tratamentos envolvendo o desempenho nutricional animal 1994. 105p.Tese (Doutorado em Agronomia) – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Piracicaba.
  • HAUSCHILD, L.; LOVATTO, P. A.; LEHNEN, C. R.; CARVALHO, A. d'A.; ALEBRANTE, L. Utilização do triticale e de enzimas em dietas para suínos: digestibilidade e metabolismo. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v.60, n.2, p.470-476, 2008.
  • HENDERSON, S.M.; PERRY, R.L. Agricultural process engineering New York : John Wiley and Sons, 1955. 402p.
  • HENRY, Y.; SÈVE, B. Feed intake and dietary amino acid balance in growing pigs with special reference to lysine, tryptophan and threonine. Pig News and Information, v.14, p.35-43, 1993.
  • LI, D.F.; XU, X.X.; QIAO, S.Y.; ZHENG, C.T.; CHEN,Y.; PIAO, X.S.; HAN, K.; THACKER,P. Growth performance of growing-finishing pigs fed diets supplemented with chinese cottonseed meal based on amino acid digestibilities. Asian Australasian Journal of Animal Sciences, v.13, n.4, p.521-527, 2000.
  • MARSH, W.H.; FINGERHUT, B.; MILLER, H. Automated and manual direct methods for determination of the determination of blood urea. Clinical Chemistry, v.11, n.578, 1965.
  • MELLO, G.; LAURENTIZ, A.C.; FILARDI, R.S.; BERGAMASCHINE, A.F.; OKUDA, H.T.; LIMA, M.M.; JUNQUEIRA, O.M. Farelo de algodão em rações para suínos nas fases de crescimento e terminação. Archivos de Zootecnia, v.6, p.55-62, 2012.
  • MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO ASSESSORIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA. Projeções do Agronegócio: Brasil 2012/2013 a 2022/2023 Brasília: Mapa/ACS, 96 p. 2013. Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/projecoes%20-%20versao%20atualizada.pdf.> Acesso em: 15 set.2013.
  • MOREIRA, I.; SARTORI, I.M.; PAIANO, D.; MARTINS,R.M.; OLIVEIRA, G.C. Utilização do farelo de algodão, com ou sem a adição de ferro, na alimentação de leitões na fase inicial (15-30 kg). Revista Brasileira de Zootecnia, v.35, n.3, p.1077-1084, 2006.
  • NATIONAL ACADEMY OF SCIENCE - NRC. Nutrient requirements of swine 11.ed. Washington, D.C., 2012. 400p.
  • NATIONAL COTTONSEED PRODUCTS ASSOCIATION -NCPA 2001. Cotton: America's True Food & Fiber Crop Disponível em: <http:// www.cottonseed.com>. Acesso em: 15 dez. 2011.
  • PAIANO, D.; MOREIRA, I.; SILVA, M.A.A.; SARTORI, I.M.; MARTINS, R.M.; VIEIRA, F.F. Farelos de algodão com diferentes níveis de proteína na alimentação de suínos na fase inicial - digestibilidade e desempenho. Acta Scientiarum. Animal Sciences, v.28, p.415-422, 2006.
  • POZZA, P.C.; GOMES, P.C.; ROSTAGO, H.S. DONZELE, J.L.; SANTOS, M.S.; FERREIRA, R.A Avaliação da Perda Endógena de Aminoácidos, em Função de Diferentes Níveis de Fibra para Suínos.Revista Brasileira de Zootecnia, v.32, n.6, p.1354-1361, 2003.
  • ROSTAGNO, H.S.; ALBINO, L.F.T.; DONZELE, J.L.; GOMES, P.C.; OLIVEIRA R.F.; LOPES, D.C.; FERREIRA A.S.; BARRETO, L.S.T. Tabelas brasileiras para aves e suínos: composição de alimentos e exigências nutricionais 3.ed. Viçosa, MG: Universidade Federal de Viçosa, 2011. 252p.
  • SAMPAIO, C.A.P.; CRISTANI, J.; DUBIELA, J.A. Avaliação do ambiente térmico em instalação para crescimento e terminação de suínos utilizando os índices de conforto térmico nas condições tropicais. Ciência Rural, v.34, n.3, p.785-790, 2004.
  • SANTOS, J.; SANDI, A.J.; MIELE, M.; MARTINS, F.; JACOBINA, A.; SOUZA, B. Índices dos Custos de Produção de Suínos /Embrapa - Fevereiro/2013 Disponível em: <http://www.cnpsa.embrapa.br/cias/index.php?option=com_content&view=article&id=170>. Acesso em: 03 maio 2013.
  • SILVA, A.A.; MARQUES, B.M.F.P.P.; HAUSCHILD, L.; GARCIA, G.G.; LOVATTO, P.A. Digestibilidade e balanços metabólicos da silagem de grãos úmidos de milho para suínos. Ciência Rural, v.35, n.4, p. 877-882, 2005.
  • YIN, Y.L.; CHEN, C.M.; ZHONG, H.Y. HUANG, R.L.; CHEN, X.-S. Aparent digestibilities of energy, cell-wall constituents, crude protein and amino-acids of chinese oil meals for growing pigs . Animal Feed Science and Technology, v.45, n.3/4, p.283-298, 1994.
  • ZANOTTO, D.L., J.V. LUDKE, A.L. GUIDONI, P.C. GOMES, P.A.R. BRUM1 E L.C. AJALA. Utilização do farelo de canola em dietas para suínos em crescimento e terminação. Archivos de Zootecnia, v.58, p.717-728, 2009.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    03 Nov 2014
  • Data do Fascículo
    Set 2014

Histórico

  • Aceito
    23 Set 2014
  • Recebido
    09 Dez 2013
UFBA - Universidade Federal da Bahia Avenida Adhemar de Barros nº 500 - Ondina , CEP 41170-110 Salvador-BA Brasil, Tel. 55 71 32836725, Fax. 55 71 32836718 - Salvador - BA - Brazil
E-mail: rbspa@ufba.br