Dietas com mananoligossacarídeo e níveis reduzidos de cálcio para codornas japonesas

Diets with mannan oligosaccharides and reduced calcium levels for Japanese quails

Avaliaram-se os efeitos de níveis de cálcio e da suplementação de dietas com mananoligossacarídeos sobre desempenho e a viabilidade econômica de codornas em postura. Foram utilizadas 200 codornas em delineamento inteiramente casualizado e arranjo fatorial 2 × 2 + 1, com dois níveis de cálcio (2,2 e 1,9%), dois de mananoligossacarídeos (0 e 0,1%) e uma dieta controle (sem mananoligossacarídeos e com 2,5% de cálcio) com quatro repetições. Não houve efeito dos níveis de cálcio nem de mananoligossacarídeos sobre o peso dos ovos, a porcentagem de gema e albúmen e o preço da ração consumida/dúzia. A interação controle × fatorial foi significativa para consumo diário de ração, conversão alimentar e margem bruta. Codornas alimentadas com dietas pobres em cálcio e sem mananoligossacarídeos consumiram mais ração e tiveram pior conversão alimentar em comparação às aves alimentadas com a dieta controle, o que causou pior margem bruta. A redução dos níveis de cálcio diminuiu a produção e a massa de ovos, piorou a conversão alimentar (kg/kg) e reduziu a porcentagem de casca de ovo. A inclusão de mananoligossacarídeos reduziu o consumo diário de ração, melhorou a conversão alimentar (kg/dúzia) e aumentou a margem bruta, como reflexo do menor consumo diário de ração e da menor conversão alimentar. Dietas com 2,2% de cálcio e suplementadas com 0,1% de mananoligossacarídeos podem ser adotadas para codornas japonesas em postura.

nutrição de aves; prebiótico; produção de ovos


Sociedade Brasileira de Zootecnia Universidade Federal de Viçosa / Departamento de Zootecnia, 36570-900 Viçosa MG Brazil, Tel.: +55 31 3612-4602, +55 31 3612-4612 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: rbz@sbz.org.br