Ocorrência de movimentos primários de língua em crianças respiradoras oronasais

Occurrence of primary tongue movements in children with oronasal breathing

OBJETIVO: quantificar a ocorrência de movimentos primários de língua em 130 crianças respiradores oronasais e em 89 respiradoras nasais, com idades de cinco a 12 anos, avaliadas no Setor de Respiração Oral do Ambulatório de Otorrinolaringologia do Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas. MÉTODOS: no momento da avaliação fonoaudiológica, foi solicitado à criança deglutir saliva, fechar os olhos, colocar a língua para fora da boca e permanecer assim por, no mínimo, um minuto, tempo necessário para os movimentos primários serem observados. Duas fonoaudiólogas observaram juntas cada criança, a fim de constatar a presença dos movimentos ou não. RESULTADOS: sobre a ocorrência de movimentos primários de língua, foi encontrada em 44,75% da amostra (n=98), enquanto 55,25% (n=121) não apresentaram tais movimentos. Foi observado que as categorias, nasal e oronasal, apresentaram diferenças estatisticamente para a ocorrência de movimentos primários de língua. CONCLUSÃO: em respiração oronasal há uma maior freqüência de manutenção dos movimentos primários de língua e há diferença estatisticamente significante entre o grupo de respiradores oronasais e respiradores nasais para a variável movimento primário de língua.

Respiração Bucal; Criança; Língua; Força Muscular; Deglutição


ABRAMO Associação Brasileira de Motricidade Orofacial Rua Uruguaiana, 516, Cep 13026-001 Campinas SP Brasil, Tel.: +55 19 3254-0342 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistacefac@cefac.br