Accessibility / Report Error

Composição lipídica de carne bovina de grupos genéticos taurinos e zebuínos terminados em confinamento

Lipid composition of meat from zebu and taurine cattle finished in confinement

O objetivo neste trabalho foi avaliar a composição em lipídeos totais, colesterol e ácidos graxos do músculo longissimus dorsi de bovinos Bos taurus (n=40) e Bos indicus (n=40) com 30 a 36 meses de idade e peso de carcaça entre 240 e 270 kg terminados em confinamento por 90 dias. Os resultados de lipídeos totais foram semelhantes entre os dois grupos. O nível de colesterol foi mais elevado em Bos indicus (66,95 mg/100 g) que em Bos taurus (37,37 mg/100 g). Os valores médios dos ácidos graxos saturados de C14:0 e C18:0 foram mais elevados nos Bos indicus (3,52 e 22,45%) em comparação aos Bos taurus (3,08 e 18,67%). O C16:0 nos Bos taurus (26,14%) foi maior que nos Bos indicus (24,77%). Na análise do perfil de ácidos graxos monoinsaturados (AGM), os Bos taurus apresentaram os percentuais mais elevados de C14:1 cis9, C16:1 cis9, C18:1 cis9, ΣAGM e os menores de C18:1 trans. Os animais Bos taurus apresentaram maiores percentuais de C18:3 n-3, C20:4 n-6 e C22:5 n-3 (ácidos graxos poliinsaturados). Os ácidos graxos C18:2 n-6, CLA, C20:5 n-3, C22:6 n-3, ΣAGP e Σn-6 foram semelhantes entre grupos de bovinos. A razão n-6/n-3 foi menor em Bos taurus (4,63) em comparação aos Bos indicus (5,70). Em geral, o grupo genético influencia o perfil de colesterol e ácidos graxos de bovinos e esse efeito é mais pronunciado nos ácidos graxos saturados e monoinsaturados.

ácidos graxos; colesterol; suplementação


Sociedade Brasileira de Zootecnia Universidade Federal de Viçosa / Departamento de Zootecnia, 36570-900 Viçosa MG Brazil, Tel.: +55 31 3612-4602, +55 31 3612-4612 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: rbz@sbz.org.br