Riqueza de espécies de borboletas antófilas de um fragmento de Mata Atlântica no Sudeste do Brasil

Os objetivos do presente trabalho foram identificar borboletas antófilas em flores psicófilas de quatro espécies de Asteraceae em um fragmento de Floresta Atlântica, no município de Viçosa, Minas Gerais, Sudeste brasileiro, e determinar se existem espécies de borboletas em comum com outros levantamentos de lepidópteros do Sudeste e do Centro-Oeste do Brasil. É o primeiro inventário de borboletas antófilas de um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual na Zona da Mata de Minas Gerais. Foram registradas 108 espécies, representando o quarto maior levantamento de lepidópteros de Minas Gerais. Esses resultados demonstraram que espécies de Asteraceae podem ser importantes ferramentas para o monitoramento de borboletas antófilas. A similaridade com outros inventários variou de 1 a 92,55%. Quinze espécies foram reportadas pela primeira vez em Minas Gerais e, entre elas, Melanis alena e Thisbe irenea foram observadas somente nesse estudo.

Asteraceae; Brasil; psicofilia; Floresta Estacional Semidecidual


Universidade Federal de Viçosa Av. Peter Henry Rolfs, s/n, 36570-000 Viçosa, Minas Gerais Brasil, Tel./Fax: (55 31) 3612-2078 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: ceresonline@ufv.br