Accessibility / Report Error

Desenvolvimento inicial de plantas de Combretum leprosum Mart. irrigadas com águas salinas de diferentes naturezas catiônicas

Caio César Pereira Leal Nadjamara Bandeira de Lima Dantas Salvador Barros Torres Amsterdam Armênio de Medeiros Vale Rômulo Magno Oliveira de Freitas Sobre os autores

RESUMO

Dentre os fatores que limitam a propagação de plantas, principalmente no semiárido brasileiro, destaca-se o problema de salinidade que afeta os solos em função da dissolução e intemperismo dos minerais e do solo. Objetivou-se avaliar a emergência e crescimento inicial de plantas de C. leprosum irrigadas com águas salinas de diferentes naturezas catiônicas. O experimento foi realizado em casa de vegetação utilizando o substrato fibra de coco comercial umedecido com águas salinizadas com Na, Ca e K nas condutividades elétricas de: 0,0; 1,5; 2,5; 3,5; 4,5; 5,5 e 6,5 dS m-1. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 3 x 7 (três sais x sete níveis de condutividade elétrica). Durante vinte dias avaliou-se a emergência, índice de velocidade de emergência de plântulas, comprimento da raiz, comprimento da parte aérea, massas secas da raiz e da parte aérea. Os resultados indicaram interação significativa entre os dois fatores analisados. A emergência e crescimento inicial de plantas de C. leprosum apresentam diminuição gradativa em função do aumento dos níveis de condutividade elétrica, com o comprimento de raiz sendo menos afetado pelas águas salinizadas com CaCl e KCl. As plântulas de C. leprosum apresentam sensibilidade aos três tipos de sais, sendo verificado alta sensibilidade a KCl e NaCl.

Palavras-chave:
Combretaceae; Salinidade; Sementes florestais

Universidade Federal do Ceará Av. Mister Hull, 2977 - Bloco 487, Campus do Pici, 60356-000 - Fortaleza - CE - Brasil, Tel.: (55 85) 3366-9702 / 3366-9732, Fax: (55 85) 3366-9417 - Fortaleza - CE - Brazil
E-mail: ccarev@ufc.br