Comportamento ingestivo de cordeiros ou borregos alimentados com dietas de alto concentrado de milho ou sorgo

Rafael Sanches Venturini Sérgio Carvalho Camilla Trevisan Teixeira Luiz Gustavo de Pellegrini Danielle Dias Brutti Sobre os autores

RESUMO

Objetivou-se avaliar o comportamento ingestivo de cordeiros ou borregos terminados em confinamento com dietas de alto concentrado à base de grão de milho ou de sorgo. Foram utilizados 32 animais, sendo 16 cordeiros (dente de leite) e 16 borregos (2 dentes), os quais foram distribuídos em um delineamento experimental inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 2 (duas categorias x dois grãos). Nas categorias avaliadas (cordeiros e borregos), verificou-se diferença significativa (P≤0,05) para tempo de mastigação total, tempo em ócio e outras atividades (expressos em min/day e percentagem), número de refeições por dia, tempo despendido por refeição e para peso de matéria seca ou de FDN ingeridos por refeição (g/MS por REF e g/FDN por REF, respectivamente). Já para os grãos testados (milho ou sorgo) foram observadas diferenças significativas (P≤0,05) no tempo de alimentação, tempo de mastigação total e tempo em ócio (expressos em min/day e percentagem) e para eficiência de alimentação (g MS/h e g FDN/h). Diferenças existentes nas exigências nutricionais de cordeiros e borregos e na composição bromatológica de dietas de alto concentrado de milho ou de sorgo fazem com que ocorram alterações em algumas características do comportamento ingestivo dos animais.

Palavras-chave:
Categoria animal; Confinamento; Ovinos

Universidade Federal do Ceará Av. Mister Hull, 2977 - Bloco 487, Campus do Pici, 60356-000 - Fortaleza - CE - Brasil, Tel.: (55 85) 3366-9702 / 3366-9732, Fax: (55 85) 3366-9417 - Fortaleza - CE - Brazil
E-mail: ccarev@ufc.br