O "ficar" na adolescência e paradigmas de relacionamento amoroso da contemporaneidade

"To stay with" ("ficar") among teenagers and paradigms of love ties nowadays

José Sterza Justo Sobre o autor

O ficar é um relacionamento afetivo bastante popular entre os adolescentes e caracteriza-se por ser breve, passageiro, imediatista, volátil e descompromissado. Análises comparativas demonstram que o ficar obedece à mesma lógica que rege outros relacionamentos. Seu caráter provisório e efêmero está presente, por exemplo, na abreviação dos vínculos empregatícios e na rarefação de relacionamentos outrora sólidos e duradouros tais como os de vizinhança e familiais. Vive-se hoje uma condição de aceleração do tempo, alargamento de espaço e movimentação humana sem precedente, impeditiva de vinculações psicossociais estáveis e prolongadas em todos os planos da vida: do amor ao trabalho.

Ficar; adolescência; Relacionamento; Afetividade; Contemporaneidade


Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia Campus do Gragoatá, bl 0, sala 334, 24210-350 Niterói - RJ Brasil, Tel.: +55 (21) 2629 2845 / 2629 2847 - Niterói - RJ - Brazil
E-mail: revista_fractal@yahoo.com.br