Fungos micorrízicos arbusculares como indicadores da recuperação de áreas degradadas no nordeste do Brasil

Arbuscular mycorrhizal fungi as indicators of the recovery of degraded areas in northeastern Brazil

Romero Francisco Vieira Carneiro Francisco Marques Cardozo Júnior Lucimária Farias Pereira Ademir Sérgio Ferreira Araújo Gladstone Alves Silva Sobre os autores

Avaliaram-se atributos dos fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) na região sob desertificação de Gilbués, PI, Brasil, objetivando monitorar áreas sob diferentes níveis de degradação e recuperação do solo. Amostras de solo foram coletadas na camada de 0-0,2 m, durante o período seco de 2009 em quatro áreas pertencentes a um Argissolo, visualmente definidas como: REC - área em recuperação por contenção da erosão e plantio de gramíneas e leguminosas exóticas; DEG- área altamente degradada; IDEG - área moderadamente degradada; MN - área de vegetação nativa. Foram analisados a colonização radicular, o número mais provável de propágulos infectivos (NMP), índices de diversidade (Shannon-Wiener, diversidade e dominância de Simpson, equitabilidade de Pielou e Margalef) e os atributos químicos do solo pH, H+Al, fósforo e matéria orgânica, usados como variáveis explicativas da variabilidade de atributos dos FMAs por meio de análises multivariadas. A colonização radicular e o NMP de propágulos foram superiores em REC. Os índices de Shannon-Wiener, dominância de Simpson e Margalef foram menores na área DEG, demonstrando serem bons indicadores de alterações na comunidade de FMAs em áreas degradadas. Pela análise de agrupamento hierárquico, a área DEG teve maior dissimilaridade em relação às demais. Pela análise por componentes principais, os índices de Shannon-Wiener, Margalef, de Simpson, a dominância de Simpson e os teores de fósforo foram os parâmetros que mais explicaram a variância total.

desertificação-controle; micorriza; solos-degradação; qualidade do solo


Universidade Federal do Ceará Av. Mister Hull, 2977 - Bloco 487, Campus do Pici, 60356-000 - Fortaleza - CE - Brasil, Tel.: (55 85) 3366-9702 / 3366-9732, Fax: (55 85) 3366-9417 - Fortaleza - CE - Brazil
E-mail: ccarev@ufc.br