Accessibility / Report Error

Corpo Reprodutivo e Biopolítica: a hystera homo sacer

Body Reproductive and Biopolitic: a hystera homo sacer

Joice Graciele Nielsson Sobre o autor

Resumo

O presente artigo analisa a especificidade do corpo reprodutivo feminino para a politização da vida natural característica de sociedades biopolíticas, a partir da análise da regulação dos direitos reprodutivos no Brasil, por meio do “Estatuto do Nascituro”, e a constituição da reprodutividade, enquanto dispositivo, como uma substância biopolítica geradora de hysteras homo sacer.

Palavras-chave:
Biopolítica; Corpo reprodutivo; “Estatuto do nascituro”

Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rua São Francisco Xavier, 524 - 7º Andar, CEP: 20.550-013, (21) 2334-0507 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: direitoepraxis@gmail.com