Comportamento ingestivo diurno de novilhos Nelore recebendo níveis crescentes de suplementação em pastejo de capim-braquiária

Diurnal ingestive behavior of Nellore steers receiving increasing levels of supplement in brachiaria pasture

Objetivou-se avaliar o comportamento ingestivo diurno de novilhos em pastagem de capim-braquiária submetidos a suplementação energética e proteica. Foram utilizados 40 novilhos Nelore, com peso inicial de 373,7 ± 14,9 kg e 26 meses de idade, distribuídos em quatro níveis de suplementação: mistura mineral, 0,3; 0,6 e 0,9% do peso vivo de suplementação energética e proteica. Os animais foram observados visualmente por dois períodos de 12 horas; das 6 às 18 h. Os tempos de pastejo, ruminação e ócio sofreram efeito quadrático, e o tempo de cocho efeito linear crescente. Os consumos de matéria seca total não foram alterados pelos níveis de suplementação. O consumo total de matéria seca oriunda da pastagem e todas variáveis relacionadas à fibra em detergente neutro e fibra em detergente ácido decresceram linearmente. O número de mastigações por bolo decresceu linearmente. O número de períodos de pastejo e o tempo por período de cocho aumentaram linearmente. O tempo por período de pastejo decresceu linearmente. O número de períodos de ruminação, número de períodos de ócio e tempo por período de ruminação sofreram efeito quadrático. O número de períodos de cocho sofreu efeito cúbico. A suplementação compromete as variáveis relacionadas ao comportamento ingestivo diurno, não só pela quantidade de alimento ingerido, mas também por sua composição e pela razão volumoso:concentrado, portanto, exige atenção no balanceamento de rações.

bovinos; etologia; ócio; ruminação


Sociedade Brasileira de Zootecnia Universidade Federal de Viçosa / Departamento de Zootecnia, 36570-900 Viçosa MG Brazil, Tel.: +55 31 3612-4602, +55 31 3612-4612 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: rbz@sbz.org.br