Qualidade fisiológica de sementes de gergelim produzidas a partir de plantas submetidas ao estresse hídrico

Ronimeire Torres da Silva Alexandre Bosco de Oliveira Maria de Fátima de Queiroz Lopes Marcelo de Almeida Guimarães Alek Sandro Dutra Sobre os autores

RESUMO

A germinação e vigor das sementes podem ser influenciadas por diversos fatores, como o déficit hídrico durante sua produção, o qual pode afetar diferentemente as culturas de acordo com a fase fenológica da planta. Assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar a qualidade fisiológica de sementes de gergelim oriundas de plantas submetidas ao estresse hídrico em diferentes fases fenológicas. Para tanto, plantas de gergelim foram submetidas à deficiência hídrica nas seguintes fases: I - germinação ao início do crescimento vegetativo (T1); II - crescimento vegetativo até a floração (T2); III - floração até a formação das vagens (T3); IV - maturação dos frutos (T4); estresse em todas as fases (T5); e irrigação plena (T6). Manteve-se, por meio da pesagem e irrigação diária dos baldes, 50% da capacidade de vaso (CV) para os tratamentos com deficiência hídrica e 100% da CV para os tratamentos sem deficiência. Aos 90 dias após o plantio realizou-se a colheita das plantas, sendo as sementes avaliadas através do teste de germinação, 1ª contagem de germinação, índice de velocidade de germinação, tempo médio de germinação, envelhecimento acelerado, condutividade elétrica, emergência de plântulas, índice de velocidade de emergência, tempo médio de emergência, comprimento de plântulas e massa seca das plântulas. Sementes de gergelim provenientes de plantas cultivadas sob déficit hídrico apresentam menor qualidade fisiológica. Entre a germinação e o início do crescimento vegetativo e entre a floração e formação dos frutos o gergelim é mais sensível à deficiência hídrica, de modo que a limitação de água nesses períodos resulta em produção de sementes de qualidade fisiológica inferior.

Palavras-chave:
Sesamum indicum L; Déficit hídrico; Fenologia; Germinação; Trocas gasosas

Universidade Federal do Ceará Av. Mister Hull, 2977 - Bloco 487, Campus do Pici, 60356-000 - Fortaleza - CE - Brasil, Tel.: (55 85) 3366-9702 / 3366-9732, Fax: (55 85) 3366-9417 - Fortaleza - CE - Brazil
E-mail: ccarev@ufc.br