Limiares de reconhecimento de sentenças no silêncio em campo livre versus limiares tonais em fone em indivíduos com perda auditiva coclear

Sentence recognition thresholds in silence in free field versus pure tone thresholds in individuals with hearing loss

OBJETIVO: investigar a correlação existente entre os limiares tonais e os Limiares de Reconhecimento de Sentenças no Silêncio (LRSS) e verificar, se é possível, através do audiograma estabelecer um prognóstico deste paciente sobre a sua habilidade de reconhecer a fala. MÉTODOS: foram analisados 42 indivíduos com perda auditiva coclear de grau moderado, 18 do sexo feminino e 24 do masculino, com idades entre 41 e 76 anos. Primeiramente foi realizada avaliação audiológica básica e, em seguida, a pesquisa dos Limiares de Reconhecimento de Sentenças no Silêncio, em campo livre, por meio do teste Listas de Sentenças em Português. RESULTADOS: a análise estatística evidenciou correlação significante entre o limiar de reconhecimento de sentenças no silêncio e a média das freqüências de 0,5, 1 e 2 kHz. Por sua vez, ao correlacionar os Limiares de Reconhecimento de Sentenças no Silêncio com a média das freqüências de 3, 4 e 6 kHz, não houve correlação significante. CONCLUSÃO: o prognóstico provável da habilidade de reconhecimento de fala no silêncio, pode ser feito apenas com base nos limiares das freqüências de 0,5, 1 e 2 kHz em perdas auditivas cocleares.

Audiologia; Audição; Percepção Auditiva; Testes de Discriminação da Fala; Audiometria de Tons Puros


ABRAMO Associação Brasileira de Motricidade Orofacial Rua Uruguaiana, 516, Cep 13026-001 Campinas SP Brasil, Tel.: +55 19 3254-0342 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistacefac@cefac.br