Caracterização individual do veneno de Bothrops alternatus Duméril, Bibron & Duméril em função da distribuição geográfica no Brasil (Serpentes,Viperidae)

Individual characterization of Bothrops alternatus Duméril, Bibron & Duméril venoms, according to their geographic distribution in Brazil (Serpentes, Viperidae)

Marisa M. T. da Rocha Maria de F. D. Furtado Sobre os autores

Bothrops alternatus Duméril, Bibron & Duméril, 1854 é uma serpente de importância em saúde pública, com ampla distribuição geográfica, desde o Mato Grosso do Sul até o sudeste do Brasil, chegando até a Argentina e Uruguai, ocupando vários domínios morfoclimáticos. Neste trabalho investigou-se a variação do veneno de adultos de Bothrops alternatus, em função de sua distribuição geográfica no Brasil, comparativamente ao veneno elaborado sob a forma de "pool" desta espécie (veneno referência), que inclui serpentes, em sua maioria, da região do estado de São Paulo. Foram analisadas as atividades letal, coagulante sobre o plasma, proteolítica sobre a caseína e miotóxica, bem como os padrões eletroforéticos de 61 amostras individuais de veneno contrapostas ao "pool". Os resultados mostraram que o veneno de B. alternatus é pouco ativo, comparativamente ao de outros Bothrops Wagler, 1824. A variação individual prevaleceu, não apresentando correlação com as áreas de distribuição geográfica e domínios morfoclimáticos, porém a atividade coagulante das amostras de veneno provenientes do nordeste da distribuição geográfica apresentaram-se menos ativas comparativamente às da porção central da distribuição. Os venenos provenientes das bordas da distribuição apresentaram ações proteolíticas e miotóxicas mais intensas, que estatisticamente não foram significativamente diferentes. As variações individuais prevaleceram.

Biogeografia; variação intraespecífica; atividades do veneno


Sociedade Brasileira de Zoologia Caixa Postal 19020, 81531-980 Curitiba PR Brasil, Tel./Fax: +55 41 3266-6823, - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: sbz@bio.ufpr.br