Variações semânticas nos enunciados de crianças em processo de desenvolvimento da linguagem oral: estudo preliminar

Tatiana Rocha Silva Denise Brandão de Oliveira e Britto Sobre os autores

OBJETIVO: analisar as variações semânticas do enunciado de crianças em processo de desenvolvimento da linguagem. MÉTODOS: participaram deste estudo 10 crianças em processo de desenvolvimento da linguagem, entre três e quatro anos, e sem queixa e/ou alterações auditivas e cognitivas. A coleta de dados foi realizada por meio de observação e registro, em áudio e vídeo, de situações de interação lúdica. RESULTADOS: nos enunciados das crianças na faixa etária de 3 anos, observou-se que houve maior ocorrência da superextensão apenas em relação à subextensão (p=0,039) e que houve tendência a maior ocorrência quando comparada com a proximidade fonológica (p=0,053), dêitico (p=0,053) e relação de contiguidade (p=0,083). Nos enunciados das crianças na faixa etária de 4 anos, houve maior ocorrência da perífrase em relação à subextensão (p=0,012) e proximidade fonológica (p=0,012). Não houve diferença entre as variações semânticas estudadas entre as faixas etárias de 3 e 4 anos. CONCLUSÃO: as variações semânticas mais frequentes foram a superextensão e a perífrase.

Linguagem Infantil; Semântica; Simbolismo; Desenvolvimento da Linguagem; Intenção


ABRAMO Associação Brasileira de Motricidade Orofacial Rua Uruguaiana, 516, Cep 13026-001 Campinas SP Brasil, Tel.: +55 19 3254-0342 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistacefac@cefac.br