Germinação in vitro e viabilidade de grãos de pólen de acessos de coqueiro

Catrine Regina Feitosa Moura Caroline de Araújo Machado Ana da Silva Lédo Sobre os autores

A conservação de recursos genéticos é importante para a preservação da variabilidade genética, facilita o intercâmbio de germoplasma e contribui na geração de variabilidade obtida por meio de cruzamentos artificiais aumentando a eficiência dos programas de melhoramento genético. O objetivo desse estudo foi selecionar meio de cultura para germinação in vitro de grãos de pólen de acessos de coqueiro anão e gigante, bem como determinar a viabilidade de grãos de pólen em condições de temperatura ambiente. Para tanto foram utilizados grãos de pólen dos acessos Anão verde do Brasil de Jiqui (AVeBrJ) e Gigante do Brasil Praia do Forte (GBrPF) provenientes do Banco Ativo de Germoplasma de Coco da Embrapa Tabuleiros Costeiros. Para avaliar o efeito de diferentes meios de cultura na germinação in vitro, grãos de pólen dos acessos BGD e BRA foram inoculados em placas de Petri contendo 2 ml de meio de cultura. A viabilidade do pólen foi avaliada por coloração com 1% carmim acético e por germinação in vitro a 0, 24, 48 e 72 horas. O meio Lora promove o maior percentual de germinação in vitro de grãos de pólen dos dois acessos. Grãos de pólen do acesso AVeBrJ apresentam viabilidade intermediária (66,87%) no ponto máximo da curva de 23,14 horas por germinação in vitro. Os grãos de pólen do acesso GBrPF apresentaram alta viabilidade acima de 70% até 120 horas em temperatura ambiente por germinação in vitro.

Cocos nucifera ; Cultura in vitro; Meio de cultura


Universidade Federal do Ceará Av. Mister Hull, 2977 - Bloco 487, Campus do Pici, 60356-000 - Fortaleza - CE - Brasil, Tel.: (55 85) 3366-9702 / 3366-9732, Fax: (55 85) 3366-9417 - Fortaleza - CE - Brazil
E-mail: ccarev@ufc.br