Gestão em saúde: o aprendizado e a formação acadêmica de estudantes de graduação

OBJETIVO: comparar o conhecimento, prévio e posterior ao ensino-aprendizagem sobre o tema Gestão em Saúde, dos estudantes do 3º ano do curso de Fonoaudiologia. MÉTODO: os indivíduos foram solicitados a responder um protocolo antes e um ano depois de ministrado o módulo de Gestão em Saúde para serem obtidas informações sobre a forma como ocorreu o aprendizado com relação ao processo saúde-doença, administração deste conteúdo em seu cotidiano e o que consideraram como princípio norteador de gestão na profissão do fonoaudiólogo. Os dados foram analisados com a aplicação da metodologia qualitativa Árvore de Associação de Ideias. RESULTADOS: os resultados foram organizados em três categorias (1) Processo saúde-doença, (2) Recuperação da saúde, (3) Fonoaudiologia: terapia como meio de cura. Na primeira categoria se observou que os alunos passaram da conceituação da saúde como contraposição à doença para fator inerente à qualidade de vida. Na segunda constatou-se a prevalência da automedicação e busca por atendimentos privativos. Na terceira categoria indicaram a necessidade do fonoaudiólogo atuar de forma integral para melhoria da qualidade de vida do individuo. CONCLUSÃO: a formação dos alunos de graduação em Fonoaudiologia suscitou compreensão parcial do processo saúde-doença como diretriz primordial e o desafio será instaurar a produção de novas instabilidades e proporcionar as condições integrais para a capilaridade desse conhecimento junto às disciplinas específicas das ciências fonoaudiológicas.

Fonoaudiologia; Gestão em Saúde; Saúde Coletiva


ABRAMO Associação Brasileira de Motricidade Orofacial Rua Uruguaiana, 516, Cep 13026-001 Campinas SP Brasil, Tel.: +55 19 3254-0342 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistacefac@cefac.br